.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
36 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 35 Visitantes :: 2 Motores de busca

Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10


O cego Bartimeu

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

12082009

Mensagem 

O cego Bartimeu




A Bíblia nos conta, em João 20:30, que Jesus operou muitos sinais na presença de seus discípulos, tão numerosos que até inviabiliza a narração de cada um deles na Bíblia. Ficaram registrados apenas alguns dos mais marcantes, aqueles que mais poderiam trazer lições para aqueles que os lessem no futuro. E um desses sinais citados na Bíblia, e que muito nos ensina, é o da cura do cego Bartimeu, descrita no livro de Marcos:

“Depois, foram para Jericó. E, saindo ele de Jericó com seus discípulos e uma grande multidão, Bartimeu, o cego, filho de Timeu, estava assentado junto do caminho, mendigando. E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim. E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim. E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama. E ele, lançando de si a sua capa, levantou-se, e foi ter com Jesus. E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista. E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho.” (Marcos 10:46-52)

Uma das maiores dificuldades da vida de um cego é a de ter que acreditar nos fatos somente pelo que ouve dos outros. Um cego obviamente não tem como exercer o direito de ver as coisas como elas aconteceram, ainda que elas ocorram à sua frente. Resta somente ter impressões auditivas e acreditar naquilo que outras pessoas lhe contam.

Assim, o nível de fé de Bartimeu não difere muito da de um novo convertido do nosso tempo. Hoje não temos o privilégio de ver Jesus Cristo em carne e osso como os apóstolos viram, privilégio esse que o cego Bartimeu também não tinha. Da mesma forma que nós hoje podemos conhecer a Jesus Cristo somente pelo que seus apóstolos escreverem d’Ele na Bíblia, Bartimeu, pelo menos até ser curado, também só pôde conhecer Jesus Cristo através do que ouviu de outras pessoas comentando sobre Ele.

Contudo, mesmo sem ver a Jesus Cristo, Bartimeu teve fé que Ele podia curá-lo de sua cegueira. Uma fé que o levou o clamar de forma incessante pela atenção de Cristo. O cego não se importou com a vontade de outras pessoas, que pediam a ele que se calasse, mas continuou a clamar cada vez mais alto pela misericórdia de Jesus Cristo em sua vida.

Vemos então a história de um homem que não se importou com as circunstâncias adversas e permaneceu clamando. Vendo isso, o próprio Jesus Cristo o chamou para perto de Si e o curou. E desse milagre diversas lições podem ser tiradas.

A primeira é a de que, na nossa vida cristã, precisamos aprender a ouvir, pois quase sempre não veremos a manifestação de Deus em nossas vidas da forma que queremos. E é essa a grande dificuldade das pessoas: discernir a Voz da Verdade em seus corações. Muitos pensam que Deus só fala conosco de forma específica, direcionada, visível, como em visões ou em profecias certeiras. Muitos oram para que Deus fale com eles através de sonhos, imagens claras. Ora, quão fácil seria se Deus mostrasse Sua Vontade para nós de forma clara, nos orientando claramente antes de tomarmos nossas decisões! Mas nem sempre, ou quase nunca, Ele age assim. Pelo contrário, ele exige que nós tenhamos ouvidos atentos a Ele antes de ver. Quem de nós nunca ouviu uma pregação ou leu uma palavra na Bíblia que caiu como uma luva a um determinado tipo de problema que estamos passando. Um exemplo disso: uma pessoa está com problemas, discordando de sua liderança, e em seguida ouve uma pregação sobre refrear a língua (Tiago 1:26) ou respeitar a autoridade pastoral constituída por Deus (Romanos 13:2; Hebreus 13:17). Mas ainda assim, a maioria das pessoas, apesar de tocadas no momento da palavra, acaba no final pensando que aquilo se tratou apenas de uma simples coincidência, ou que Deus não falou claramente a ele de forma individual. Fruto da dificuldade que o ser humano tem de ser confrontado e aceitar uma palavra de exortação sobre sua vida.

E aí entra uma segunda lição que Bartimeu nos dá: a de que a nossa fé vem pelo ouvir a palavra, mas a fé é provada pela obediência. Repare que Jesus requereu uma atitude por parte de Bartimeu antes de curá-lo. Ele chamou Bartimeu para vir até Ele primeiro. Jesus tinha poder para curar aquele homem à distância ou poderia se aproximar d’Ele. Mas não fez isso. Pelo contrário, cobrou uma atitude daquele cego, e ele teve que obedecer a determinação de Jesus antes de ver a cura sobre seus olhos. Ele já havia mostrado sua fé, ao chamar Cristo de Filho de Davi e clamar por Ele. Mas teve que dar um passo a mais de fé. Precisou se levantar do chão, da posição cômoda, passar no meio daquelas mesmas pessoas que outrora o resistiram, mandando ele se calar. Teve que passar no meio aqueles homens para chegar a Cristo.

E na sua vida provavelmente não será diferente. Para que você veja algo de Deus na sua vida, Ele certamente vai exigir uma atitude da sua parte que mostre o nível de fé que você tem. Vai ser preciso que você clame a Ele, mas que não só clame, mas O obedeça. Só veremos a manifestação de Deus em nossas vidas na medida em que obedecemos a Suas determinações para nossas vidas. Mas as pessoas preferem tentar queimar etapas e acabam se frustrando ou até mesmo abandonando a fé antes de ver o cumprimento da vontade de Deus em suas vidas. As pessoas erram por achar que podem receber de Deus todas as bênçãos da mesma forma que receberam a salvação: pela graça, sem esforço ou sacrifício. As pessoas não estão dispostas a pagar o preço da obediência.

A fé vem pelo ouvir, mas se desenvolve através da obediência. Uma fé madura implica num coração disposto a obedecer a Deus. Até porque hoje em dia não é difícil ter fé. Deus tem operado tanto nas igrejas, com dons, sinais, maravilhas. Basta ligar a televisão e veremos que existem programas com pastores que passam o tempo todo exibindo milagres de Deus na vida das pessoas. Mas é através da obediência é que provamos acreditar totalmente em Deus. A obediência é a atitude de fé necessária para vermos o melhor de Deus em nossas vidas, pois a ela é uma prova que Deus tem que pode confiar em nós. A obediência é também uma prova de intimidade com Ele. O próprio Cristo disse que amigos d’Ele são somente aqueles que obedecem à Sua Vontade (João 15:14).

Exemplos na nossa vida prática são inúmeros. Muitos querem receber bênçãos na área financeira, mas não obedecem ao que Deus diz sobre plantar a semente de sua renda na igreja (2 Coríntios 9:6). Outros querem ter uma vida frutífera na igreja, mas não obedecem a vontade de Deus e teimam em não abdicar de seus caminhos escusos (1 João 1:6). Tudo isso são coisas que não são possíveis, pois Deus não é incoerente com Sua Palavra.

Mesmo no Velho Testamento vemos exemplos de verdadeiros testes de Deus com seus filhos. Moisés foi um exemplo. Ele falava com Deus, tinha um relacionamento direto com Ele, foi obediente a Deus, enfrentando o faraó e tirando o povo d’Ele do Egito, mas só depois de sua morte pode estar na Terra Prometida.

É claro que para a maioria de nós a espera pela manifestação dos sinais de Deus será menor. Mas essa manifestação não virá sem que antes sejamos provados e aprovados em nossa fé e no nível de obediência que teremos naquilo que ouvimos de Deus. Não é difícil ter revelação daquilo que Deus quer de nós. Difícil sim é ter um coração disposto a obedecer naquilo que Ele irá requerer de nós. A vida cristã é feita de provas. Provas que avaliam nossa fé e disposição em obedecer. Poucos são aqueles que têm como prioridade em suas vidas a obediência incondicional a Deus. Muitos se agarram a coisas ou relacionamentos terrenos. Em si dizem: “Deus pode me pedir qualquer coisa, menos isso...”. E às vezes é exatamente aquilo que mais guardamos é o que Deus irá nos pedir, para provar se estamos ou não dispostos a largar tudo o que temos para ver Sua glória se manifestar em nós. Assim, somente aqueles que agradam a Deus ao ouvirem e obedecerem, serão aprovados e estarão prontos para contemplar com seus olhos a operação do poder de Deus em suas vidas, assim como Bartimeu pôde ver.

“Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?” (Romanos 6:16)

“Mas, como fomos aprovados de Deus para que o evangelho nos fosse confiado, assim falamos, não como para agradar aos homens, mas a Deus, que prova os nossos corações.” (1 Tessalonicenses 2:4)
Nilson Júnior
http://falandodabiblia.blogspot.com/2009/08/o-cego-bartimeu.html


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 2350 dias de existência com 202869 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens: 10216
Idade: 62
Localização: BRUSA
flag: BrUSA
Data de inscrição: 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

- Tópicos similares
Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

O cego Bartimeu :: Comentários

Nenhum comentário.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum