.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
50 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 50 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Não é fácil para um cientista evolucionista criticar a Darwin

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Não é fácil para um cientista evolucionista criticar a Darwin

Mensagem por dedo-duro em Qui 09 Jul 2009, 5:47 pm

Eduardo escreveu:Woese ‘falou e disse’: chegou a hora de irmos além da “doutrina” do ancestral comum, capice?


Quando
eu escrevo aqui neste blog que o darwinismo tem ares de “religião”, a
Nomenklatura científica esperneia, a galera dos meninos e meninas de
Darwin grita tresloucadamente, e a Grande Mídia tupiniquim e
internacional pemanece silenciosa como convém a toda amante se portar
em público.

Neste artigo, Woese ‘falou e disse’: “chegou a hora
de irmos além da Doutrina do Ancestral Comum”, p. 8745. NOTA BENE:
DOUTRINA, Woese não chamou de princípio ou hipótese, mas de DOUTRINA.
Eu não posso dizer outra coisa e concordar com Woese: é preciso ir além
da DOUTRINA DO ANCESTRAL COMUM, e que venha logo a nova teoria geral da
evolução, SÍNTESE EVOLUTIVA AMPLIADA, que não será selecionista,
contrariando a hipótese de Darwin.

PDF gratuito no PNAS [108 KB, 6 páginas]

On the evolution of cells

1. Carl R. Woese

Author Affiliations

1.
Department of Microbiology, University of Illinois at Urbana-Champaign,
601 South Goodwin Avenue, B103 Chemical and Life Sciences Laboratory,
Urbana, IL 61801-3709

1. Contributed by Carl R. Woese

Abstract

A
theory for the evolution of cellular organization is presented. The
model is based on the (data supported) conjecture that the dynamic of
horizontal gene transfer (HGT) is primarily determined by the
organization of the recipient cell. Aboriginal cell designs are taken
to be simple and loosely organized enough that all cellular componentry
can be altered and/or displaced through HGT, making HGT the principal
driving force in early cellular evolution. Primitive cells did not
carry a stable organismal genealogical trace. Primitive cellular
evolution is basically communal. The high level of novelty required to
evolve cell designs is a product of communal invention, of the
universal HGT field, not intralineage variation. It is the community as
a whole, the ecosystem, which evolves. The individual cell designs that
evolved in this way are nevertheless fundamentally distinct, because
the initial conditions in each case are somewhat different. As a cell
design becomes more complex and interconnected a critical point is
reached where a more integrated cellular organization emerges, and
vertically generated novelty can and does assume greater importance.
This critical point is called the “Darwinian Threshold” for the reasons
given.

Footnotes

Abbreviations: HGT, horizontal gene transfer; SMA, supramolecular aggregate
Copyright © 2002, The National Academy of Sciences


http://pos-darwinista.blogspot.com/2008/10/woese-falou-e-disse-chegou-hora-de.html

Isso é a "complexidade irredutível" do Behe, com outra palavras. Cansei já de refutar isso por aqui.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não é fácil para um cientista evolucionista criticar a Darwin

Mensagem por dedo-duro em Qui 09 Jul 2009, 5:49 pm

Articulador escreveu:
dedo-duro escreveu:
Articulador escreveu:“embora nós já tenhamos um bom entendimento de como os organismos se adaptam ao ambiente, muito menos é conhecido sobre os mecanismos por detrás da origem das novidades evolucionárias, um processo que é indiscutivelmente diferente da adaptação (Wagner 2000).
"


simples e vero .

Qualquer pessoa que fez um colegial com aulas científicas, está ciente que o mecanismo da evolução são as mutações randômicas nos genes.

Wagner tem 'um pouquiho' mais que colegial científico .
até porque é muito comôdo jogar a culpa em 'randomicidades' , quando não se tem explicação nenhuma , mero ad-hoc como habitual no evolucionismo .

A mutação á tida como randômica, por que ainda não se conhece suficientemente sobre seu funcionamento. A Seleção natural, por sua vez, não é randômica, pois confere a sobrevivência ao mais apto.


Última edição por dedo-duro em Qui 09 Jul 2009, 5:50 pm, editado 1 vez(es)

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não é fácil para um cientista evolucionista criticar a Darwin

Mensagem por Eduardo em Qui 09 Jul 2009, 5:49 pm


"Árvore da Vida" de Darwin sofre ataque na base





A
"árvore da vida" de Darwin está sofrendo outro golpe. A raiz da vida
multicelular deveria ser o mais simples, o mais primitivo animal.
Agora, os cientistas estão considerando seriamente que a "mãe de todos
os animais" foi um animal complexo com intestino, tecidos, sistema
nervoso e um surpreendente display luminoso: uma água-viva, da família
dos ctenóforos. PhysOrg
preparou o anúncio como se fosse maximizar a surpresa: "E o primeiro
animal sobre a Terra foi..." Se o suspense está matando você, considere
o impacto sobre os cientistas que, com recursos para pesquisa da
National Science Foundation, concluíram que foi uma água-viva. Casey
Dunn exclamou: "Isso foi totalmente um choque. Tão chocante que
pensamos inicialmente que algo tinha dado errado."

As
águas-vivas são mais complexas do que as esponjas, há muito tempo
consideradas como os animais mais primitivos porque não dispõem de
tecidos e órgãos. Colocar uma água-viva na base da árvore de Darwin
leva o mistério da evolução dos tecidos complexos para um passado
inobservável.

Dunn disse que as antigas águas-vivas
provavelmente pareciam diferentes das atuais, mas um fóssil de
água-viva encontrado ano passado nas rochas fossilíferas do período
Cambriano na China parecia essencialmente moderno. Ele foi datado como
do início do período Cambriano — supostamente com 540 milhões de anos.

Science Daily
começou seu relato com um sumário do impacto: "Uma nova pesquisa
mapeando a história evolucionária dos animais indica que o primeiro
animal da Terra — uma criatura misteriosa cujas características somente
podem ser inferidas de fósseis e de pesquisas com animais vivos — foi
provavelmente mais significantemente mais complexo do que previamente
crido." Um título secundário foi "Sacudindo a árvore da vida".

Ironia do destino: essa notícia foi capa da revista Nature de 10 de abril deste ano, com o título "Relações ampliadas".

Na
ilustração abaixo está a tal "árvore da vida" (interessante essa
tentativa de paráfrase de outra árvore da vida registrada em
Gênesis...), que constava, ilustrada de forma bem mais simples, do
livro A Origem das Espécies. Cada vez mais, parece que a tal "árvore" de Darwin está mais para "gramado".


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não é fácil para um cientista evolucionista criticar a Darwin

Mensagem por Convidad em Qui 09 Jul 2009, 5:54 pm

dedo-duro escreveu:
Eduardo escreveu:A arcaica teoria de Darwin será substituida pela nova teoria geral da evolução - a
Síntese Evolutiva Ampliada (2010) vai incorporar as teses de
complexidade irredutível (Michael Behe) e informação complexa
especificada (William Dembski)? Se não incorporar, a teoria proposta
pelos 16 de Altenberg será mais uma teoria ad hoc que vai precisar
urgentemente de um upgrade epistêmico, pois as evidências encontradas
na natureza apontam para essas duas premissas da teoria do Design
Inteligente.

Criacionismo travestido de teoria científica...

ateísmo travestido de ciência .
ciência real não elimina hipótese , SENÃO por provas .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não é fácil para um cientista evolucionista criticar a Darwin

Mensagem por dedo-duro em Qui 09 Jul 2009, 6:00 pm

lingua extranha

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não é fácil para um cientista evolucionista criticar a Darwin

Mensagem por famado em Sex 10 Jul 2009, 4:23 pm

Por que diabos os dinossauros, tendo existido entre 350 e 60 milhões de anos atrás (ou seja, 280 milhões de anos sobre a face da terra) não se tornaram inteligentes (nem uma especiezinha sequer se tornou inteligente) e o homem em um milhão de nos se tornou?

(um milhão de anos atrás seria quando teria vivido o ancestral comum entre o homem e o macaco)

famado
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3373
Idade : 48
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/02/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não é fácil para um cientista evolucionista criticar a Darwin

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 9:54 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum