.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
65 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 65 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por dedo-duro em Ter 07 Abr 2009, 4:44 pm

articulador escreveu:nclusive refutando o HOAX (este sim) que vocês vivem a espalhar de que homossexualismo seria genético .

O estudo dá uma falsa refutação à teoria de que o homossexualismo seja genético. Usa estudos ANTEORIORES (década de 90) às pesquisas no campo génetico (2005) como refutação. Não usa outra pesquisa da ciência genética para rebater.

E mesmo que homossexualismo seja escolha, que direito teria uma pessoa de interferir na vida sexual de outrem? Isto é, que danos o homossexualismo traria a um heterossexual? Ao meu ver nenhum. Os GLBTS só estariam procurando um meio de ser felizes. Assim não há porque penalizá-los, recriminá-los ou discriminá-los.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Convidad em Ter 07 Abr 2009, 5:15 pm

dedo-duro escreveu:
Articulador escreveu:
dedo-duro escreveu:Esse texto está bem-feito. Falei do blog como um todo.

exemplo ???

a adjetivação genérica é o que resta quando as pessoas não tem como refutar as bases apresentadas ... trata-se de um recurso de desespero . A matéria não é apenas bem feita , está REPLETA de comprovações seculares , inclusive refutando o HOAX (este sim) que vocês vivem a espalhar de que homossexualismo seria genético .

Exemplo? No blog todo? Tá de brincadeira?

Veja este exemplo em que ele sutilmente chama os gays de criminosos e amantes do crime:

"Na realidade, 20 a 25% dos homens da pesquisa tinham passagem pela prisão e 5% podem ter sido garotos de programa.4 É como fazer uma pesquisa para descobrir a porcentagem da população que gosta de tomar sorvete e realizá-la numa sorveteria, entrevistando os clientes."

rs...não me lembro estatísticas serem ad-hominens :risadinha: ,
vamos ver seu ''argumento'' , sem a má interpretação e misquotation que você fez da prova de Severo :

Mito 1: 10% da população são homossexuais.
Você já ouviu isso antes? Não acredite. Esse mito se espalhou quando defensores do homossexualismo começaram a citar erroneamente um livro famoso de Alfred Kinsey do final da década de 1940, chamado A Conduta Sexual do Homem (parece algo que se lê escondido para não passar vergonha, não é?). O objetivo de Kinsey era fornecer análise científica da sexualidade humana, sendo o homossexualismo apenas um dos vários aspectos comentados. Infelizmente, constatou-se mais tarde que seus métodos de pesquisa eram tendenciosos porque os homens entrevistados tiveram mais experiências homossexuais que o normal. Na realidade, 20 a 25% dos homens da pesquisa tinham passagem pela prisão e 5% podem ter sido garotos de programa.4 É como fazer uma pesquisa para descobrir a porcentagem da população que gosta de tomar sorvete e realizá-la numa sorveteria, entrevistando os clientes.



Fatos
Um artigo do Wall Street Journal, “Os homossexuais e o erro dos 10%”, demonstrou que menos de 5% da população já tiveram algum tipo de contato homossexual. Além dessa afirmação, também explica que “apenas 3% dos homens e quantidade bem menor de mulheres afirmam ser bissexuais ou exclusivamente homossexuais”. Essas descobertas vieram da análise de mais de 30 pesquisas nos Estados Unidos, Europa e Escandinávia.8
+ O Instituto Alan Guttmacher descobriu que 2,3% dos “homens sexualmente ativos entre 20 e 39 anos de idade tiveram algum tipo de atividade sexual com indivíduo do mesmo sexo nos últimos 10 anos”, e apenas 1,1% deles foram exclusivamente homossexuais nesse período de tempo.9

Ora dedo , que tiro no.....dedo .
você não provou ad-hominem algum , apenas que Severo estava certo , e que no meio da amostragem populacional que Kinsey escolheu , HAVIA MESMO mais homossexuais (ou o pesquisador era um mentiroso para defender o homossexualismo,pode escolher) .

dedo-duro escreveu:
articulador escreveu:nclusive refutando o HOAX (este sim) que vocês vivem a espalhar de que homossexualismo seria genético .

O estudo dá uma falsa refutação à teoria de que o homossexualismo seja genético. Usa estudos ANTEORIORES (década de 90) às pesquisas no campo génetico (2005) como refutação. Não usa outra pesquisa da ciência genética para rebater.

E mesmo que homossexualismo seja escolha, que direito teria uma pessoa de interferir na vida sexual de outrem? Isto é, que danos o homossexualismo traria a um heterossexual? Ao meu ver nenhum. Os GLBTS só estariam procurando um meio de ser felizes. Assim não há porque penalizá-los, recriminá-los ou discriminá-los.

mera desculpa , os nomes citados não apenas dizem que não há comprovação genética , mas que tudo indica ser COMPORTAMENTAL , e este nomes não são religiosos , ao contrários , são expoentes do liberalismo sexual , como Dr. Joseph Nicolosi, Willian Masters e Virgínia Johnson , Kinsey etc ... Ademais isto está em consoância com as fontes da Dra Márcia . Agora se tem algo para combater estas posições de especialistas de vocês mesmos (liberais) , favor apresentar , porque a ciência desconhece qualquer estudo que tenha vingado a prova a geneticidade do homossexualismo .

o resto é continuação de argumentação desonesta , tentando DESESPERADAMENTE ligar o direito de debate da prática , com discriminação à pessoa , pura manobra escapista . Não é porque algo não me trás prejuízo (direto , porque eu acho que trás sim , à sociedade) , que devo ser impedido de argumentar sobre a questão . Eles querem se felizes ? ótimo , queremos o mesmo para eles , e as estatísticas (não os hoax que vcs criam) , PROVAM que a felicidade está no modo heterossexual de ser da humanidade ...

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Convidad em Ter 07 Abr 2009, 5:26 pm

deixando claro os argumentos dos pesquisadores que estamos citando :


“O Dr. Joseph Nicolosi salienta que já examinou todos os tipos de literatura científica que têm relação com os supostos princípios biológicos da homossexualidade: ‘Eu mesmo revisei toda a literatura... e certamente não acredito, e acho que nenhum cientista realmente acredita, que haja predeterminação para a orientação sexual.

“Ninguém menos que a grande autoridade no assunto, o próprio Alfred Kinsey, conforme citado por W.B. Pomeroy, seu pesquisador adjunto, declara: ‘Eu mesmo cheguei à conclusão de que a homossexualidade é, em grande escala, uma questão de condicionamento.’

Talvez isso explique porque os especialistas em sexo Masters e Johnson enfatizem: ‘É de grande importância que todos os profissionais da área de saúde mental tenham em mente que o homossexual masculino ou feminino é basicamente um homem ou uma mulher por determinação genética, com orientação homossexual por preferência aprendida’.”

O psicólogo americano Gary Collins acredita que o fator de maior influência é, no entanto, o que envolve pais e filhos. Ele afirma: “Teorias psicanalíticas afirmam que a homossexualidade afeta os homens criados em famílias onde o pai é uma figura passiva e ineficaz, enquanto a mãe é dominadora. A mãe ensina sutilmente o filho a ser passivo e dedicado a ela. Ele não tem um exemplo masculino forte a seguir e logo descobre que é menos competente que os companheiros para relacionar-se com as meninas.



+ Dr. Reuben Fine, diretor do Centro para Treinamento Psicoanalítico de Nova Iorque, diz: “É paradoxal que, embora grupos homossexuais politicamente ativos neguem a possibilidade de mudança, todos os estudos de Schrenck-Notzing revelaram resultados positivos, independentemente do método de tratamento utilizado... uma porcentagem considerável de homossexuais assumidos se tornou heterossexual”.49

+ A Associação Nacional para Pesquisa Psicoanalítica e Terapia de Homossexualismo, segundo o Dr. Joseph Nicolosi, psicólogo clínico dessa organização, acredita que o homossexualismo é reversível e problema de desenvolvimento tratável. 50

+ Existe inclusive o Dia Nacional do Ex-Homossexual, celebrado anualmente. O objetivo é “proporcionar visão cristã — mostrar às pessoas que muitos de nós abandonamos o homossexualismo, e que estamos dispostos a ajudar quem deseja fazer o mesmo”.51



outros dados e fontes:
http://drleadnet.com/textos/homossexualismo.htm
http://juliosevero.blogspot.com/2003_08_01_archive.html


Última edição por Articulador em Ter 07 Abr 2009, 5:30 pm, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por dedo-duro em Ter 07 Abr 2009, 5:26 pm

Alguém não pescou a malícia da analogia da sorveteria. oh my Não vou explicitar para não causar mais confusão.

E desespero é o seu que tenta rebater pesquisas de 2005 com fontes da década de 90, quando sequer havia terminado o sequenciamento do DNA. Tenta rebater estudos de ponta com estudos ultrapassados.

E outra: Não sei como estatísticas podem provar algo tão subjetivo quanto a felicidade. O que faz José feliz não o mesmo que João feliz etc. Pra lá de falacioso. Somente o indivíduo pode saber o que lhe traz a felicidade.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Convidad em Ter 07 Abr 2009, 5:37 pm

dedo-duro escreveu:Alguém não pescou a malícia da analogia da sorveteria. oh my Não vou explicitar para não causar mais confusão.

E desespero é o seu que tenta rebater pesquisas de 2005 com fontes da década de 90, quando sequer havia terminado o sequenciamento do DNA. Tenta rebater estudos de ponta com estudos ultrapassados.

E outra: Não sei como estatísticas podem provar algo tão subjetivo quanto a felicidade. O que faz José feliz não o mesmo que João feliz etc. Pra lá de falacioso. Somente o indivíduo pode saber o que lhe traz a felicidade.


que pesquisas de 2005 dedo ?, quais , onde (que provem geneticidade do desejo homossexual) ?..não invente . E que 'argumento' é estes de 'João feliz' ? Não estamos discutindo João , Zé ou Mané , estamos discutindo , a PRATICA , e suas consequências para a maioria , para isto as pesquisas são relevantes (ah , esqueço , pesquisas só são relevantes quando confirmam a sua posição ateísta) .

Outra : não precisamos nos limitar aos conceitos de vocês de felicidade momentânea ... , você se esquece que não somos ateus , e portanto podemos (e devemos) falar de nossa crença , inclusive da cobrança a quem desviar o propósito familiar de Deus . Se esquece mais ainda , que nem mesmo todos os homossexuais são ateus (vide as declarações de Clodovil) , e muitos vivem em conflito com sua crença , quer convencer eles ao ateísmo ? ótimo faça , mas há também os que querem um recomposição de suas vidas perante o Criador , o convencimento é pelo debate , não por amordaçar uma das posições ideológicas .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por dedo-duro em Ter 07 Abr 2009, 6:20 pm

O sequenciamento de DNA humano só ocorreu em 2003. Somente em 2005 coemçaram a pipocar os estudos sobre genética comportamental do homossexualismo.

Esclarecido isso, tenho a salientar que minha crítica não está vinculada ao ateísmo. Os GLBTS tem toda liberdade de escolher a crença que bem entendem. Só acho, da minha parte, sem querer convencer ninguém, que os homossexuais são muito mal tratados pelos fundamentalistas; creio que um convívio com religiosos mais liberais seria mais proveitoso a eles. Mas isso depende de cada um. Minhas críticas ao teísmo permaneceram as mesmas, independente da vida sexual da pessoa com que discuto.

Seu apelo a maioria, articulador, também é falacioso, pois entre os heterossexuais há muitas pessoas sem preconceito, que não ligam para como os GLBTS buscam a felicidade. Também devemos esquecer dos direitos das minorais, pois, caso contrário, a democracia seria a ditadura da maioria.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Convidad em Ter 07 Abr 2009, 8:12 pm

dedo-duro escreveu:O sequenciamento de DNA humano só ocorreu em 2003. Somente em 2005 coemçaram a pipocar os estudos sobre genética comportamental do homossexualismo.

Esclarecido isso, tenho a salientar que minha crítica não está vinculada ao ateísmo. Os GLBTS tem toda liberdade de escolher a crença que bem entendem. Só acho, da minha parte, sem querer convencer ninguém, que os homossexuais são muito mal tratados pelos fundamentalistas; creio que um convívio com religiosos mais liberais seria mais proveitoso a eles. Mas isso depende de cada um. Minhas críticas ao teísmo permaneceram as mesmas, independente da vida sexual da pessoa com que discuto.

Seu apelo a maioria, articulador, também é falacioso, pois entre os heterossexuais há muitas pessoas sem preconceito, que não ligam para como os GLBTS buscam a felicidade. Também devemos esquecer dos direitos das minorais, pois, caso contrário, a democracia seria a ditadura da maioria.


não adianta ficar circundando sobre sequênciamento de DNA , a questão é simples , não existe prova alguma de geneticidade do comportamento homossexual , mas ao contrário há , um calhamaço de pessoas que mudaram seus comportamentos , e a palavra de renomados psicólogos ateus/liberais . Como eu disse , o senso-comum nos apresenta na natureza a obviedade de que o heterossexualismo é a regra muito dominante , e não existe na natureza o homossexual exclusivo (só o eventual) .

Então veja bem o que a sociedade moderna quer incutir na marra : de 45000 vertebrados (espécies) , NENHUMA tem comportamento exclusivamente homossexual , NIHILL , NULL ... e menos de 1% (450) tem algum homossexualismo eventual . Nestas horas vocês esquecem daquele papo de 'sou cético , quero provas' , e assumem tudo que a sociedade liberalista apresenta a vocês .

Está criando mais uma falácia , para somar às anteriores , discutir as práticas deles não tira direito algum do homossexual , e não impõe ditadura alguma , tanto é verdade que hoje eles são livres (e aplaudidos até) por fazerem passeatas gays , MAS se alguém tentar fazer uma passeata contra a PRÁTICA gay , você sabe que dará confusão . Ou seja , hoje o preconceito já é contra a maioria , é o que chamamos 'ditadura gay' , que inclusive o próprio Clodovil reclamou no vídeo .

Se estivermos um dia em minoria nesta questão (o que é muito provável e está próximo de acontecer) , podemos usar sua própria argumentação , resguardar o direito de livre expressão da minoria , para que não se torne uma ditadura conceitual , e neste caso corretamente , pois teríamos retirado um direito fundamental da raça-humana (este sim próprio da biologia do que é ser-homem) , o direito de livre expressão da consciência e crença .

Então vou fazer uma pergunta , me responda com sinceridade , que te isento das falácias que você cometeu até agora : SE você fosse religioso , SOUBESSE (como nós , pela crença) que o homossexualismo tem implicações sérias , não só para a felicidade deles em vida (o que estatísticas corroboram) , mas no pós-vida , você iria ou não querer que seu direito de se expressar sobre isto fosse garantido ?

havendo sinceridade na resposta , estamos conversados .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por dedo-duro em Ter 07 Abr 2009, 10:31 pm

Articulador escreveu:
dedo-duro escreveu:O sequenciamento de DNA humano só ocorreu em 2003. Somente em 2005 coemçaram a pipocar os estudos sobre genética comportamental do homossexualismo.

Esclarecido isso, tenho a salientar que minha crítica não está vinculada ao ateísmo. Os GLBTS tem toda liberdade de escolher a crença que bem entendem. Só acho, da minha parte, sem querer convencer ninguém, que os homossexuais são muito mal tratados pelos fundamentalistas; creio que um convívio com religiosos mais liberais seria mais proveitoso a eles. Mas isso depende de cada um. Minhas críticas ao teísmo permaneceram as mesmas, independente da vida sexual da pessoa com que discuto.

Seu apelo a maioria, articulador, também é falacioso, pois entre os heterossexuais há muitas pessoas sem preconceito, que não ligam para como os GLBTS buscam a felicidade. Também devemos esquecer dos direitos das minorais, pois, caso contrário, a democracia seria a ditadura da maioria.


não adianta ficar circundando sobre sequênciamento de DNA , a questão é simples , não existe prova alguma de geneticidade do comportamento homossexual , mas ao contrário há , um calhamaço de pessoas que mudaram seus comportamentos , e a palavra de renomados psicólogos ateus/liberais . Como eu disse , o senso-comum nos apresenta na natureza a obviedade de que o heterossexualismo é a regra muito dominante , e não existe na natureza o homossexual exclusivo (só o eventual) .

Então veja bem o que a sociedade moderna quer incutir na marra : de 45000 vertebrados (espécies) , NENHUMA tem comportamento exclusivamente homossexual , NIHILL , NULL ... e menos de 1% (450) tem algum homossexualismo eventual . Nestas horas vocês esquecem daquele papo de 'sou cético , quero provas' , e assumem tudo que a sociedade liberalista apresenta a vocês .

Está criando mais uma falácia , para somar às anteriores , discutir as práticas deles não tira direito algum do homossexual , e não impõe ditadura alguma , tanto é verdade que hoje eles são livres (e aplaudidos até) por fazerem passeatas gays , MAS se alguém tentar fazer uma passeata contra a PRÁTICA gay , você sabe que dará confusão . Ou seja , hoje o preconceito já é contra a maioria , é o que chamamos 'ditadura gay' , que inclusive o próprio Clodovil reclamou no vídeo .

Se estivermos um dia em minoria nesta questão (o que é muito provável e está próximo de acontecer) , podemos usar sua própria argumentação , resguardar o direito de livre expressão da minoria , para que não se torne uma ditadura conceitual , e neste caso corretamente , pois teríamos retirado um direito fundamental da raça-humana (este sim próprio da biologia do que é ser-homem) , o direito de livre expressão da consciência e crença .

Então vou fazer uma pergunta , me responda com sinceridade , que te isento das falácias que você cometeu até agora : SE você fosse religioso , SOUBESSE (como nós , pela crença) que o homossexualismo tem implicações sérias , não só para a felicidade deles em vida (o que estatísticas corroboram) , mas no pós-vida , você iria ou não querer que seu direito de se expressar sobre isto fosse garantido ?

havendo sinceridade na resposta , estamos conversados .

Sim concordo que haja somente 450 espécies em se verificou homossexualismo. Mas as espécies que apresetaram tal comportamento são em sua grande maioria mamíferos. Isso indica que somente espécies mais desenvolvidos se engajam em atividades sexuais não-reprodutivas. Assim não importa se escorpiões ou lagartos tem ausentes o comportamento homossexual, pois são ramos evolutivos diversos do ser humano. Importa que os primatas, mais semelhantes aos humanos, tenham essa prática como comum. Veja o que diz a doutrina de nossa legislação:

Não é contra a natureza - Em 1979, uma pesquisa sobre o comportamento das baleias orcas, observou pela primeira vez, a homossexualidade entre os machos da espécie. Já em 1999, foi lançada uma pesquisa bastante completa e abrangente sobre a homossexualidade na natureza. Em seu livro Biological Exuberance - Animal Homosexuality and Natural Diversity(1), o pesquisador Bruce Bagemihl analisou mais de 400 espécies, na maioria mamíferos e aves, todas praticantes, em maior ou menor grau, de hábitos homossexuais. A pesquisa mostra, inclusive, que as relações homossexuais na natureza não são fruto de "confusão" do instinto, aberração ou falta de fêmeas. Pode-se dizer que, a maioria dos animais homossexuais é assim porque é. O autor indica que a homossexualidade animal é muito comum em quase todas as espécies de mamíferos. Se por um lado se estima que cerca de 10% dos seres humanos são homossexuais(2), no reino animal, essa parcela pode chegar a 27% dos indivíduos de uma mesma espécie.

http://www.coturnodevenus.org.br/leisejuris/diversidadesexual.htm

Sobre sua pergunta, eu sinceramente achei um absurdo. Não penso que homossexualismo seja doença nem que os GLBTS sejam infelizes (exceção da infelicidade causada por heterossexualistas preconceituosos). Também não acredito no direito divino, no céu ou no inferno. E que história é essa de saber via a crença? a crença só tem esse nome porque não sabemos do que falamos, isto é, ela só existe para preencher o vácuo do que não sabemos. Assim eu possuo crença, você possui crenças, todos possuem. Mas a ela não é uma verdade demonstrada. É só uma opinião e assim deve ser tratada: nunca deve ser obrigatória.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Jan Mozol em Ter 07 Abr 2009, 11:22 pm

Não é contra a natureza - Em 1979, uma pesquisa sobre o comportamento das baleias orcas, observou pela primeira vez, a homossexualidade entre os machos da espécie. Já em 1999, foi lançada uma pesquisa bastante completa e abrangente sobre a homossexualidade na natureza. Em seu livro Biological Exuberance - Animal Homosexuality and Natural Diversity(1), o pesquisador Bruce Bagemihl analisou mais de 400 espécies, na maioria mamíferos e aves, todas praticantes, em maior ou menor grau, de hábitos homossexuais. A pesquisa mostra, inclusive, que as relações homossexuais na natureza não são fruto de "confusão" do instinto, aberração ou falta de fêmeas. Pode-se dizer que, a maioria dos animais homossexuais é assim porque é. O autor indica que a homossexualidade animal é muito comum em quase todas as espécies de mamíferos. Se por um lado se estima que cerca de 10% dos seres humanos são homossexuais(2), no reino animal, essa parcela pode chegar a 27% dos indivíduos de uma mesma espécie.

http://www.coturnodevenus.org.br/leisejuris/diversidadesexual.htm

Hehe!
olha as fontes:
Bruce Bagemihl:
ele mesmo diz:
De saída, ele rechaça a insinuação de que seu trabalho pretende justificar o homossexualismo em humanos mostrando que é natural entre os animais. "Animais fazem muitas coisas que os humanos não acham aceitáveis, como canibalismo e incesto. Nós também fazemos várias coisas que eles não fazem, como usar roupas ou cozinhar", diz.
pois é a comparação é na mosca.
"Não podemos estabelecer conexões entre animais e seres humanos. Não dá para afirmar que os motivos sejam os mesmos. Dito isso, não há dúvida de que o livro traz dados interessantes e novos."
Outra fonte:
Joan E. Roughgarden / Jonathan Roughgarden
no mesmo site a opinião desta pessoa é citada,detalhe o defensor é transgenero,antes era jonathan agora é joan...quer mais puxação de sardinha???
Ah sim...
Em 3º vem a formação de casais, talvez a categoria mais surpreendente de todas. Mais de 70 espécies de aves realizam casamentos duradouros de indivíduos do mesmo sexo. Essas uniões também são adotadas por 30 mamíferos. Leões e elefantes machos, por exemplo, costumam formar laços mais duradouros que pares heterossexuais.
vejam a forçada...70 especies de aves e 30 especies de mamiferos..bem diferente de 27% não???

Ele põe na mesma rede ,afagos,catações de piolho,demonstrações de corte..

Jan Mozol
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3574
Idade : 54
flag : Argentina
Data de inscrição : 27/04/2008

http://www.thundercnc.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Convidad em Qua 08 Abr 2009, 12:03 am

dedo-duro escreveu:
Articulador escreveu:
dedo-duro escreveu:O sequenciamento de DNA humano só ocorreu em 2003. Somente em 2005 coemçaram a pipocar os estudos sobre genética comportamental do homossexualismo.

Esclarecido isso, tenho a salientar que minha crítica não está vinculada ao ateísmo. Os GLBTS tem toda liberdade de escolher a crença que bem entendem. Só acho, da minha parte, sem querer convencer ninguém, que os homossexuais são muito mal tratados pelos fundamentalistas; creio que um convívio com religiosos mais liberais seria mais proveitoso a eles. Mas isso depende de cada um. Minhas críticas ao teísmo permaneceram as mesmas, independente da vida sexual da pessoa com que discuto.

Seu apelo a maioria, articulador, também é falacioso, pois entre os heterossexuais há muitas pessoas sem preconceito, que não ligam para como os GLBTS buscam a felicidade. Também devemos esquecer dos direitos das minorais, pois, caso contrário, a democracia seria a ditadura da maioria.


não adianta ficar circundando sobre sequênciamento de DNA , a questão é simples , não existe prova alguma de geneticidade do comportamento homossexual , mas ao contrário há , um calhamaço de pessoas que mudaram seus comportamentos , e a palavra de renomados psicólogos ateus/liberais . Como eu disse , o senso-comum nos apresenta na natureza a obviedade de que o heterossexualismo é a regra muito dominante , e não existe na natureza o homossexual exclusivo (só o eventual) .

Então veja bem o que a sociedade moderna quer incutir na marra : de 45000 vertebrados (espécies) , NENHUMA tem comportamento exclusivamente homossexual , NIHILL , NULL ... e menos de 1% (450) tem algum homossexualismo eventual . Nestas horas vocês esquecem daquele papo de 'sou cético , quero provas' , e assumem tudo que a sociedade liberalista apresenta a vocês .

Está criando mais uma falácia , para somar às anteriores , discutir as práticas deles não tira direito algum do homossexual , e não impõe ditadura alguma , tanto é verdade que hoje eles são livres (e aplaudidos até) por fazerem passeatas gays , MAS se alguém tentar fazer uma passeata contra a PRÁTICA gay , você sabe que dará confusão . Ou seja , hoje o preconceito já é contra a maioria , é o que chamamos 'ditadura gay' , que inclusive o próprio Clodovil reclamou no vídeo .

Se estivermos um dia em minoria nesta questão (o que é muito provável e está próximo de acontecer) , podemos usar sua própria argumentação , resguardar o direito de livre expressão da minoria , para que não se torne uma ditadura conceitual , e neste caso corretamente , pois teríamos retirado um direito fundamental da raça-humana (este sim próprio da biologia do que é ser-homem) , o direito de livre expressão da consciência e crença .

Então vou fazer uma pergunta , me responda com sinceridade , que te isento das falácias que você cometeu até agora : SE você fosse religioso , SOUBESSE (como nós , pela crença) que o homossexualismo tem implicações sérias , não só para a felicidade deles em vida (o que estatísticas corroboram) , mas no pós-vida , você iria ou não querer que seu direito de se expressar sobre isto fosse garantido ?

havendo sinceridade na resposta , estamos conversados .

Sim concordo que haja somente 450 espécies em se verificou homossexualismo. Mas as espécies que apresetaram tal comportamento são em sua grande maioria mamíferos. Isso indica que somente espécies mais desenvolvidos se engajam em atividades sexuais não-reprodutivas. Assim não importa se escorpiões ou lagartos tem ausentes o comportamento homossexual, pois são ramos evolutivos diversos do ser humano. Importa que os primatas, mais semelhantes aos humanos, tenham essa prática como comum. Veja o que diz a doutrina de nossa legislação:

Não é contra a natureza - Em 1979, uma pesquisa sobre o comportamento das baleias orcas, observou pela primeira vez, a homossexualidade entre os machos da espécie. Já em 1999, foi lançada uma pesquisa bastante completa e abrangente sobre a homossexualidade na natureza. Em seu livro Biological Exuberance - Animal Homosexuality and Natural Diversity(1), o pesquisador Bruce Bagemihl analisou mais de 400 espécies, na maioria mamíferos e aves, todas praticantes, em maior ou menor grau, de hábitos homossexuais. A pesquisa mostra, inclusive, que as relações homossexuais na natureza não são fruto de "confusão" do instinto, aberração ou falta de fêmeas. Pode-se dizer que, a maioria dos animais homossexuais é assim porque é. O autor indica que a homossexualidade animal é muito comum em quase todas as espécies de mamíferos. Se por um lado se estima que cerca de 10% dos seres humanos são homossexuais(2), no reino animal, essa parcela pode chegar a 27% dos indivíduos de uma mesma espécie.
http://www.coturnodevenus.org.br/leisejuris/diversidadesexual.htm

você está se especializando em argumentos irrelevantes dedo .
a) 450 espécies é 1% dos 45000 de VERTEBRADOS (portanto muitas destas são mamíferos , logo seu argumento de 'mamíferos' tem nenhuma relevância, pois se fossêmos incluir escorpiões , como você cita , seriam mais de milhões de espécies , reduzindo drasticamente o percentual , em prejuízo de sua 'tese') .

b) 1% que tem comportamentos ESPORÁDICOS (ou esqueceu desta importante palavrinha? que sozinha , prova que não tem nada de genético ?...) . Ou do alto de sua 'imparcialidade cética' , não lhe diz nada que não se verificou NENHUMA espécie com comportamento homossexual EXCLUSIVO ? (porque será que só no homem né ? eita genética parcial....)

c) sua fonte mente ao referênciar de novo os 10% , que no site do Julio e em outro que te passei já foram refutados (aquela historinha da pesquisa kinsey com garotos de programa e presidiários , e os relatores de outros especialistas , que apontaram SOMENTE de 1 a 3% , mais propenso ao 1% para os exclusivamente homossexuais) . Aliás nem precisa de estatistica , todo mundo sabe que não se acha um homossexual em meio a dez hetero , isto hoje , quanto menos não seriam nos tempos em que conceitos familiares era mais preservados .. Para outras referências , considere tb o post do Mozol , assim não tenho que ficar escrevendo muito .

Sobre sua pergunta, eu sinceramente achei um absurdo. Não penso que homossexualismo seja doença nem que os GLBTS sejam infelizes (exceção da infelicidade causada por heterossexualistas preconceituosos). Também não acredito no direito divino, no céu ou no inferno. E que história é essa de saber via a crença? a crença só tem esse nome porque não sabemos do que falamos, isto é, ela só existe para preencher o vácuo do que não sabemos. Assim eu possuo crença, você possui crenças, todos possuem. Mas a ela não é uma verdade demonstrada. É só uma opinião e assim deve ser tratada: nunca deve ser obrigatória.

Ou seja , não respondeu : eu fui bem claro com um SE (enorme) , você fosse cristão , e soubesse das implicações , você não quer responder porque sabe que a resposta te comprometeria , o que demonstra apenas que você apenas quer limitar o direito dos outros de proselitarem sua crença , sem justiça argumentativa . Então esqueça a pergunta que já está implicitamente respondida , e fique no meu direito , líquido e certo , de proselitar minha crença e fé , em outras palavras , não me aborreça com seu nazismo conceitual ....


Última edição por Articulador em Qua 08 Abr 2009, 12:09 am, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Convidad em Qua 08 Abr 2009, 12:08 am

Jan Mozol escreveu:

Em 3º vem a formação de casais, talvez a categoria mais surpreendente de todas. Mais de 70 espécies de aves realizam casamentos duradouros de indivíduos do mesmo sexo. Essas uniões também são adotadas por 30 mamíferos. Leões e elefantes machos, por exemplo, costumam formar laços mais duradouros que pares heterossexuais.
vejam a forçada...70 especies de aves e 30 especies de mamiferos..bem diferente de 27% não???

Ele põe na mesma rede ,afagos,catações de piolho,demonstrações de corte..

Além de ser uma forçada imensa (30 espécies em 45.000 dá , 0,0006% , desprezabilidade estatística) , também é uma indução à erro , já que não são as espécies que são homossexuais , e sim casos esporádicos que se DIFERENCIAM da espécie observada . Isto crendo (e eu duvido) na veracidade destes dados , já que este 'duradouro' tem que ser especificado tempo , e em que condições ambientais .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Jan Mozol em Qua 08 Abr 2009, 10:18 am

Sobre sua pergunta, eu sinceramente achei um absurdo. Não penso que homossexualismo seja doença nem que os GLBTS sejam infelizes (exceção da infelicidade causada por heterossexualistas preconceituosos). Também não acredito no direito divino, no céu ou no inferno. E que história é essa de saber via a crença? a crença só tem esse nome porque não sabemos do que falamos, isto é, ela só existe para preencher o vácuo do que não sabemos. Assim eu possuo crença, você possui crenças, todos possuem. Mas a ela não é uma verdade demonstrada. É só uma opinião e assim deve ser tratada: nunca deve ser obrigatória.
pronto...chegou onde previamos que ia chegar desde o primeiro post.
é uma posição teista???
(na verdade não é,mas uma posição moral e constitucionalindependente de religião)
Soi contra!
ou seja,já que vem de cristãos,eu,preconceituosamente,sou contra,esta é atradução do texto do dedo.(que é meu amigo,mas precisa se livrar de preconceitos)


"Pois eu digo: Jesus Cristo virá nos arrebatar em 2010...
Maranata.
"Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa." (Apocalipse 3 : 11)"

Néééé!
O certo é isso:
“Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto. Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus” (2Ts 2.2-4)ACF

Jan Mozol
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3574
Idade : 54
flag : Argentina
Data de inscrição : 27/04/2008

http://www.thundercnc.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por dedo-duro em Qua 08 Abr 2009, 1:16 pm

Poderia fazer alguma concessão ou outra, mas nada do que vocês falaram atingiria o cerne da questão: há homossexuliasmo na natureza (esporádico que seja...), principalmente entre os animais mais desenvolvidos, aqueles mais semelhantes ao seres humanos. A conduta homossexual não prejudica ninguém e até agora não vi prova decente em contrário. Muitos religiosos não querem a PL 122/06, pois não poderiam mais ofender os homossexuais. O direito de ofensa não é resguardado em nenhum lugar do mundo.

Encerro minha participação no tópico.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por dedo-duro em Qua 08 Abr 2009, 1:24 pm

Articulador escreveu:não me aborreça com seu nazismo conceitual ....

Já ia esquecendo. Aqui cabe a máxima: "Acuse-os do que você faz, xingue-os do que você é"

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Jan Mozol em Qua 08 Abr 2009, 2:21 pm

Muitos religiosos não querem a PL 122/06, pois não poderiam mais ofender os homossexuais. O direito de ofensa não é resguardado em nenhum lugar do mundo
é sim...no Brasil.
e na maior parte da minoria para a maioria.
Ofensa não é só xingamento,se fosse mudos não teriam como ofender.
um gesto,um ato tambem são ofensas,mas par vc e muitos apenas são liberdades.
mas elas esbarram na minha liberdade.
hoje saiu uma lei que proibe fumo em sp.
para muios vitoria do bom senso,vitória da maioria,ara outros está tolhendo a liberade...


"Pois eu digo: Jesus Cristo virá nos arrebatar em 2010...
Maranata.
"Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa." (Apocalipse 3 : 11)"

Néééé!
O certo é isso:
“Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto. Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus” (2Ts 2.2-4)ACF

Jan Mozol
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3574
Idade : 54
flag : Argentina
Data de inscrição : 27/04/2008

http://www.thundercnc.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Convidad em Qua 08 Abr 2009, 3:32 pm

dedo-duro escreveu:Poderia fazer alguma concessão ou outra, mas nada do que vocês falaram atingiria o cerne da questão: há homossexuliasmo na natureza (esporádico que seja...), principalmente entre os animais mais desenvolvidos, aqueles mais semelhantes ao seres humanos. A conduta homossexual não prejudica ninguém e até agora não vi prova decente em contrário. Muitos religiosos não querem a PL 122/06, pois não poderiam mais ofender os homossexuais. O direito de ofensa não é resguardado em nenhum lugar do mundo.

Encerro minha participação no tópico.

óbvio argumento insincero .
direito de expressão sobre a prática homossexual não tem ligação alguma com ofensa pessoal , agora se quer insistir em inverdades , preciso retirar o que havia dito de vc em outro tópico . Só existe um fato aqui , que resolveu sua cantilena , não existem prova de geneticidade , SEQUER indício , e portanto podemos , e devemos , ter liberdade de discutir comportamentos sexuais , sem nominar pessoas , aliás como todos fazem sobre qualquer prática , e ninguém reclama .

dedo-duro escreveu:
Articulador escreveu:não me aborreça com seu nazismo conceitual ....

Já ia esquecendo. Aqui cabe a máxima: "Acuse-os do que você faz, xingue-os do que você é"

não precisa declinar sua auto-análise , guarde para quem queira saber de seus hábitos .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Gilberto em Sex 08 Maio 2009, 2:17 pm

Srs, permitam que eu participe dessa discussão um pouco (eu gosto de fóruns na internet pq nos ajudam a testar os nossos conceitos e assim evoluimos as nossas mentes ... quando queremos).

Me parece que a questão aqui é análoga a questão do racismo. No Brasil atualmente a lei de combate a qualquer ato ou manifestação contra uma etnia ou grupos com características morfológicas específicas é dura. Eu até acho um pouco exagerada no ponto em que as pessoas de uma determinada "raça" não podem publicamente criar associações que proibam a participação de pessoas de uma determinada raça (nem todo mundo é obrigado a gostar de todos).

Como li que tem advogados aqui, acho que é o Articulador, gostaria de saber se a lei brasileira permite que se crie uma associação que só permita a participação (e/ou circulação) de pessoas de uma determinada "raça", ou excluam a participação/circulação de pessoas de uma determinada "raça"? O problema aí vai também para o lado da atividade econômica, é possível um grupo só querer ter relações econômicas com um determinado grupo racial, ou não querer ter relações econômicas e de trabalho com um determinado grupo racial?

Mas no caso do racismo, a sociedade chegou ao ponto de que hoje em dia é possível reprimir legalmente atitudes racistas (ou seja, o fim da discriminação) e discutir as diferenças (ou não) raciais (cotas raciais, doenças, genética, etc) (ou seja, a liberdade de expressão de pensamento).

E qual é o "xis" da questão? Eu acho que é a incitação ao ódio. E peço ajuda aos que entendem um pouco mais de legislação e teoria do direito. Se uma situação levar ao ódio, ações violentas e situações prejudiciais (o que são essas situações é outra polêmica), eu acredito que a legislação deveria proibir.

Aplicado à questão homossexual discutida aqui, eu li que tem duas questões que estão "pegando". A primeira é a alegada perseguição ou discriminação dos gays pelos religiosos, e a tentativa dos gays de proibir a liberdade de expressão de opinião dos religiosos sobre o homossexualismo. Eu acho que um pouco das duas é verdadeira. Mas eu acho os gays as maiores vítimas, pois vejam que na legislação eles não tem os mesmos direitos dos casais heterossexuais (e acho que isso é barrado pela bancada cristâ do congresso). As duas situações tem que ser trabalhadas para que os direitos de todos (igualdade sexual e liberdade de expressão religiosa) não incitem e nem causem ódio aos demais.

Eu sei que é meio complicado, mas eu acho que´uma saída seria os religiosos não se oporem à igualdade cívica dos relacionamentos homossexuais e heterossexuais, e os homossexuais não se oporem à auto-determinação religiosa de aceitarem ou não o homossexualismo em sua doutrina.

Para mim os conflitos sociais vão se apaziguando, e os direitos de todos vão sendo definidos e aceitos com o tempo e boa vontade.

Obrigado a todos, eu não vou responder muito (se não, não trabalho) mas vou ler a quem responder as minhas questões, ou fizer comentários.

Boa conversa para vcs.

Gilberto
Safira
Safira

Número de Mensagens : 151
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/01/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Convidad em Sex 08 Maio 2009, 2:42 pm

Gilberto escreveu:Srs, permitam que eu participe dessa discussão um pouco (eu gosto de fóruns na internet pq nos ajudam a testar os nossos conceitos e assim evoluimos as nossas mentes ... quando queremos).

Me parece que a questão aqui é análoga a questão do racismo. No Brasil atualmente a lei de combate a qualquer ato ou manifestação contra uma etnia ou grupos com características morfológicas específicas é dura. Eu até acho um pouco exagerada no ponto em que as pessoas de uma determinada "raça" não podem publicamente criar associações que proibam a participação de pessoas de uma determinada raça (nem todo mundo é obrigado a gostar de todos).

Como li que tem advogados aqui, acho que é o Articulador, gostaria de saber se a lei brasileira permite que se crie uma associação que só permita a participação (e/ou circulação) de pessoas de uma determinada "raça", ou excluam a participação/circulação de pessoas de uma determinada "raça"? O problema aí vai também para o lado da atividade econômica, é possível um grupo só querer ter relações econômicas com um determinado grupo racial, ou não querer ter relações econômicas e de trabalho com um determinado grupo racial?

Mas no caso do racismo, a sociedade chegou ao ponto de que hoje em dia é possível reprimir legalmente atitudes racistas (ou seja, o fim da discriminação) e discutir as diferenças (ou não) raciais (cotas raciais, doenças, genética, etc) (ou seja, a liberdade de expressão de pensamento).

E qual é o "xis" da questão? Eu acho que é a incitação ao ódio. E peço ajuda aos que entendem um pouco mais de legislação e teoria do direito. Se uma situação levar ao ódio, ações violentas e situações prejudiciais (o que são essas situações é outra polêmica), eu acredito que a legislação deveria proibir.

Aplicado à questão homossexual discutida aqui, eu li que tem duas questões que estão "pegando". A primeira é a alegada perseguição ou discriminação dos gays pelos religiosos, e a tentativa dos gays de proibir a liberdade de expressão de opinião dos religiosos sobre o homossexualismo. Eu acho que um pouco das duas é verdadeira. Mas eu acho os gays as maiores vítimas, pois vejam que na legislação eles não tem os mesmos direitos dos casais heterossexuais (e acho que isso é barrado pela bancada cristâ do congresso). As duas situações tem que ser trabalhadas para que os direitos de todos (igualdade sexual e liberdade de expressão religiosa) não incitem e nem causem ódio aos demais.

Eu sei que é meio complicado, mas eu acho que´uma saída seria os religiosos não se oporem à igualdade cívica dos relacionamentos homossexuais e heterossexuais, e os homossexuais não se oporem à auto-determinação religiosa de aceitarem ou não o homossexualismo em sua doutrina.

Para mim os conflitos sociais vão se apaziguando, e os direitos de todos vão sendo definidos e aceitos com o tempo e boa vontade.

Obrigado a todos, eu não vou responder muito (se não, não trabalho) mas vou ler a quem responder as minhas questões, ou fizer comentários.

Boa conversa para vcs.


sua argumentação parte do 'análoga ao racismo', portanto você erigiu uma pirâmide em base de um pressuposto pessoal vosso . Ninguém pode mudar a cor de pele , mas as pessoas pode deixar de serem homossexuais , e ninguém negará que no mínimo pode deixar de praticar o homossexualismo , questões MUITO diferentes . Um geneticista identificar , ESPECIFICAMENTE o gene respoável pela cor de pele , e o homossexualismo ? Faço a tí a mesma pergunta que fiz à Ser-humano , e se os pedófilos dizerem que tem tendëncia genética também ? (aliás alguns já tentaram isto, inclusive a APA , associação dos psiquiátras dos EUA , já tentou legalizar a pedofilia em épocas passadas, com conceitos hipócritas como : 'caso não resulte em transtornos para as partes ...lero-lero' ) .

Não gilberto , a lei pode ser interpretada , a carta magna , nos fala de discriminação , mas também de livre expressão de culto e consciëncia , mas mesmo que os supremos venham a incluir , o que aliás é uma tendência , homossexualismo como direito da persona , estarão apenas fazendo um erro cognitivo crasso , como muitas vezes os governos ditadoriais fizeram em sem conta de vezes , pois a sociedade também erra em conjunto , Hitler estava aí para demonstrar isto .

[]s

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Gilberto em Sex 08 Maio 2009, 3:10 pm

Olá Articulador,

pelo ponto de vista científico, eu acho que essa discussão do homossexualismo ser genético ou cultural, é mais uma das questões científicas inconclusas no momento. Todas as pesquisas de comportamento, vícios, etc humanos apontam para componentes genéticos e componentes culturais (sem ter a porcentagem de cada componente). E ainda mais na polêmica, tabu e considerações morais envolvidos na questão do homossexualismo, não é possível ter um posicionamento científico nesse assunto. O que eu vejo que existem é algumas pesquisas iniciais, mas não amplas, profundas e isentas para se ter uma conclusão minimamente provável.

Além do mais, se o homossexualismo é genético ou não, eu acho que isso não tem nada a ver com o mérito da questão dos direitos civis. Os religosos, os negros, os homossexuais, etc tem que ser respeitados como cidadãos e terem seus direitos assegurados como seres humanos, tanto pela sua constituição genética como pela sua constituição cultural.

Eu fiz a analogia pois acho que no Brasil a questão racial foi mais ou menos (acho que mais para o bem) equacionada. E vejo que a questão homossexual também pode ser resolvida, e acabar com a briga. Como eu disse é só os religiosos não se intrometerem na vida civil e pública dos homossexuais (dentro da lei é claro, e que não incitem a violência e ao ódio), e os homossexuais não se intrometerem na doutrina e ensinamentos religiosos (dentro da lei, e que não incitem a violência e ao ódio).

Portanto, religiosos, deixem os homossexuais obterem a igualdade civil aos heterosexuais (com os mesmos direitos, obrigações e penas legais), e homossexuais deixem os religiosos terem o mesmo direito de auto-determinação doutrinária e de expressão que a lei dá a todos (com os mesmos direitos, obrigações e penas legais).

Será que isso é possível, ou eu não sei de outras coisas que torna isso impossível?

Gilberto
Safira
Safira

Número de Mensagens : 151
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/01/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Gilberto em Sex 08 Maio 2009, 4:10 pm

Há sim Articulador,

eu perguntei sobre a possibilidade de se criar uma associação exclusiva de uma "raça", pois acho que se eu criar uma associação de descendentes de japoneses (eu sou) que só aceite a filiação de descendentes de japoneses, eu não estaria indo contra a lei anti-racismo do Brasil. Estaria?

Agora se nessa mesma associação eu só permitisse a entrada e circulação de descendentes de japoneses, aí talvez eu estivesse incorrendo em um crime de acordo com a lei brasileira. Estaria?

Digo isso porque acho que um determinado grupo poderia criar uma associação, ou um clube privado, que excluísse outros grupos de participar e de adentrar fisicamente nas suas locações. Desde que não se faça isso com referências à incitação ao ódio ou à discriminação pública dos demais grupos ... para mim tudo bem, pois acho que todo grupo tem o direito a sua "privacidade grupal" (seja lá o que isso possa ser).

Já um grupo ter a sua "privacidade grupal" só em relação à um outro grupo específico (pessoas de asiática, por exemplo), já poderia ser uma discriminação declarada, apesar que eu acho que as pessoas também poderiam ter esse direito em grupos privados (ninguém é obrigado a gostar de todo mundo, e receber todo tipo de pessoa em seus locais privados). Apesar de que excluir um grupo específico pareça (e acho que na maioria das vezes é) mais uma atitude discriminatória do que apenas ser um grupo que quer uma exclusividade em relação a todos os demais grupos.

Por isso é que eu acho que vcs religiosos cristãos (em geral) devem ter o seu direito de ter e professar a sua doutrina, e nela ter dito que o homossexualismo é contra a sua doutrina cristã. Agora vcs poderiam fazer como as empresas que prezam a responsabilidade social e estabelecer o discurso de que o homossexualismo é um pecado de acordo com a doutrina da sua igreja, mas que não é uma prática ilegal ou nociva de acordo com a sociedade civil, e que essa interpretação doutrinária (ou outro nome que se dê à vertente religiosa) não impede que haja outras doutrinas religiosas e cristãs que aceitem o homossexualismo de acordo com o princípio de liberdade religiosa. Isso é possível?

Só mais uma pergunta Articulador, eu acho que uma igreja até possa ter um código de conduta que proiba a entrada e circulação de pessoas com "atitudes e aparência homossexual" em seus templos e locais privados de reunião. A lei permite isso? Permitiria isso em associações de "raça", etc? Uma vez que, até onde eu saiba, um clube de futebol pode proibir a entrada de um torcedor com o uniforme de um time adversário entrar nas suas dependências.

Pergunto isso porque eu acho que as igrejas que desejarem proibir a entrada de pessoas com características homossexuais deveriam ter esse direito, mas aí a entrada de pessoas na igreja não poderia ser publicamente aberta, somente os membros registrados ou os convidados. É mais ou menos por ai o a prática legal, ou eu já estou "viajando" demais?

Desculpa fazer essa consulta legal aqui no fórum, mas sacumé né ... eu li no vidro de um carro a seguinte frase: "consulte um advogado" ... hehe

Gilberto
Safira
Safira

Número de Mensagens : 151
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/01/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Jan Mozol em Sex 08 Maio 2009, 6:19 pm

Gilberto.
O problema não é esse.
A entrada de qualquer pessoa num culto não é proibida.
porem ,como qualquer associação,existem regras de conduta e comportamento.inclusive para todas as pessoas!
como por exemplo pessoas vestidas de modo provocativo,com uma microsaia,ou um camarada vestido de palhaço...
o problema é que muitos cristãos não querem parecer preconceituosos,mas, nossa religião diz que o homossexualismo é uma abominação,uma coisa contraria a Deus e o seu designio de perpetuação da especie dentro de um modelo macho-femea.
As pessoas homossexuais se ressentem disso,e muitas vezes para provocar , vvão a cultos e 'aprontam'.
Agora a lei quer que vc não possa nem ao menos convidar estas pessoas a se retirar.
A nossa religião é clara,vc tem um compromisso com a familia,e as crianças.quando aatitude de alguem invade esta proteção,vc convida a pessoa a se retrair.A livre expressão,o direito de culto e reunião são da constituição.
Numa reunião de descendentes de japoneses,alguem viesse fantasiado de bomba atomica,bem no dia de lembrança de Hiroshima e nagasaki,rindo alto,falando algo como:ou,ou,ou, o japão se ferrou...
e vc não pudesse nem pedir ao camarada que se retirasse...vc aceitaria uma lei dessa??
Sei que parece extremo,mas é exatamente o poder que a plc 122 dá.
nós não queremos retirar direitos de ninguem, não queremos interferir numa luta por direitos civis de ninguem,apenas queremos ter a liberdade democratica de sermos contra.sem violencia.
A democracia pressupõe a vontade da maioria,a maioria é a favor??aceitamos.
Mas o caso ´e que estas leis são aprovadas meiona surdina...coisa de as lideranças a favor esperar sexta a tarde,com o congresso vazio...


"Pois eu digo: Jesus Cristo virá nos arrebatar em 2010...
Maranata.
"Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa." (Apocalipse 3 : 11)"

Néééé!
O certo é isso:
“Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto. Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus” (2Ts 2.2-4)ACF

Jan Mozol
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3574
Idade : 54
flag : Argentina
Data de inscrição : 27/04/2008

http://www.thundercnc.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Gilberto em Sab 09 Maio 2009, 11:14 am

Olá Jan, (e eu que não queria responder muito, mas não consigo deixar de escrever)

eu sei que a maioria das igrejas não vão barrar os homossexuais que estiverem de acordo com as normas de conduta da igreja. Talvez somente aquelas poucas (mas que as vezes faz um barulho na imprensa danado) sejam mais radicais. É como eu falei, eu acho que isso poderia ser tratado como as normas de conduta e etiqueta para se frequentar um clube. Eu tenho certeza que se forem resolvidas as questões mais polêmicas e de enfrentamento político e legal entre o movimento gay e os religiosos, esse tipo de problema e provocação quase não vai existir.

Oi dois pontos que eu vejo como polêmicos, provocativos e que limitam de um certo modo a cidadania das pessoas envolvidas são:
1 - o lobby das igrejas que barram a equiparação de direitos dos casais homossexuais aos casais heterossexuais em questões de herança, administrações de bens e benefícios advindos da união civil de casais.
2 - a tal da plc 122 (que estou sabendo aqui por esse fórum, mas que já deu para ter uma idéia) que tenta fazer com que a referência da incompatibilidade da condição homossexual com a doutrina religiosa seja um crime, limitando a meu ver o direito de auto-determinação religiosa e de livre expressão.

A primeira polêmica é sustentada (até onde eu sei) pela bancada cristã no congresso, que na sua maioria faz forte oposição ao reconhecimento legal da união civil de casais homossexuais (o que eu acho um injustiça). Por isso eu acho que vcs religiosos não deveriam se opor aos homossexuais nessse ponto, o que gera ressentimento e reações como a da segunda polêmica.

A segunda polêmica (até onde eu pouco sei) é fomentada pelos movimentos de direitos homossexuais que querem barrar qualquer citação contra eles em qualquer esfera da sociedade, mas aí eles também podem incorrer em na injustiça de limitar o direito de liberdade religiosa e de pensamento, pois eles devem ser respeitados civil e públicamente, mas na esfera privada de qualquer religião, movimento político, filosófico ou social, a livre discussão e normas de conduta deve ser livre (dentro da lei). Por isso nesse ponto eu apoio que vcs religiosos tenham a liberdade de terem a sua doutrina que condena o homossexualismo e que vcs tenham as suas normas de conduta de presença em cultos e manifestações religiosas que proibam as vestimentas não adequadas.

Mas eu só acho que isso vai acontecer quando os homossexuais e religiosos pararem com esse estado de conflito e intolerância mútua.

Agora sobre os problemas da democracia ... eu já acho que tem mais a ver com os problemas éticos e culturais da sociedade brasileira como um todo. Por isso que de vez em quando, eu gosto de conversar com vcs religiosos, pois apesar de eu não acreditar na existência de divindades, eu vejo que vcs formam comunidades bem coesas, e para mim a formação de comunidades coesas é um instrumento muito importante para a evolução da sociedade.

Gilberto
Safira
Safira

Número de Mensagens : 151
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/01/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Ed em Sab 09 Maio 2009, 2:55 pm

Jan Mozol escreveu:Gilberto.
O problema não é esse.
A entrada de qualquer pessoa num culto não é proibida.
porem ,como qualquer associação,existem regras de conduta e comportamento.inclusive para todas as pessoas!
como por exemplo pessoas vestidas de modo provocativo,com uma microsaia,ou um camarada vestido de palhaço...
o problema é que muitos cristãos não querem parecer preconceituosos,mas, nossa religião diz que o homossexualismo é uma abominação,uma coisa contraria a Deus e o seu designio de perpetuação da especie dentro de um modelo macho-femea.
As pessoas homossexuais se ressentem disso,e muitas vezes para provocar , vvão a cultos e 'aprontam'.
Agora a lei quer que vc não possa nem ao menos convidar estas pessoas a se retirar.
A nossa religião é clara,vc tem um compromisso com a familia,e as crianças.quando aatitude de alguem invade esta proteção,vc convida a pessoa a se retrair.A livre expressão,o direito de culto e reunião são da constituição.
Numa reunião de descendentes de japoneses,alguem viesse fantasiado de bomba atomica,bem no dia de lembrança de Hiroshima e nagasaki,rindo alto,falando algo como:ou,ou,ou, o japão se ferrou...
e vc não pudesse nem pedir ao camarada que se retirasse...vc aceitaria uma lei dessa??
Sei que parece extremo,mas é exatamente o poder que a plc 122 dá.
nós não queremos retirar direitos de ninguem, não queremos interferir numa luta por direitos civis de ninguem,apenas queremos ter a liberdade democratica de sermos contra.sem violencia.
A democracia pressupõe a vontade da maioria,a maioria é a favor??aceitamos.
Mas o caso ´e que estas leis são aprovadas meiona surdina...coisa de as lideranças a favor esperar sexta a tarde,com o congresso vazio...
Lembrei-me de uma situação na extinta Igreja Evangélica de Vla Mariana...

Após uma jornada de evangelismo no parque do Ibirapuera, um rapaz destes que você ilustrou (que inclusive apareceu na igreja sem camisa), apelidado de "Tábua", todo espavorido, caiu em prantos somente porque a mulher do pastor chamou-o pelo nome de registro! Depois daquele dia a história daquele jovem mudou para sempre, pois encontrá-ra o seu povo que o amava de verdade, aceitoub a Jesus e se tornou um membro querido. positivinho


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3161 dias de existência com 228893 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11001
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Sales em Sab 09 Maio 2009, 3:34 pm

Excelente carta... a cientista está de parabéns...

Caso a lei seja aprovada, os nossos políticos estão mais que esclarecidos do erro que poderão cometer.

"Caso" é só forma de dizer... pois esta lei dificilmente não será aprovada... o seu tutor (Satanás) está muito empenhado para que isso seja real. ...estamos caminhando para dias mui difícies...

Nos preparemos para o arrebatamento que se aproxima.

Ministro Sales


A.B. Earl disse: “Descobri através de extensa experiência que as mais sérias ameaças da Lei de Deus têm um papel importantíssimo na condução das pessoas a Cristo. Elas precisam se ver perdidas antes de clamar por misericórdia; elas não fugirão do perigo até que o enxerguem.

Sales
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6100
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/10/2008

http://www.tempodedeus.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Convidad em Seg 11 Maio 2009, 2:30 pm

Oi dois pontos que eu vejo como polêmicos, provocativos e que limitam de um certo modo a cidadania das pessoas envolvidas são:
1 - o lobby das igrejas que barram a equiparação de direitos dos casais homossexuais aos casais heterossexuais em questões de herança, administrações de bens e benefícios advindos da união civil de casais.
2 - a tal da plc 122 (que estou sabendo aqui por esse fórum, mas que já deu para ter uma idéia) que tenta fazer com que a referência da incompatibilidade da condição homossexual com a doutrina religiosa seja um crime, limitando a meu ver o direito de auto-determinação religiosa e de livre expressão.

A primeira polêmica é sustentada (até onde eu sei) pela bancada cristã no congresso, que na sua maioria faz forte oposição ao reconhecimento legal da união civil de casais homossexuais (o que eu acho um injustiça). Por isso eu acho que vcs religiosos não deveriam se opor aos homossexuais nessse ponto, o que gera ressentimento e reações como a da segunda polêmica.


Gilberto , destaquei os pontos acima , que vão ao ponto de seu pensamento :

1 - não vejo problema algum no regramento civil , PORÉM , a oposição acontece na medida que o exemplo civil , se torna um passo para o casamento religioso , o que ferirá nosso direito de aceitar o casamento nos moldes bíblicos , SE (condicional) , o interesse dos homossexuais fosse somente o civil , a questão estaria resolvida .

2 - o PL 122 é uma afronta à sociedade , porque alguns de vcs não veêm que o cão que morde o dono , também morde o estranho , hoje é a criminalização da crença , amanhã é de qualquer outra discordância , por isto admiro aquele ditado "posso não concordar com o que você diz , mas morrerei defendendo seu direito de dizê-lo" . As pessoas antenadas sabem que a democracia é superficial , e que sempre há uma tendência à perseguir quem não siga o conceitual governamental ou midiático .

3 - com relação à "resistências e reações", é uma desculpa da bancada GBLS , a vontade é realmente a mordaça , pois quando se falava unicamente de união civil , pouquissímo nos manifestávamos , mas agora defendemos até nossa integridade religiosa , e o direito de sermos cidadões , não criminosos , por termos conceito próprio , que por sinal ainda é majoritário no país .

[]s

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: carta de uma cientista contra a ditadura homossexual

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 6:01 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum