.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
86 usuários online :: 5 usuários cadastrados, 1 Invisível e 80 Visitantes :: 3 Motores de busca

Christiano, Jarbas, Khwey, luisfoletto, rbarros

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por darkshi em Ter 04 Ago 2009, 1:31 pm

A história da humanidade é marcada pelo surgimento e extinção de formas exóticas de expressão religiosa. Analisar a história geral e desta delimitar a das religiões já é uma pretensão das mais ingentes, agora falar em captar o fenômeno chamado religião dentro do fluxo da existência humana, exige do pesquisador a
decência e a honestidade (consigo, com o objeto, com o método e com as pessoas) de deixar claro que isso só é possível após assumir que, como
disse C. S. Lewis, “o resultado da pesquisa histórica depende do ponto de vista filosófico que adotamos, antes mesmo de analisar as
evidências. A questão filosófica precisa, portanto, ser considerada em primeiro lugar”.

Esse pressuposto é crucial para a análise de qualquer fenômeno, pois os resultados serão, durante todo o processo, influenciados por esse fundamento inicial. Se a pesquisa parte do princípio que tudo que existe é produto do acaso, da geração espontânea ou abiogênese, então, do ponto de vista puramente pragmático, é preciso explicar o porquê da existência de determinadas disposições que caracterizam o ser humano sem, no entanto, evidenciar qualquer necessidade biológica que as justifiquem. Em outros termos, à luz deste aspecto, não há uma razão plausível para explicar o fenômeno religioso. Em uma pesquisa séria, essa constatação levaria o estudioso a eliminar tal hipótese e aventar outra.

Perscrutando a religião (a disposição do ser humano em se relacionar com o transcendental), pelo viés da criação planejada ― resultado final de um projeto inteligente, cujo Artífice criou todas as coisas com um propósito definido ―, fica mais do que evidente que qualquer conclusão sobre sua origem, finalidade e
desenvolvimento, será totalmente marcada por essa cosmologia, concepção de mundo ou cosmovisão.

Assim, deixo clara minha posição (pela revelação bíblica, acima de tudo, pela experiência do dia-a-dia e até pela lógica do surgimento da religião que confunde-se com a própria existência da humanidade e não é meramente uma construção social), de que acredito que Deus é a origem desse desejo inerente à natureza
humana, e que foi Ele que insuflou-nos essa ânsia por buscar algo que transcenda a existência material e a percepção sensorial. Para citar um conhecido pensamento de Agostinho em Confissões: “Tu nos fizeste para ti mesmo, e nossos corações estão inquietos até que descansem em ti”.

Involução da religião

David Hume, um dos principais representante do racionalismo iluminista, afirmou em sua História natural da religião (1757), que parece “evidente que a primeira e mais antiga religião da humanidade foi o politeísmo”. Diante desse fato, muitos questionam: “Se o Deus da Bíblia realmente é o único que existe, por que não se
encontra nenhum vestígio de inscrições ou figuras representativas dEle?”

Qualquer leitor da Bíblia sabe muito bem que o Eterno condena qualquer tentativa de as pessoas o representá-lo (Ex 20.4). Pouca informação há sobre o período
antediluviano, entretanto, é sabido que por um tempo considerável, uma geração de pessoas celebrava o culto ao Senhor, isto é, praticava o monoteísmo, o culto ao único e verdadeiro Deus (Gn 4.4,26; 5.22-24,29; 6.8,9). Sem considerar o período pré-Queda, uma época histórica imediatamente após a Criação (a qual não se sabe quanto tempo durou), que pela leitura do texto bíblico, mostra que o homem possuía uma interação muito próxima com o Divino e, portanto “não havia”
curiosidade acerca de Deus (Gn 3.8). Imagina-se que após a Queda, a disposição humana em buscar o transcendental foi uma das primeiras atitudes do homem em que se percebe o seu equívoco em relação aos fenômenos da natureza e da própria existência do universo. Após o rompimento da relação com o divino, o ser humano “perde a memória”, se embrutece e, sem entender o que ocasionava trovões e relâmpagos, por exemplo, inventa uma explicação mitológica para dar conta de assimilá-los. Com isso, cria-se o politeísmo, a ideia de que existia um deus para cada necessidade básica do ser humano.

O ressurgimento do monoteísmo
Considerando o período de existência de muitas outras civilizações, Israel pode ser considerado uma nação “jovem”. Uma das questões debatidas na teologia é justamente a experiência da revelação do Eterno a Abraão (pai da nação israelita). Como se deu a sua experiência com Deus? Em um mundo mergulhado na
idolatria, seguir um Deus que se revelou, mas exigiu exclusividade, não é algo tão simples quanto erroneamente se presume. O teísmo é algo tão
original e revolucionário, que na época em que a tribo nômade de Israel teve que definitivamente se decidir acerca de servir ou não a Javé,
salta aos olhos a dificuldade que o povo enfrentou até se desvencilhar das práticas pagãs e politeístas adquiridas no Egito (na realidade,
Israel somente se libertou da idolatria após a dura lição do exílio).

Apesar de se constituir em um simplismo o argumento do ateu Richard Dawkins (retomando obviamente o raciocínio do cético David Hume), de que o monoteísmo é uma evolução do politeísmo e que, o próximo passo de “libertação” do pensamento religioso será o ateísmo, não deixa de ser interessante o
reconhecimento de que a crença em um único Deus seja algo mais elaborado do que a credulidade em vários. Se para a mente moderna isto
ainda é uma verdade, imagine para a remota época do pai da fé e amigo de Deus que, séculos depois, resgatou o monoteísmo no mundo antigo.

A racionalidade do cristianismo
Na linha do teísmo bíblico veterotestamentário, onde há milênios existia a promessa de um momento de restauração da possibilidade de o homem reatar o relacionamento com o seu Criador (Gn 3.15), é imprescindível atentar para o fato de que o advento de Cristo, em sua encarnação, demarca o apogeu de tais oráculos proféticos (Jo 1).

Conforme ilustra Alister McGrath, em Paixão pela verdade: a coerência intelectual do evangelicalismo, “dentro de nós há um relacionamento com Deus – relacionamento fraturado – e uma receptividade para com Deus – receptividade insatisfeita. A criação estabelece uma potencialidade, que o pecado frustra – contudo, a mágoa e a dor daquela frustração continuam vivas em nossa experiência. É esse mesmo senso de vazio que, em si, está por trás da
idéia de um ponto de contato. Estamos apercebidos de que algo está faltando. Podemos não ser capazes de dar-lhe o nome. Podemos ser
incapazes de fazer alguma coisa a respeito. O evangelho cristão, porém, é capaz de interpretar nosso desejo ardente, o sentimento de não nos
sentir realizados, como uma percepção da falta de Deus – e assim prepara o caminho para a realização. Uma vez que reconhecemos que
estamos incompletos, que nos falta algo, começamos a pensar se esse vazio espiritual poderia ser preenchido. É este impulso que está por
trás da busca humana por realização religiosa – uma busca que o evangelho vira de ponta cabeça com sua declaração de que fomos buscados
pela graça de Deus” (p.186).


Sem levar em conta o evangelho pragmático e individualista que existe na atualidade (as pessoas só buscam Jesus pensando em solucionar problemas pessoais), a fé cristã exige do indivíduo o perfeito entendimento da mensagem bíblica e atitudes muito bem refletidas (e não reflexas) e pensadas para que ele
possa aceitá-la. À mulher samaritana, no poço de Jacó, Ele disse que os samaritanos adoravam o que não conheciam (Jo 4.22). Quando o apóstolo
Paulo fala do culto racional (Rm 12.1), não há como fugir da verdade contida no texto: só pode adorar a Deus aqueles que possuem uma
consciência de quem Ele é! O culto não pode ser algo mecânico e rotineiro, antes, para prestá-lo eficientemente, é imprescindível o uso
da inteligência, da lucidez e principalmente do sentimento de gratidão e reconhecimento do “tamanho” da dívida que o sangue de Jesus pagou!
Acima de tudo existe ainda o mais importante propósito: o ser humano –assim como todas as coisas – foi criado para a glória de Deus.

Diferentemente de outras religiões, o cristianismo – em sua acepção mais essencial, e não banalizada institucionalmente com a multiplicidade de denominações – promove o ser humano e não exige a sua anulação ou rebaixamento (como se animal fosse), a fim de satisfazer algum capricho ascético ou extático de uma
divindade narcisista. Distintamente das outras, ele não requer intelectualidade acima da média, mas também não aceita irracionalidade, pois para decidir-se por seguir a Jesus Cristo, é preciso estar plenamente cônscio da realidade do próprio pecado e reconhecer que só o sacrifício vicário e expiatório da cruz é que pode salvar.

O Senhor Jesus Cristo propôs um conceito de liberdade tão elevado para quem quiser segui-lo, que para as pessoas que acreditam que não é possível viver sem as amarras de uma tábua de proibições, composta de ritos e caprichos supostamente divinos, torna-se um perigoso estilo de vida, mas para os que
experimentam o novo nascimento e recebem uma nova natureza, ser cristão é começar a viver plenamente sendo tudo aquilo que Deus nos projetou para sermos.

Publicado originalmente: CARVALHO, César Moisés. Fé e Razão – A marcante racionalidade do Cristianismo.

darkshi
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1692
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/11/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Super Toaster em Ter 04 Ago 2009, 1:54 pm

Bom texto. Mas, de certa forma, discordo quanto ao "viver plenamente sendo tudo aquilo que Deus nos projetou para sermos".

Desde o primeiro pecado, o ser humano deixou de ser aquilo que Deus planejou. Agora se vive, não para servir ao "propósito" original de Deus, mas apenas para sobreviver atravez dos "atuais" planos dEle.



Holy Bible OWNZ!!!

Super Toaster
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 56
Idade : 24
Localização : Fim de mundo (leia-se "Laguna-SC")
flag : Brasil
Data de inscrição : 13/06/2009

http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=166464718072289001

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por David de Oliveira em Ter 04 Ago 2009, 6:26 pm

Otimo texto!

O Senhor Jesus Cristo propôs um conceito de liberdade tão elevado para quem quiser segui-lo, que para as pessoas que acreditam que não é possível viver sem as amarras de uma tábua de proibições, composta de ritos e caprichos supostamente divinos, torna-se um perigoso estilo de vida(...).

Um dia, todas as pessoas inteligentes e que usam as suas razoes, chegarao a esse entendimento.
David


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8182
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Luís em Ter 04 Ago 2009, 7:43 pm

.
MA-GA-VI-LHO-SO!! palminhas palminhas palminhas

Agora me digam: O que é "Deus"?

Será que vou virar avô e não vou ouvir isto justo num site que supostamente sabe o que é isto?


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Convidad em Ter 04 Ago 2009, 7:54 pm

Luís escreveu:.
MA-GA-VI-LHO-SO!! palminhas palminhas palminhas

Agora me digam: O que é "Deus"?

Será que vou virar avô e não vou ouvir isto justo num site que supostamente sabe o que é isto?


já cansou de ouvir por aqui .
OOO
onipotente, onisciente, onipresente , criador de tudo
e inclusive já demonstrei , CIENTÍFICAMENTE , que o criador do universo deve possuir cada um destas caracteríscas que a bíblia informa , mais uma vez a bíblia se antecipa à ciência .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Luís em Ter 04 Ago 2009, 9:59 pm

Articulador escreveu:
Luís escreveu:.
MA-GA-VI-LHO-SO!! palminhas palminhas palminhas

Agora me digam: O que é "Deus"?

Será que vou virar avô e não vou ouvir isto justo num site que supostamente sabe o que é isto?


já cansou de ouvir por aqui .
OOO
onipotente, onisciente, onipresente , criador de tudo
e inclusive já demonstrei , CIENTÍFICAMENTE , que o criador do universo deve possuir cada um destas caracteríscas que a bíblia informa , mais uma vez a bíblia se antecipa à ciência .

KAKAKAKA!!! E eu digo que é um deusinho por átomo que, separados, não tem poder nenhum.

Demonstre que o teu é fato e o meu não!


Pano rápido!

---------------------------------------

A boca e o papel aceitam tudo, meu caro! Sem fundamento na realidade sensorial, tua tese - ou a minha - não passam de 'conversa pra boi dormir' (Ou melhor, de 'conversa para acalmar crente assustado'.)

Tolinho! gargalhada


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Convidad em Qua 05 Ago 2009, 3:09 pm

Luís escreveu:
Articulador escreveu:
Luís escreveu:.
MA-GA-VI-LHO-SO!! palminhas palminhas palminhas

Agora me digam: O que é "Deus"?

Será que vou virar avô e não vou ouvir isto justo num site que supostamente sabe o que é isto?


já cansou de ouvir por aqui .
OOO
onipotente, onisciente, onipresente , criador de tudo
e inclusive já demonstrei , CIENTÍFICAMENTE , que o criador do universo deve possuir cada um destas caracteríscas que a bíblia informa , mais uma vez a bíblia se antecipa à ciência .

KAKAKAKA!!! E eu digo que é um deusinho por átomo que, separados, não tem poder nenhum.

Demonstre que o teu é fato e o meu não!


Pano rápido!

---------------------------------------

A boca e o papel aceitam tudo, meu caro! Sem fundamento na realidade sensorial, tua tese - ou a minha - não passam de 'conversa pra boi dormir' (Ou melhor, de 'conversa para acalmar crente assustado'.)

Tolinho! gargalhada


Lógico , e já não será a primeira vez , e já estou prevendo que vc não tentará refutar de novo .... :risadinha: (não esqueça do ônus equivalente , vc tb deve demonstra seu 'deuzinho por átomo')

por teoria , um Criador do universo deve ser :
onipotente = porque criou todas as potências (átomicas , físicas , químicas , massa , energia , velocidade , pesos átomicos , gravions , eletromagnetismos , etc) ... logo está em superioridade (onipotência) sobre todas elas .

onisciênte = porque criando todas as coisas , conhece-as todas , tanto no nível micro como macro , inclusive o conceito de tempo - espaço , o qual foi (segundo a ciência) criados no big-bang , e logo Deus transcende e é superior ao tempo e espaço , conhecendo toda sua criação em qualquer nível .

onipresente = como criou o espaço , o domina , como criou o tempo , não existe para ele conceito de 'perto-longe, rápido-lento' , seguindo RIGIDAMENTE os corolários da Física relativista , um ser que não esteja amarrado a tempo e espaço , pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo .


prontinho .
provado CIENTIFICAMENTE , que a hipótese de Deus tem que ser OOO (como a bíblia milênios atrás já se antecipara) . Agora é tua vez com sua invenção de 'deusinho átomico') .


PANO RÁPIDISSIMO :
Espero que tenha aprendido como deixar de proselitar APENAS com boca e papel , e apresentar evidência cognitivas ... qualquer dúvida estou à disposição para complementar a aula ... :risadinha:

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Luís em Qua 05 Ago 2009, 7:59 pm

Articulador escreveu:

Por teoria , um Criador do universo deve ser :
onipotente = porque criou todas as potências (átomicas , físicas , químicas , massa , energia , velocidade , pesos átomicos , gravions , eletromagnetismos , etc) ... logo está em superioridade (onipotência) sobre todas elas .

onisciente = porque criando todas as coisas , conhece-as todas , tanto no nível micro como macro , inclusive o conceito de tempo - espaço , o qual foi (segundo a ciência) criados no big-bang , e logo Deus transcende e é superior ao tempo e espaço , conhecendo toda sua criação em qualquer nível .

onipresente = como criou o espaço , o domina , como criou o tempo , não existe para ele conceito de 'perto-longe, rápido-lento' , seguindo RIGIDAMENTE os corolários da Física relativista , um ser que não esteja amarrado a tempo e espaço , pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo .

Prontinho. Provado CIENTIFICAMENTE , que a hipótese de Deus tem que ser OOO (como a bíblia milênios atrás já se antecipara). Agora é tua vez com sua invenção de 'deusinho átomico') .

PANO RÁPIDISSIMO :
Espero que tenha aprendido como deixar de proselitar APENAS com boca e papel , e apresentar evidência cognitivas ... qualquer dúvida estou à disposição para complementar a aula ... :risadinha:

Art,

Tenho perguntado há séculos aqui - um lugar religioso e de 'culto à Deus' e onde, portanto, se supõe que o pessoal saiba o que é "Deus" - "O que é 'Deus'", sem sucesso. Meu sucesso com a tua pessoa é parcial, muito parcial. Exceto um outro forista, que copiou a definição de algum livro (confessou), nenhum outro ousou nada.

Primeiro, por longo tempo, afirmavas apenas uma coisa sobre a natureza de "Deus": Onipotente e te negavas a ir além. Muito pouco para um crente, muito pouco!

Agora, num rasgo de ousadia, arriscas um pouco mais: Onisciente e Onipresente! Pouco, ainda muito pouco. "Escondes o leite", nobre colega. E porque escondes tuas idéias e certezas? Talvez porque não sejam certezas, mas grandes dúvidas íntimas.

Partindo do pressuposto que "Deus" é apenas Onipotente, Onisciente e Onipresente, então posso afirmar que é também MODERADO Epa! Sei que vais saltar da poltrona ai e vais dar em contra! - NÃO! Vais vociferar! "Deus" não é nada disto!

Se não é nada disto, então quê mais "Deus" é?? Por quanto tempo vais sonegar estas informações/idéias, num lugar onde se pressupõe que pessoas como o Pastor Roberto sejam honestas é íntegras?

Por favor, para que possamos retomar um diálogo franco e honesto, preciso que fales toda tua verdade sobre O QUE É "DEUS"! Sob pena de pelo silêncio, consentires que é MODERADO
Por enquanto é isto! Volto às tuas três teses (Onipotente, Onipresente, Onisciente), no momento oportuno.

Saudações cordiais, nobre debatedor!

(Atenção moderação: Isto são só hipóteses dentro de uma argumentação, não estou afirmando nada - segurem a tesoura! :p )
Não seguro não!Voce sabe muito bem que não admitimos este tipo de palavreado,nem em hipotese subterfugiada.


Última edição por Adriane Cunha em Qua 05 Ago 2009, 9:26 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Em concordância com as palavras do Pr Roberto...)


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Adriane Cunha em Qua 05 Ago 2009, 8:14 pm

Aguardaremos uma atitude por parte do Pr. Roberto acerca do post acima. Logo após, estaremos editando as palavras que denigrem Deus. Em Cristo Jesus...


cafezinho "Sempre fica um pouco de perfume nas mãos que oferecem flores."

Adriane Cunha
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4899
flag : Israel
Data de inscrição : 03/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Convidad em Qua 05 Ago 2009, 8:55 pm

Luís escreveu:
Articulador escreveu:

Por teoria , um Criador do universo deve ser :
onipotente = porque criou todas as potências (átomicas , físicas , químicas , massa , energia , velocidade , pesos átomicos , gravions , eletromagnetismos , etc) ... logo está em superioridade (onipotência) sobre todas elas .

onisciente = porque criando todas as coisas , conhece-as todas , tanto no nível micro como macro , inclusive o conceito de tempo - espaço , o qual foi (segundo a ciência) criados no big-bang , e logo Deus transcende e é superior ao tempo e espaço , conhecendo toda sua criação em qualquer nível .

onipresente = como criou o espaço , o domina , como criou o tempo , não existe para ele conceito de 'perto-longe, rápido-lento' , seguindo RIGIDAMENTE os corolários da Física relativista , um ser que não esteja amarrado a tempo e espaço , pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo .

Prontinho. Provado CIENTIFICAMENTE , que a hipótese de Deus tem que ser OOO (como a bíblia milênios atrás já se antecipara). Agora é tua vez com sua invenção de 'deusinho átomico') .

PANO RÁPIDISSIMO :
Espero que tenha aprendido como deixar de proselitar APENAS com boca e papel , e apresentar evidência cognitivas ... qualquer dúvida estou à disposição para complementar a aula ... :risadinha:

Art,

Tenho perguntado há séculos aqui - um lugar religioso e de 'culto à Deus' e onde, portanto, se supõe que o pessoal saiba o que é "Deus" - "O que é 'Deus'", sem sucesso. Meu sucesso com a tua pessoa é parcial, muito parcial. Exceto um outro forista, que copiou a definição de algum livro (confessou), nenhum outro ousou nada.

Primeiro, por longo tempo, afirmavas apenas uma coisa sobre a natureza de "Deus": Onipotente e te negavas a ir além. Muito pouco para um crente, muito pouco!

Agora, num rasgo de ousadia, arriscas um pouco mais: Onisciente e Onipresente! Pouco, ainda muito pouco. "Escondes o leite", nobre colega. E porque escondes tuas idéias e certezas? Talvez porque não sejam certezas, mas grandes dúvidas íntimas.

limpe as lentes do oculos luis (e a memoria seletiva) , eu sempre falei claramente neste forum sobre os atributos divinos . Em CADA uma das mensagens em que vcs tentava (inutilmente) discorrer sobre a inexistencia de Deus .

Partindo do pressuposto que "Deus" é apenas Onipotente, Onisciente e Onipresente, então posso afirmar que é também Editado! Epa! Sei que vais saltar da poltrona ai e vais dar em contra! - NÃO! Vais vociferar! "Deus" não é nada disto!


isto e assunto de moderacao, e aconselho mesmo a moderacao , vc nao e crianca e esta farto de saber que queremos o respeito a nossa crenca aqui , e SABE tambem que sabemos reconhecer ad-hominem disfarçado de hipotese .

Se não é nada disto, então quê mais "Deus" é?? Por quanto tempo vais sonegar estas informações/idéias, num lugar onde se pressupõe que pessoas como o Pastor Roberto sejam honestas é íntegras?

no momento que vc parar de SONEGAR a ADMISSAO de que tais atributos sao NECESSARIOS para a hipotese divina , e que o Criador do universo e uma hipotese , valida como qualquer outra .. Destes dois reconhecimentos , poderemos AVANCAR , agora se vc ficar empacado na sua cantilena de ~alfarrabios~ , ficaremos patinando . Antes de ligar a eletricidade , luis , fazemos a instalacao eletrica , me acompanhe .

Por favor, para que possamos retomar um diálogo franco e honesto, preciso que fales toda tua verdade sobre O QUE É "DEUS"! Sob pena de pelo silêncio, consentires que é Editado.

o meu silëncio apenas deixara claro que , o incompentente foi vocë , porque SONEGOU debater a hipotese divina desde o inicio , deseja que a hipotese divina seja desqualificada por discussoes sobre personalidade , nao luis , primeiro provamos que Deus e possivel , DEPOIS , discutiremos qual religiao esta correta , pela obviedade que antes de discutir a personalidade de qualquer um , discutimos sua existencia e atributos inquestionaveis . Ainda porque ateu , nao e aquele que nega uma ou outra religiao , mas a propria existëncia divina , portanto vc devera nos mostra que o Deus OOO e inexistente , quando NAUFRAGAR , poderemos avancar.



(Atenção moderação: Isto são só hipóteses dentro de uma argumentação, não estou afirmando nada - segurem a tesoura! :p )


isto sao ad-hominens .
mal-ajambrados como argumentacao hipotetica .
vc ja tentou isto muitas vezes , nao e novidade alguma .
como vc clamou por debate sincero e honesto (que sempre apresento) , nao posso deixar vc apresentar menos que seu potencial nisto .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Adriane Cunha em Qua 05 Ago 2009, 9:30 pm

Em tempo... 1- Não será permitido:

a. Qualquer tipo de escárnio, desrespeito, irreverência ou o uso indevido do nome de Deus; assim como postagem de materias de origem "Satânica";


cafezinho "Sempre fica um pouco de perfume nas mãos que oferecem flores."

Adriane Cunha
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4899
flag : Israel
Data de inscrição : 03/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Luís em Qua 05 Ago 2009, 9:44 pm

Adriane Cunha escreveu:
Aguardaremos uma atitude por parte do Pr. Roberto acerca do post acima. Logo após, estaremos editando as palavras que denigrem Deus. Em Cristo Jesus...

Não denigrem coisa nenhuma! Foi colocado como hipótese (SE), não como afirmação! Assim não dá para argumentar... ai, caramba!

De qualquer maneira, a censura (saudades da ditadura...) mostra que acertei na mosca meu argumento: Art não pensa que "Deus" só o que afirma, pensa muito mais, mas ele esconde... PORQUE?


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Luís em Qua 05 Ago 2009, 10:05 pm

Articulador escreveu:

Limpe as lentes do óculos Luis (e a memória seletiva) , eu sempre falei claramente neste fórum sobre os atributos divinos. Em CADA uma das mensagens em que vc tentava (inutilmente) discorrer sobre a inexistência de Deus .
Mostre uma única passagem onde eu afirme textualmente "Deus não existe" e passo a concordar contigo (jamais pensei isto, não tenho como ter afirmado).

Realmente não me lembro de jamais ter te visto dar tua clara opinião sobre o que é "Deus" (e se é um 'espirito'(sic) então só pode versar sobre sua "personalidade", já que corpo/massa não possui). E não acredito que o tenhas feito, pois isto não faz sentido entre crentes.

Tenha dó da minha memória falha! Será que custa tanto assim, repetir uma vez que seja? É coisa para se esconder, é? Ou só faz sentido à sombra e não à luz?


Isto sao ad-hominens.
Mal-ajambrados como argumentacao hipotetica .
Vc ja tentou isto muitas vezes, nao é novidade alguma .
como vc clamou por debate sincero e honesto (que sempre apresento , nao posso deixar vc apresentar menos que seu potencial nisto.

Ad hominens? O suposto espírito, entidade, ser etc., onipotente e criador do Universo - "Deus"- é tão semelhante ao homem MODERADO! De forma que acusar-me de ad hominem contra esta "coisa" não faz absolutamente nenhum sentido! A não ser que....

Sem te dares conta, acabas de confessar, num ato risível, que "Deus" é o que sempre se soube: uma projeção antropomórfica. E nenhuma projeção antropomórfica pode ser eventual criador do universo que justamente o contém.

Estamos tendo progressos Art, estamos sim! positivinho


Última edição por Adriane Cunha em Qua 05 Ago 2009, 10:20 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Desrespeito, irreverência e uso indevido do nome de Deus...)


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Jarbas em Qua 05 Ago 2009, 11:18 pm

Luís escreveu:.
MA-GA-VI-LHO-SO!! palminhas palminhas palminhas

Agora me digam: O que é "Deus"?

Será que vou virar avô e não vou ouvir isto justo num site que supostamente sabe o que é isto?

Num vai dar tempo não, seu tempo está acabando... eba :risadinha:



Maranata.



"Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem."  (Lucas 21 : 36)

"Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;"  (II Pedro 2 : 9)


"PERECE o justo, e não há quem considere isso em seu coração, e os homens compassivos são recolhidos, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal."  (Isaías 57 : 1)


"O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio."
  (Provérbios 8 : 13)

Jarbas
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 14973
Localização : Goiânia - Go
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Convidad em Qui 06 Ago 2009, 7:36 pm

Luís escreveu:
Articulador escreveu:

Limpe as lentes do óculos Luis (e a memória seletiva) , eu sempre falei claramente neste fórum sobre os atributos divinos. Em CADA uma das mensagens em que vc tentava (inutilmente) discorrer sobre a inexistência de Deus .
Mostre uma única passagem onde eu afirme textualmente "Deus não existe" e passo a concordar contigo (jamais pensei isto, não tenho como ter afirmado).

af , para vai ...
vc já me fez provar isto DUAS vezes (daí a memória seletiva) , e vive a dizer a qualificar Deus de 'imprint infantil' e congeneres , o que todo mundo aqui ficou 'careca' de ouvir.
abandone as escoras , parta para a argumentação franca .

Realmente não me lembro de jamais ter te visto dar tua clara opinião sobre o que é "Deus" (e se é um 'espirito'(sic) então só pode versar sobre sua "personalidade", já que corpo/massa não possui). E não acredito que o tenhas feito, pois isto não faz sentido entre crentes.

ACIMA . positivinho
(vou precisar citar um link de uma msg duas postagens antes ?!!!)
aguardo sua tréplica !


Isto sao ad-hominens.
Mal-ajambrados como argumentacao hipotetica .
Vc ja tentou isto muitas vezes, nao é novidade alguma .
como vc clamou por debate sincero e honesto (que sempre apresento , nao posso deixar vc apresentar menos que seu potencial nisto.

Ad hominens? O suposto espírito, entidade, ser etc., onipotente e criador do Universo - "Deus"- é tão semelhante ao homem MODERADO! De forma que acusar-me de ad hominem contra esta "coisa" não faz absolutamente nenhum sentido! A não ser que....

eu não preciso contra-argumentar contra ad-hominens luís ,isto é uma falácia conhecida (além de ferir regras que vc conhece) , quando e SE , vc debater sem este ranço , estou aqui , como vc sabe .

Sem te dares conta, acabas de confessar, num ato risível, que "Deus" é o que sempre se soube: uma projeção antropomórfica. E nenhuma projeção antropomórfica pode ser eventual criador do universo que justamente o contém.

Estamos tendo progressos Art, estamos sim! positivinho


fora o palavrório , DEMONSTRE o que vc ''imaginou'' que eu admiti , nem sei do que está a parlar . O resumo até aqui é que vc ainda não replicou minha mensagem , agora tem outra coisa a notar (isto sim , risivelmente) em tua mensagem :

Luis desafia (mais uma vez!!!) : Mostre uma única passagem onde eu afirme textualmente "Deus não existe"
Luís se condena (mais uma vez!!!) : "Deus" é o que sempre se soube: uma projeção antropomórfica

vamos lá , vc pode melhor que isto . :p

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Luís em Qui 06 Ago 2009, 9:50 pm

Hehe! Hehe! :) Hehe! Hehe! :)


Meu vinho chileno está acabando! Vou dormir!

Hehe! Hehe! :) Hehe! Hehe! :)


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Jarbas em Qui 06 Ago 2009, 10:03 pm

Luís escreveu:Hehe! Hehe! :) Hehe! Hehe! :)


Meu vinho chileno está acabando! Vou dormir!

Hehe! Hehe! :) Hehe! Hehe! :)

Agora descobri porque vc fala tanta besteira... oh my

É por causa do vinho né... :risadinha:

Beba com moderação e pare de falar abobrinha... humm... gargalhada



Maranata.



"Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem."  (Lucas 21 : 36)

"Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;"  (II Pedro 2 : 9)


"PERECE o justo, e não há quem considere isso em seu coração, e os homens compassivos são recolhidos, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal."  (Isaías 57 : 1)


"O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio."
  (Provérbios 8 : 13)

Jarbas
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 14973
Localização : Goiânia - Go
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Luís em Sex 07 Ago 2009, 6:18 pm

Jarbas escreveu:
Luís escreveu:Hehe! Hehe! :) Hehe! Hehe! :)


Meu vinho chileno está acabando! Vou dormir!

Hehe! Hehe! :) Hehe! Hehe! :)

Agora descobri porque vc fala tanta besteira... oh my

É por causa do vinho né... :risadinha:

Beba com moderação e pare de falar abobrinha... humm... gargalhada

Maranata.

Jarbas,

Beba, mesmo que com moderação, bons vinhos, chilenos e argentinos, e vais passar a falar maravilhosas "abrobronas" Hehe! Hehe! :)


Abraçooooo! positivinho


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Jarbas em Sex 07 Ago 2009, 7:53 pm

Luís escreveu:
Jarbas escreveu:
Luís escreveu:Hehe! Hehe! :) Hehe! Hehe! :)


Meu vinho chileno está acabando! Vou dormir!

Hehe! Hehe! :) Hehe! Hehe! :)

Agora descobri porque vc fala tanta besteira... oh my

É por causa do vinho né... :risadinha:

Beba com moderação e pare de falar abobrinha... humm... gargalhada

Maranata.

Jarbas,

Beba, mesmo que com moderação, bons vinhos, chilenos e argentinos, e vais passar a falar maravilhosas "abrobronas" Hehe! Hehe! :)


Abraçooooo! positivinho

Ti acho engraçado... :risadinha:

Vc enche a cara de vinho e depois vem postar no forum né... gargalhada

Por isso que tu falas essas pérolas né... eba :risadinha:



Maranata.



"Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem."  (Lucas 21 : 36)

"Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;"  (II Pedro 2 : 9)


"PERECE o justo, e não há quem considere isso em seu coração, e os homens compassivos são recolhidos, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal."  (Isaías 57 : 1)


"O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio."
  (Provérbios 8 : 13)

Jarbas
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 14973
Localização : Goiânia - Go
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Adriane Cunha em Sab 08 Ago 2009, 6:46 pm

Meninos! Vigiem o "flood"! Em Cristo Jesus...


cafezinho "Sempre fica um pouco de perfume nas mãos que oferecem flores."

Adriane Cunha
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4899
flag : Israel
Data de inscrição : 03/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A RACIONALIDADE DO CRISTIANISMO

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 9:09 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum