.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
81 usuários online :: 4 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 77 Visitantes :: 2 Motores de busca

Arcolino Neto, Christiano, David de Oliveira, Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Fábulas a La Fontaine

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fábulas a La Fontaine

Mensagem por Angel em Sex 11 Set 2009, 12:39 am

Para refletirmos... Espero q gostem...


"A rã e o Boi


Uma rã vê um boi que lhe parece muito belo por causa do seu porte avantajado.
Ao se ver tão pequena, pois o seu tamanho correspondia ao de um ovo, a rã, invejosa, começou a alargar-se, a inchar-se e a esforçar-se para igualar-se em grandeza física ao boi.
E, dirigindo-se a outra rã, perguntou-lhe:
- Olhe bem, minha irmã! Já aumentei o bastante?
- Absolutamente não - respondeu a companheira.
- E agora - insiste a invejosa - Já estou parecida com ele?
- De maneira alguma - confirmou a outra.
A rã estufou mais um pouco e perguntou novamente:
- E agora, então? Como estou?
- Você nem sequer chega perto dele.
A rã idiota inchou-se tanto que estourou.


O mundo está cheio de pessoas insatisfeitas.
Todo burguês quer construir um palácio.
Qualquer principezinho tem embaixadores.
Todo marquês quer ter pajens como o rei os tem".

Jean de La Fontaine



Moral da história:

Muitas vezes, esquecemo-nos de que a fonte para suprir as nossas necessidades está em nós, não nos outros. Cada criatura possui em si um continente de potenciais por descobrir. Feliz daquele que age como um desbravador da própria alma. Todo ser vivo tem suas peculiaridades; aceitá-las é prova de sabedoria. Não podemos copiar do outro uma forma certa de viver, porque somente temos a nós como bússola. Tudo o que fazemos, falamos e pensamos está revestido de nossas interpretações, clareadas sob o ponto de vista das vivências pessoais. Cada vida é extraordinariamente imcomparável.

"Nossa inveja dura sempre mais que a felicidade daqueles que invejamos".

La Rochefoucauld


Fiquem bem...


Angel


Nada do que fazemos é em vão, se for feito com o coração e aliado à razão!

Angel
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 78
flag : Brasil
Data de inscrição : 04/09/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fábulas a La Fontaine

Mensagem por Ed em Sex 11 Set 2009, 6:49 am

Fábulas edificantes são a moral esquecida no tempo...

Bons tempos aqueles que se incentivavam estas boas leituras para a juventude!
::
::
::
::
::


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3088 dias de existência com 226176 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 10978
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fábulas a La Fontaine

Mensagem por Angel em Sex 11 Set 2009, 10:34 am

Ed escreveu:Fábulas edificantes são a moral esquecida no tempo...

Bons tempos aqueles que se incentivavam estas boas leituras para a juventude!
::
::
::
::
::

Pois é meu querido... Mas está voltando nas escolas a ética e a cidadania. Não ainda na proporção desejada, pois falta profissionais prontos para trabalhar com isso sem contrariar a realidade. As fábulas estão em alta, pois além de educar, desperta a curiosidade e o gosto pela leitura. Com a tecnologia e o computador, nossas crianças estão lendo menos livros, escrevendo menos e quando o fazem a letrinha é terrível, pois não praticam. Em compensação são craques em jogos no PC. Acredito q tudo deva ser dosado e o livro no papel não é dispensável. Já existem livros de papéis reciclados, portanto não há desculpa, não?

Vou deixar mais uma! o//

"Os Coelhos


Discurso ao senhor Duque de La Rochefoucauld

Observando as ações dos homens, cada dia mais me convenço de que elas se assemelham às dos animais. E para comprovar minha teoria, exemplifico com uma história que aconteceu comigo.
Tendo saído para uma caçada, de tocaia no galho de uma árvore, vi um coelho distanciando dos outros. Atirei nele e matei-o. O estampido fez com que todos os coelhos que estavam por perto fugissem rapidamente e procurassem segurança em cavidades subterrâneas.
Mas, dali a pouco, os coelhos voltaram à superfície e continuaram suas vidinhas alegres e corriqueiras, esquecidos do perigo que há pouco os assustara.
Não age assim também a espécie humana? Ameaçados por uma tempestade, os homens procuram proteção num “porto seguro”, colocando em segurança a sua vida. No entanto, passado o perigo, eles se expõem novamente a outros temporais, quem sabe até mais violentos.
E para reforçar minha argumentação, cito ainda outro exemplo:
Quando os cães passam por territórios estranhos aos que lhes são costumeiros, provocam a ira dos animais locais que, a latidos e dentadas, espantam os supostos invasores por pressentirem neles uma ameaça aos seus domínios.
Os homens se assemelham aos cães quando atacam o que é novo por medo de serem por ele substituídos. Segundo a lógica dos seres humanos da vida trivial, quanto menos inovação, melhor.
Assim acontece também com os escritores. Dizem os mais antigos: “Abaixo o novo autor”. Que haja ao redor do bolo o mínimo de sócios. Essa é a regra do jogo e dos negócios.
Tolos são os homens! Não vêem eles que, passado o primeiro impacto, as coisas se acomodam? O novo ganha seu espaço muitas vezes sem invadir o espaço alheio. E dali a algum tempo, findo o sabor da novidade, tudo se ajeita. Até que apareça outra inovação e a história se repita.
E vós, a quem este discurso se dirige; vós, em quem a modéstia à grandeza se alia; que vosso nome receba aqui uma homenagem do tempo e dos censores pelo justificado e merecido louvor."

La Fontaine

Diante do novo, nem sempre precisamos mudar o caminho, às vezes, só mudamos o jeito de caminhar


"Os medíocres comumente condenam o que está além do seu alcançe".
La Rochefoucauld

Fiquem bem



Angel


Nada do que fazemos é em vão, se for feito com o coração e aliado à razão!

Angel
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 78
flag : Brasil
Data de inscrição : 04/09/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fábulas a La Fontaine

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 12:37 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum