.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
26 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 25 Visitantes :: 2 Motores de busca

gusto

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 17:49
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Você é contra o dízimo?

Página 4 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Você é contra o dízimo?

51% 51% 
[ 22 ]
49% 49% 
[ 21 ]
0% 0% 
[ 0 ]
 
Total dos votos : 43

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por Mathews em Sex 27 Fev 2009, 21:05

Um dado muito importante colhido pela nossa última pesquisa financeira foi que a quase maioria absoluta dos membros e congregados da nossa Igreja crê que o dízimo é a forma bíblica de contribuição.
Isto mostra que a comunidade está doutrinada quanto a este assunto e não precisa ser instruída. Por outro lado, a pesquisa demonstrou que um bom número de membros e congregados não dá seu dízimo integralmente na Igreja. Alguns dão apenas em parte, outros dão todo em outro local. Sobre este assunto, portanto, algumas considerações são importantes. Gostaria de colocar alguns argumentos aos nossos membros e congregados para que passem a dar seu dízimo integralmente na própria Igreja, a que pertencem.
1. Biblicamente falando, devemos retribuir financeiramente onde somos alimentados espiritualmente. No Antigo Testamento o dízimo era trazido à "casa do tesouro" (Malaquias 3.10), e de lá era distribuído para o sustento dos sacerdotes e levitas que ministravam no Templo. Deus disse a Moisés: "Aos filhos de Levi dei todos os dízimos em Israel por herança, pelo serviço que prestam, serviço da tenda da congregação" (Números 18:21). Todo o argumento do dízimo gira em torno disto: os israelitas deveriam entregar seus dízimos para sustento dos que os guiavam espiritualmente e como gratidão pelo alimento espiritual que recebiam. Encontramos o mesmíssimo princípio no Novo Testamento. Paulo argumenta com os coríntios da seguinte forma: "Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito recolhermos de vós bens materiais?" (1 Coríntios 9:11). E aos Gálatas ele diz: Aquele que está sendo instruído na palavra faça participante de todas as coisas boas aquele que o instrui". (Gálatas 6:6) Estas passagens mostram que o dízimo deve ser entregue como reconhecimento e gratidão pelo alimento espiritual recebido. Portanto, é lógico, claro e evidente que os membros de uma igreja local, que são abençoados espiritualmente através dos diversos ministérios da Igreja, desde o departamento infantil para seus filhos até as pregações dos pastores, devem dar seu dízimo ali na sua igreja, e não em outros lugares.
2. Biblicamente falando, o dízimo é de Deus e não nosso. Por este motivo, alguns pastores preferem usar o termo "devolver" o dízimo, em vez de entregar. O dízimo é de Deus e nossa entrega nada mais é que devolução. A idéia de que o dízimo é a parte de Deus é muito clara no Antigo Testamento. Primeiro, Deus estabelece o lugar onde o dízimo dos israelitas deveria ser entregue: "A esse lugar fareis chegar os vossos holocaustos, e os vossos sacrifícios, e os vossos dízimos..." (Deuteronômio 12:5-6). Segundo, o dízimo era tão sagrado ao Senhor, que o israelita tinha que jurar diante de Deus, na hora de separar o dízimo: "Dos dízimos não comi no meu luto e deles nada tirei estando imundo, nem deles dei para a casa de algum morto" (Deuteronômio 26:12-14). Ou seja, que não usou o dízimo de forma errada, mas que o entregou conforme Deus havia determinado.
3. Biblicamente falando, não entregar o dízimo tornava o israelita "ladrão" diante de Deus, conforme Malaquias denuncia: "Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas" (Malaquias 3:8). Isto só ocorre porque o dízimo é de Deus. Também lemos no Novo Testamento que os cristãos traziam suas ofertas aos pés dos apóstolos, para que os mesmos administrassem e distribuíssem: "... e depositavam aos pés dos apóstolos; então, se distribuía a qualquer um à medida que alguém tinha necessidade" (Atos 4.35). Obviamente, não compete ao cristão administrar aquilo que é de Deus e usá-lo como bem parecer. Ele deve entregar o que é de Deus para que aqueles autorizados por Deus, os líderes eleitos e ordenados para este fim, administrem o dízimo do Senhor de acordo com as prioridades que o Senhor estabelece em sua Palavra: sustento da obra, missões e ajuda social.
Resposta às objeções. Apesar de termos mostrado acima que biblicamente falando os membros das igrejas devem entregar seu dízimo integralmente na igreja local à qual pertencem, podem persistir algumas dúvidas, que procuraremos responder abaixo:
a)Acho que a Igreja está usando mal meu dízimo, por isto eu mesmo administro como acho que deve ser, entregando-o à outra igreja ou instituição – Quando uma pessoa se torna membro da Igreja, ela promete diante de Deus, quando é recebida, contribuir financeiramente para o sustento daquela comunidade. Mesmo que o Conselho esteja administrando erradamente as finanças da Igreja, este compromisso permanece. Qual o caminho a seguir? Sem deixar de dar seu dízimo integralmente na Igreja, o membro se dirige ao pastor ou ao Conselho e pede explicações sobre o uso dos recursos. Se não se satisfizer, pode entrar com uma queixa no Conselho e depois no Presbitério, pedindo providências. Simplesmente deixar de entregar o dízimo integralmente não resolverá o problema.
b)Tenho pessoas na família e amigos passando por necessidade e uso o dízimo para ajudar – Devemos ajudar os necessitados, mas não com a parte que Deus destinou para o sustento da sua obra. Lembre que eram os apóstolos que a princípio distribuíam os recursos da Igreja aos que tinham necessidade, e não os próprios membros. Isto não quer dizer que você não possa ajudar pessoalmente, mas faça isto sem tirar do dízimo.
c)Existem causas nobres, como missões e evangelização, nas quais estou investindo meu dízimo – O dízimo entregue à sua igreja local também está sendo investido em missões e evangelização. Se além disto você deseja ajudar um ministério ou instituição ou missionário, faça-o, mas sem tirar do dízimo, pois o mesmo é para ser administrado por sua igreja local. Outras objeções podem existir, mas ao final a questão toda é esta: de quem é o dízimo? Se é de Deus, deixemos que Ele o administre integralmente através da igreja local.

Na época do Velho Testamento, os dízimo e as ofertas eram usados para o sustento dos sacerdotes; no Novo Testamento ele é empregado para o sustento do ministério evangélico. O ministro não deve depender das coletas, dos bazares beneficentes e nem das quermesses, para seu sustento. Ele não deve depender da boa vontade de algum membro rico. Pois o dízimo é trazido à casa do tesouro, para a tesouraria da igreja, e repassado para o sustento dos pastores, igualmente, quer a igreja seja grande ou pequena, quer os membros sejam pobres ou ricos. Deus sabe exatamente como administrar Sua obra. Ag 2:8 Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o SENHOR dos Exércitos. Todos os recursos vem DELE. Zc 4:6 Esta é a palavra do SENHOR a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos. A Obra de expansão do Reino depende DELE. 1 Cro 29:12 E riquezas e glória vêm de diante de ti, e tu dominas sobre tudo, e na tua mão há força e poder; e na tua mão está o engrandecer e o dar força a tudo. Ao Senhor pertencem às riquezas e a gloria de todas as nações e Ele as dá a quem Ele quer. Jesus disse: edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela (Mt 16:18).
No Novo Testamento as perspectivas são totalmente diferentes. Tudo pertence a Deus, e damos, não apenas os 10% , mais proporcionalmente muito mais do que os 10%, como um símbolo do nosso reconhecimento da verdade de que é o Senhor que nos prospera. O problema não é dar o dizimo na obra de Deus, mas o quanto se deve dar a mais. De fato, devemos devolver ao Criador tudo que temos e somos. Devemos fazer ainda mais por Jesus Cristo e pelo Seu Reino: O nosso tempo, as nossas posses, as nossas capacidades, tudo faz parte da mordomia cristã, são dons de Deus. Se recusarmos a mostrar a nossa lealdade e fidelidade a Deus, mesmo numa coisa tão simples como dar um sinal de 10% da nossa renda, do nosso tempo, talentos, e etc, em gratidão para com Deus, então Deus pode muito bem esconder o Seu rosto de nós e reter suas maiores bênçãos.
·Salmo 104:27-30, diz: Todos esperam de ti, que lhes dês o seu sustento em tempo oportuno. Dando lho tu, eles o recolhem; abres a tua mão, e se enchem de bens. Escondes o teu rosto, e ficam perturbados; se lhes tiras o fôlego, morrem, e voltam para o seu pó. Envias o teu Espírito, e são criados, e assim renovas a face da terra.
Notas _________________________________________________________
[1] Gn 14,18-20 o sacerdote Melquisedec abençoa Abrão, que lhe oferece o Dízimo. Gn 28,22 depois de seu sonho, em Betel, Jacó faz um voto ao Senhor. Lv 27,30-34 entre os mandamentos que o Senhor deu a Moisés, no monte Sinai, está o Dízimo. Nm 18,20-32 o Senhor Deus apresenta os direitos dos sacerdotes e levitas, descendentes de Aarão. Dt 12,5-11 através de Moisés, o Senhor dá orientações sobre o local do culto e a oferta do Dízimo. Dt 12,17-19 continuam as orientações sobre o local do culto e a oferta do Dízimo. Dt 14,22-29 orientações sobre o Dízimo anual e trienal: como e onde ofertar o Dízimo? Como levar o Dízimo a um santuário, quando se mora longe? Dt 26,12-13 o Dízimo é separado para os pobres. 1Sm 8,10-18 ao povo que, contra a vontade divina, pedia um rei, Samuel fala em nome de Deus, chamando a atenção sobre os direitos que o rei irá exigir: o Dízimo que era de direito divino passará ao rei. 2Cr 31,2-12 no contexto da reorganização do culto de Israel, após o retorno do exílio, é importante a oferta do Dízimo. Ne 10,36-39 entre os compromissos que o povo assume diante de Deus, está o Dízimo, Ne 12,44-45 Neemias defende os direitos e deveres dos sacerdotes e levitas na organização do Dízimo. Ne 13,4-5 Neemias fala sobre a organização do Dízimo. Ne 13,10-13 Neemias censura desleixo com o Dízimo e a casa de Deus. Am 4,4-5 o profeta Amós condena o culto sem conversão, critica as festivas romarias que servem para praticar idolatria: Dízimo sem justiça social não tem sentido. Ml 3,8-10 o profeta Malaquias é porta-voz de Deus, ao reclamar que o povo o está enganando, por não fazer a oferta do Dízimo. Mt 23,23-24 Jesus só condenou a oferta do Dízimo, quando este não é acompanhado de amor e justiça Lc 11,42 Jesus só condenou as oferta e o Dízimo, quando estes não eram acompanhados de amor e justiça. Lc 18,11-12 (Jesus só condena a oferta do Dízimo, quando este não é acompanhado de humildade e gratidão. Hb 7,1-28 (no contexto do sacerdócio de Cristo, prefigurado no Antigo Testamento, o autor da carta exalta a perfeição do sacerdócio de Melquisedec, de origem misteriosa, prefiguração de Cristo, anterior e superior a Abraão; por comparação e antítese, fala também da imperfeição do sacerdócio levítico (de Levi e de Aarão); mostra que, tanto a Melquisedec como aos sacerdotes descendentes de Levi e Aarão, eram oferecidos o Dízimo. Temos também textos do Antigo e do Novo Testamento sobre ofertas e dizimos: Além dessas passagens bíblicas sobre o Dizimo já citadas acima , existem outras passagens bíblicas onde Deus nos convida a sermos generosos em nossas ofertas: Gn 4,4: Ex 25,1-2; Dt 16,10: Es 2,68: Sl 20,3:: Is 1,13: Lc 21,1-4:".At 2,42-47: 1Cor 16,1-4:
[2] A Casa do Tesouro (Ml 3.10). heb. Bet Otsar (Ne 10:38), Flavio Josefo, historiador judeu, diz que as câmaras do Templo se chamavam à casa do tesouro. Neste compartimento do templo, três câmaras eram usadas para guardar os cereais, os dízimos e os tesouros. Era como uma tesouraria do templo. Neemias protestou contra os líderes e o povo por negligenciarem a casa de Deus (Ne. 13:11). Eles se arrependeram e reinstalaram o sistema do dízimo (verso 12). Foi durante esse tempo que Deus, através do profeta Malaquias, convocou Seu povo para uma reforma tanto no estilo de vida individual como corporativo. "Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas". (Mal. 3:8) Naquele momento, sob condições diferentes, era mais oportuno devolver os dízimos e ofertas diretamente ao Templo em Jerusalém. Então, segue-se a ordem de Deus e a promessa: "Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e provai-me nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós bênção sem medida".(v.10). Observe as palavras "casa do tesouro" e "minha casa", ambas referem-se ao mesmo lugar. Onde era então a casa do tesouro? Obviamente no templo de Jerusalém. A estocada das palavras de Malaquias e a compreensão do povo a respeito delas era clara. Ambas compreendiam a palavra "casa do tesouro" como uma referência ao santuário, o Templo em Jerusalém. Pode haver alguma validade no argumento de que a remessa local dos dízimos aos levitas ocorria em pequenas vilas e cidades em determinadas épocas no passado; contudo, no tempo de Neemias e Malaquias, compreendia-se inequivocamente que o texto de Malaquias referia-se ao Templo em Jerusalém.


Deus dá a quem ama com alegria!          

Mathews
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 492
Idade : 46
Localização : São Paulo - SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sex 27 Fev 2009, 22:19

Mathews escreveu:Um dado muito importante colhido pela nossa última pesquisa financeira foi que a quase maioria absoluta dos membros e congregados da nossa Igreja crê que o dízimo é a forma bíblica de contribuição.

claro pq nao tem conhecimento biblico. O que vc nao sabe mateus é que muita gente discorda, mas por medo e por nao tem conhecimento biblico acaba cedendo as pressoes antibiblicas de seus lideres... vou refutar seu arrazoado um por um...


Isto mostra que a comunidade está doutrinada quanto a este assunto e não precisa ser instruída. Por outro lado, a pesquisa demonstrou que um bom número de membros e congregados não dá seu dízimo integralmente na Igreja. Alguns dão apenas em parte, outros dão todo em outro local. Sobre este assunto, portanto, algumas considerações são importantes. Gostaria de colocar alguns argumentos aos nossos membros e congregados para que passem a dar seu dízimo integralmente na própria Igreja, a que pertencem.

primeiro que esta doutrina é fora da graça...

(Gálatas 5:4) - Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído.

(Gálatas 1:8) - Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.



1. Biblicamente falando, devemos retribuir financeiramente onde somos alimentados espiritualmente. No Antigo Testamento o dízimo era trazido à "casa do tesouro" (Malaquias 3.10), e de lá era distribuído para o sustento dos sacerdotes e levitas que ministravam no Templo. Deus disse a Moisés: "Aos filhos de Levi dei todos os dízimos em Israel por herança, pelo serviço que prestam, serviço da tenda da congregação" (Números 18:21). Todo o argumento do dízimo gira em torno disto: os israelitas deveriam entregar seus dízimos para sustento dos que os guiavam espiritualmente e como gratidão pelo alimento espiritual que recebiam. Encontramos o mesmíssimo princípio no Novo Testamento. Paulo argumenta com os coríntios da seguinte forma: "Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito recolhermos de vós bens materiais?" (1 Coríntios 9:11). E aos Gálatas ele diz: Aquele que está sendo instruído na palavra faça participante de todas as coisas boas aquele que o instrui". (Gálatas 6:6) Estas passagens mostram que o dízimo deve ser entregue como reconhecimento e gratidão pelo alimento espiritual recebido. Portanto, é lógico, claro e evidente que os membros de uma igreja local, que são abençoados espiritualmente através dos diversos ministérios da Igreja, desde o departamento infantil para seus filhos até as pregações dos pastores, devem dar seu dízimo ali na sua igreja, e não em outros lugares.

quem elaborou este texto é ruim de biblia...vamos aos fatos...

“Casa do tesouro” eram as câmaras de Ezequias e “abrir janelas do céu”, “derramar bênção que dela advenha abastança” significa, fazer com que chova em suas plantações, suas lavouras sejam fartas e tenham novamente mantimento para atender os levitas, os órfãos, os estrangeiros carentes, e as viúvas que não tinham sustento. O dízimo não era para construir igrejas, pois só havia um único templo, tampouco era dado em espécie (prata-ouro-moedas), deveria ser levado em mercadoria até o templo. Se não fosse possível por ser longe o caminho, venderia e indo até o lugar determinado as compraria novamente. Deuteronómio 14:24/25

o Pr. Elinaldo (conhecedor sobre a questao da lei mosaica) enfatizando que o dizimo não é da lei, ele afirma segundo citação da lei Ml. 3.10, “que nossos dízimos devem ser levados a casa do tesouro e que temos ordem de trazer os dízimos para que haja mantimento a casa do Senhor”. Esse dízimo não é voluntário como foi o de Abraão séculos antes da lei e sim obrigado como ficou ordenado o dizimo na lei. Na devolucao dos dizimos era feito uma grande festa, que usufruiam dos mantimentos da casa do tesouro, o proprio dizimista até aos levitas e sacerdotes, bem como os órfãos, viúvas, peregrinos ou estrangeiros. Sua igreja faz isso mateus? duvido muito...

Outro problema que a igreja não é casa do tesouro, mas casa do tesouro era um Um compartimento na igreja, para guardar os alimentos arrecadados.A casa do tesouro estava sem mantimento porque era administrada por sacerdotes desonestos. A casa do tesouro, era um enorme compartimento do templo destinado à armazenagem da comida santa, passava por problemas administrativos. Vê-se claramente que não era o dízimo INTEGRAL que ia para a CASA DO TESOURO. Imagine você e sua família sem ter como plantar, então os que tinham terras lhes dão 10 % de seus alimentos, sendo que você tem que levar 10% desses 10% recebidos, para um lugar. Sem medo de errar, afirmo que esta ultima parte, é bem menor que os primeiros 10% recebidos em alimento. E há mais passagens em conformidade com estas duas acima, é uma questão de ler e aceitar os Escritos Sagrados. Logo, se no capítulo 2 se inicia com os reclames aos Sacerdotes e no 3 pede-se que se retorne à LEI, isto é, para levarem os dízimo para a casa do tesouro, que era os dízimos dos dízimos designado aos ditos Sacerdotes..., eles são, pelo menos, muitíssimo suspeitos nesta história. Com base nestas duas VERDADES Bíblicas (Nm 18:26 e Ne 10:38), os Sacerdotes de hoje sim, estes estão (sem sombra de dúvida) roubando das ovelhas, pois não permitem que os dizimistas façam uso do próprio dízimo, querem que (que perversidade!), TODOS, mas TODOS mesmo, os dízimos sejam entregues na "palma de sua mão". Antibíblico e absurdo!A Bíblia fala de dízimos bianuais para sustento de viúvas e orfãos. alguém já viu alguma igreja fazendo relação de viúvas, pobres e orfãos para entregar os dízimos recebidos?Na devolucao dos dizimos era feito uma grande festa, que usufruiam dos mantimentos da casa do tesouro, o proprio dizimista até aos levitas e sacerdotes, bem como os órfãos, viúvas, peregrinos ou estrangeiros.Desta forma se instituia ai uma uniao de todas as classes sociais, veja que o propósito do dizimo até aqui é muito maravilhoso.Fica claro que o dizimo era Mantimento, E NÃO DINHEIRO, muito embora já naquela época, se cobrasse, em dinheiro ou metais preciosos, algumas taxas ou contribuições para implementação ou manutenção do tabernáculo (Êxodo 35:4-9; Levítico 24:1-4, 27:1-18; Números 3:40-51, 18:15-16, 31:28-30 e 48-54), mas para beneficio dos levitas ou sacerdotes, quer sob a forma de dízimos, ofertas, votos, holocaustos, sacrifícios, ou de coisas consagradas, exigia-se produtos agropecuários (Êxodo 29:28, 31-34; Levítico 6:1, 24-30; 7:6-21, 28-36; 23:29; Números 18:8-14, 18-19; e Deuteronômio 18:1-18).

outro erro grosseiro diz respeito ao texto de II Co.9...parece que o autor do texto tem problemas de interpretaçao de texto...II CORINTIOS 9:7-13 "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, nem por constrangimento; porque Deus ama ao que dá com alegria. E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda boa obra; conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; a sua justiça permanece para sempre. Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, e pão para comer, também dará e multiplicará a vossa sementeira, e aumentará os frutos da vossa justiça. enquanto em tudo enriqueceis para toda a liberalidade, a qual por nós reverte em ações de graças a Deus. PORQUE A MINISTRACAO DESTE SERVIÇO NAO SÓ SUPRE AS NECESSIDADES DOS SANTOS, MAS TAMBEM TRANSBORDA EM MUITAS AÇÕES DE GRAÇAS A DEUS; visto como, na prova desta ministração, eles glorificam a Deus pela submissão que confessais quanto ao evangelho de Cristo, e pela liberalidade da vossa contribuição para eles, e para todos;" Logo se é segundo o coraçao nao tem valor estipulado, logo o dizimo está descartado completamente neste texto...


2. Biblicamente falando, o dízimo é de Deus e não nosso. Por este motivo, alguns pastores preferem usar o termo "devolver" o dízimo, em vez de entregar. O dízimo é de Deus e nossa entrega nada mais é que devolução. A idéia de que o dízimo é a parte de Deus é muito clara no Antigo Testamento. Primeiro, Deus estabelece o lugar onde o dízimo dos israelitas deveria ser entregue: "A esse lugar fareis chegar os vossos holocaustos, e os vossos sacrifícios, e os vossos dízimos..." (Deuteronômio 12:5-6).

e vcs fazem sacrificios, holocaustos tambem? o dizimo tinha um efeito tipologico que morreu na cruz...

(II Corintios 3:14) - Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo abolido;


Segundo, o dízimo era tão sagrado ao Senhor, que o israelita tinha que jurar diante de Deus, na hora de separar o dízimo: "Dos dízimos não comi no meu luto e deles nada tirei estando imundo, nem deles dei para a casa de algum morto" (Deuteronômio 26:12-14). Ou seja, que não usou o dízimo de forma errada, mas que o entregou conforme Deus havia determinado.

Deuteronômio 26.12-19, onde narra a oração daquele que deu os dízimos e atente para o versículo 14, onde diz: "Disso não comi na minha tristeza(ou no meu luto) e disso nada tirei para a imundícia, nem disso dei para algum morto; obedeci aà voz do SENHOR, meu Deus; conforme tudo o que me ordenaste, tenho feito".(Dt 26.14).
Isto quer dizer amigo, que a prática real do dízimo ai era diferente de tudo que se vê hoje em dia. Será que alguém hoje em dia poderia fazer essa oração? O dízimo era, exclusivamente para sustento do Sarcedote e sua família e, também do dizimista e para atender as necessidades básicas de quem não tinha o que comer, exclusivamente.
O dízimo era apresentado em víveres e mantimentos e nunca em moeda, dinheiro e, mesmo quando era necessário isso, ou seja, quando o dizimista estava muito distante do lugar onde deveria levar a sua dízima, ele então, poderia transformar esses víveres em moeda e quando chegasse ao local onde deveria entregar o dízimo deveria comprar de novo, o mantimento, pois os sacerdotes recebiam como dízimo mantimentos e não dinheiro.


3. Biblicamente falando, não entregar o dízimo tornava o israelita "ladrão" diante de Deus, conforme Malaquias denuncia: "Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas" (Malaquias 3:8). Isto só ocorre porque o dízimo é de Deus. Também lemos no Novo Testamento que os cristãos traziam suas ofertas aos pés dos apóstolos, para que os mesmos administrassem e distribuíssem: "... e depositavam aos pés dos apóstolos; então, se distribuía a qualquer um à medida que alguém tinha necessidade" (Atos 4.35). Obviamente, não compete ao cristão administrar aquilo que é de Deus e usá-lo como bem parecer. Ele deve entregar o que é de Deus para que aqueles autorizados por Deus, os líderes eleitos e ordenados para este fim, administrem o dízimo do Senhor de acordo com as prioridades que o Senhor estabelece em sua Palavra: sustento da obra, missões e ajuda social.

tipico de quem usa texto fora de contexto...

para quem era mesmo o texto referido, vamos ver:

(Malaquias 2:1) - AGORA, ó sacerdotes, este mandamento é para vós.
(Malaquias 3:8) - Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.
(Malaquias 3:9) - Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação.
(Malaquias 3:10) - Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.
(Malaquias 4:4) - Lembrai-vos da lei de Moisés, meu servo, que lhe mandei em Horebe para todo o Israel, a saber, estatutos e juízos.
(Deuteronômio 5:1) - E CHAMOU Moisés a todo o Israel, e disse-lhes: Ouve, ó Israel, os estatutos e juízos que hoje vos falo aos ouvidos; e aprendê-los-eis, e guardá-los-eis, para os cumprir.
(Deuteronômio 5:2) - O SENHOR nosso Deus fez conosco aliança em Horebe.

logo os dizimos sao somente para o povo de Israel...


Resposta às objeções. Apesar de termos mostrado acima que biblicamente falando os membros das igrejas devem entregar seu dízimo integralmente na igreja local à qual pertencem, podem persistir algumas dúvidas, que procuraremos responder abaixo:

mostrou? como distorcendo todos os textos... ai, caramba!


a)Acho que a Igreja está usando mal meu dízimo, por isto eu mesmo administro como acho que deve ser, entregando-o à outra igreja ou instituição – Quando uma pessoa se torna membro da Igreja, ela promete diante de Deus, quando é recebida, contribuir financeiramente para o sustento daquela comunidade. Mesmo que o Conselho esteja administrando erradamente as finanças da Igreja, este compromisso permanece. Qual o caminho a seguir? Sem deixar de dar seu dízimo integralmente na Igreja, o membro se dirige ao pastor ou ao Conselho e pede explicações sobre o uso dos recursos. Se não se satisfizer, pode entrar com uma queixa no Conselho e depois no Presbitério, pedindo providências. Simplesmente deixar de entregar o dízimo integralmente não resolverá o problema.


mais um mico patologico...dizimo jamais foi em moeda corrente...no AT nem todos os dizimos chegavam a casa do tesouro, visto que parte era comido pelo dizimista, parte era dado aos pobres, viuvas e necessitados, parte ficava com o levita (que nem existe hj) e parte ir para o santuario.


b)Tenho pessoas na família e amigos passando por necessidade e uso o dízimo para ajudar – Devemos ajudar os necessitados, mas não com a parte que Deus destinou para o sustento da sua obra. Lembre que eram os apóstolos que a princípio distribuíam os recursos da Igreja aos que tinham necessidade, e não os próprios membros. Isto não quer dizer que você não possa ajudar pessoalmente, mas faça isto sem tirar do dízimo.

os recursos distribuidos pelos apostolos eram derivados de ofertas que eles recebiam, nao de dizimos. Nao existe dizimo no NT. Varios textos mostram utilizaçao de ofertas: oferta da viuva pobre, oferta entre os irmaos (At.2:42-46), oferta para o templo (II Co.9:7).


c)Existem causas nobres, como missões e evangelização, nas quais estou investindo meu dízimo – O dízimo entregue à sua igreja local também está sendo investido em missões e evangelização. Se além disto você deseja ajudar um ministério ou instituição ou missionário, faça-o, mas sem tirar do dízimo, pois o mesmo é para ser administrado por sua igreja local. Outras objeções podem existir, mas ao final a questão toda é esta: de quem é o dízimo? Se é de Deus, deixemos que Ele o administre integralmente através da igreja local.

isso é ululante...é possivel sim fazer a obra com as ofertas, mas como os dirigentes sao mal administradores, preferem pregar o dizimo em forma de dinheiro (antibiblico). Conheço varias igrejas que enviam missionarios, so cobrando oferta...

alias...a maioria das igrejas nem utiliza o dizimo para ajudar um ministerio ou missionario, e sim cria uma oferta especifica para isso...portanto este argumento é bem fajuto...


Na época do Velho Testamento, os dízimo e as ofertas eram usados para o sustento dos sacerdotes;

so dos sacerdotes nao...mas tambem do dizimista, do levita, dos orfaos, das viuvas, dos necessitados...


no Novo Testamento ele é empregado para o sustento do ministério evangélico.

aberraçao...onde ta escrito que dizimo era utilizado como sustento no NT depois da morte de Cristo? ate agora vc nao provou ne mateus...

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6002
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sex 27 Fev 2009, 22:19

continuaçao...


O ministro não deve depender das coletas, dos bazares beneficentes e nem das quermesses, para seu sustento. Ele não deve depender da boa vontade de algum membro rico. Pois o dízimo é trazido à casa do tesouro, para a tesouraria da igreja, e repassado para o sustento dos pastores, igualmente, quer a igreja seja grande ou pequena, quer os membros sejam pobres ou ricos. Deus sabe exatamente como administrar Sua obra. Ag 2:8 Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o SENHOR dos Exércitos. Todos os recursos vem DELE. Zc 4:6 Esta é a palavra do SENHOR a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos. A Obra de expansão do Reino depende DELE. 1 Cro 29:12 E riquezas e glória vêm de diante de ti, e tu dominas sobre tudo, e na tua mão há força e poder; e na tua mão está o engrandecer e o dar força a tudo. Ao Senhor pertencem às riquezas e a gloria de todas as nações e Ele as dá a quem Ele quer. Jesus disse: edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela (Mt 16:18).

pq nao fala isso para o Edir Macedo...


No Novo Testamento as perspectivas são totalmente diferentes. Tudo pertence a Deus, e damos, não apenas os 10% , mais proporcionalmente muito mais do que os 10%, como um símbolo do nosso reconhecimento da verdade de que é o Senhor que nos prospera. O problema não é dar o dizimo na obra de Deus, mas o quanto se deve dar a mais. De fato, devemos devolver ao Criador tudo que temos e somos. Devemos fazer ainda mais por Jesus Cristo e pelo Seu Reino: O nosso tempo, as nossas posses, as nossas capacidades, tudo faz parte da mordomia cristã, são dons de Deus. Se recusarmos a mostrar a nossa lealdade e fidelidade a Deus, mesmo numa coisa tão simples como dar um sinal de 10% da nossa renda, do nosso tempo, talentos, e etc, em gratidão para com Deus, então Deus pode muito bem esconder o Seu rosto de nós e reter suas maiores bênçãos.
•Salmo 104:27-30, diz: Todos esperam de ti, que lhes dês o seu sustento em tempo oportuno. Dando lho tu, eles o recolhem; abres a tua mão, e se enchem de bens. Escondes o teu rosto, e ficam perturbados; se lhes tiras o fôlego, morrem, e voltam para o seu pó. Envias o teu Espírito, e são criados, e assim renovas a face da terra.

muito bla, bla, bla, mas nao mostrou no NT que o dizimo é utilizado no NT e com base em 10%

usar disso é impor um encargo que nem o ES deu...

(Atos 15:24) - Porquanto ouvimos que alguns que saíram dentre nós vos perturbaram com palavras, e transtornaram as vossas almas, dizendo que deveis circuncidar-vos e guardar a lei, não lhes tendo nós dado mandamento,

(Atos 15:28) - Na verdade pareceu bem ao Espírito Santo e a nós, não vos impor mais encargo algum, senão estas coisas necessárias: (Atos 15:29) - Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da prostituição, das quais coisas bem fazeis se vos guardardes. Bem vos vá.

(Atos 15:11) - Mas cremos que seremos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo, como eles também.

(Atos 15:19) - Por isso julgo que não se deve perturbar aqueles, dentre os gentios, que se convertem a Deus.

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6002
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por David de Oliveira em Sex 27 Fev 2009, 23:07

2 Coríntios 3:14Mas eles (os judeus) não queriam compreender e, até hoje, quando eles lêem os livros da antiga aliança, a mente deles está coberta com o mesmo véu. E esse véu só é tirado quando a pessoa se une com Cristo.
david


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8360
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por Convidad em Sab 28 Fev 2009, 00:21

Mathews escreveu:Um dado muito importante colhido pela nossa última pesquisa financeira foi que a quase maioria absoluta dos membros e congregados da nossa Igreja crê que o dízimo é a forma bíblica de contribuição.
Isto mostra que a comunidade está doutrinada quanto a este assunto e não precisa ser instruída.

hummm sei , 100% (quase) das pessoas na idade média também achavam que o catolicismo era a religião verdadeira . e ainda hoje quase 100% dos CATÓLICOS acham que idolatrar maria é cristianismo , assim como quase 100% dos Iurdianos acham que enriquecer o Macedo não tem problema nenhum . Desculpe se este argumento de maioria não se aplica à reta-doutrina . Lutero foi um MONGE católico que lutou para reformar o catolicismo dos 100% de ENGANADOS , e por conta dele ter existido , é que você não está beijando os pés de estátuas de barro . Logo , já passou da hora de reformar esta doutrina humana de matemática dizimista, evangelho da graça não é regra , é voluntariedade .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por Mathews em Sab 28 Fev 2009, 01:47

EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:
primeiro que esta doutrina é fora da graça...

(Gálatas 5:4) - Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído.

(Gálatas 1:8) - Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.
Primeiro que esta sequência sem sentido que você usou chama-se manobra para desviar a atenção oh my

Segundo, é só colocar um artigo em defesa da fé do dízimo que a galera antidizimista se agita! ai, caramba! Mas, como o que leio de sua parte, não levo em consideração porque você descumpre o que é estabelecido na sua própria congregração! Afinal, como você pode frequentar uma igreja que prega o dízimo e continuar lá sem dar? Você é mazoquista? ta loco


Deus dá a quem ama com alegria!          

Mathews
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 492
Idade : 46
Localização : São Paulo - SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sab 28 Fev 2009, 21:09

Mathews escreveu:Desculpe-me a observação Evan Gelista, ou você é sonso ou se faz de oh my

Já foi provado mas sua cabecinha não assimila :roll2:

nunca foi provado, a questao é que vc insiste na tese antibiblica e antiescritural fora de contexto...

ou você é sonso ou se faz de oh my

Já foi provado que é antiescritural mas sua cabecinha não assimila :roll2:

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6002
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sab 28 Fev 2009, 21:14

Mathews escreveu:Primeiro que esta sequência sem sentido que você usou chama-se manobra para desviar a atenção oh my

vc é cego?

(Gálatas 5:4) - Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído.

(Gálatas 1:8) - Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. [/quote]


Segundo, é só colocar um artigo em defesa da fé do dízimo que a galera antidizimista se agita! ai, caramba! Mas, como o que leio de sua parte, não levo em consideração porque você descumpre o que é estabelecido na sua própria congregração! Afinal, como você pode frequentar uma igreja que prega o dízimo e continuar lá sem dar? Você é mazoquista? ta loco

defesa da fé? ai, caramba!

defesa do bolso do edir macedo vc quer dizer... :risadinha:

denominaçao nao estabelece nada, quem estabelece o que ta em vigor ou nao é a Escritura (Sola Scriptura)

a maioria das denominaçoes estao erradas quanto ao dizimo, continuo sem dar pq a pregaçao é antiescritural na nova aliança...

vc nunca serviu no exercito nao mateus: ordem absurda nao se cumpre...

voce é cego? ta loco

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6002
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por hirlei em Sab 28 Fev 2009, 23:09


" E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mãos. E Abrão deu-lhe o dízimo de tudo. " gênesis 14:20


[size=12]
1
PORQUE este Melquisedeque, que era rei de Salém, sacerdote do Deus Altíssimo, e que saiu ao encontro de Abraão quando ele regressava da matança dos reis, e o abençoou;
2
A quem também Abraão deu o dízimo de tudo, e primeiramente é, por interpretação, rei de justiça, e depois também rei de Salém, que é rei de paz;
3
Sem pai, sem mãe, sem genealogia, não tendo princípio de dias nem fim de vida, mas sendo feito semelhante ao Filho de Deus, permanece sacerdote para sempre.
4
Considerai, pois, quão grande era este, a quem até o patriarca Abraão deu os dízimos dos despojos.
5
E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão.
6
Mas aquele, cuja genealogia não é contada entre eles, tomou dízimos de Abraão, e abençoou o que tinha as promessas.
7
Ora, sem contradição alguma, o menor é abençoado pelo maior.
8
E aqui certamente tomam dízimos homens que morrem; ali, porém, aquele de quem se testifica que vive.
9
E, por assim dizer, por meio de Abraão, até Levi, que recebe dízimos, pagou dízimos.
10
Porque ainda ele estava nos lombos de seu pai quando Melquisedeque lhe saiu ao encontro.
11
De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio levítico (porque sob ele o povo recebeu a lei), que necessidade havia logo de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque, e não fosse chamado segundo a ordem de Arão
Hebreus 7


Creio em entregar o dizimo, creio que é uma benção para aquele que o entrega por fé, não como conheço casos de pessoas que o fazem para que os outros saibam ou para que que que a "liderança" humana saiba, ou porque quer que seu nome esteja na lista dos dizimistas que fica em algum lugar em destaque e outras coisas mais que eu acho uma vergonha .

Dizer que para pagar gastos da igreja luz , agua telefone, aluguel ...este valores não são nada frente aos rios de dinheiro que estas igreja arrecadam, são milhões , pastores andando com carroes , com motorista particular, carros blindados guardas costas, casas luxuosas hoteis ......dá nojo ficar aqui falando

Enquanto existem viuvas orfãos passando privações, um saudoso irmão e meu amigo um pastor assembreiano morreu em um hospital em virtude de complicações decorrentes de um acidente, ficou varias horas em um corredor de hospital esperando atendimento, ( a igreja da qual ele fazia parte não podia pagar um atendimento particular , mas podia gastar o dizimo dos fieis na construção de um shoping), infelismente hoje em dia o evangelho virou comercio, covil de ladrões

Eu sei que não são todos mas tenho quase certeza que 99.99% deste chamados lideres são assim (isto foi mais um desabafo a seguir vem um pequeno comentario dos verciculos a seguir e uma pergunta)



Por estes verciculos vemos que o dizimo existe antes de Moises, antes dele entregar a lei
quem institui? a biblia não fala , agora eu creio que foi por revelação que Abraão entregou aquele dizimo, foi Deus quem o inspirou a fazer isto.

Agora todos os que são são contra o dizimo dizem mudou-se o sacerdocio, porem quero lembrar que MELQUISEDEQUE è um tipo de Cristo , que Ele reprezentava este sacerdocio,
Cristo Jesus é sacerdote segundo a ordem de Melquisedeque , e não segundo a ordem de Arão.

Logo o dizimo vem antes de Moises , Moises pode telo acoplado a lei, mas o dizimo é mais antigo que a lei.

(isto é meu penssamento)

O que me dizem gostaria de ler seus comentarios
[/size]

hirlei
Barro
Barro

Número de Mensagens : 5
flag : Brasil
Data de inscrição : 21/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por Convidad em Sab 28 Fev 2009, 23:20

Logo o dizimo vem antes de Moises , Moises pode telo acoplado a lei, mas o dizimo é mais antigo que a lei.

note o texto , Abraão deu a DÉCIMA-PARTE , VOLUNTARIAMENTE , ninguém falou para ele "Abraão , a partir de hoje é lei : 10% do bruto" , ele SENTIU no coração de dar , e isto é doutrina da nova aliança . Quer confirmação ?? seu NETO Jacó não tinha lei de dízimo , pois fez o seguinte voto voluntário (e condicional) com Deus : "Se me sustentares nas nações por onde eu for , de tudo que eu vier a ter , certamente lhe darei a décima-parte" .

a) Jacó , segunda geração de Abraao nunca foi ensinado a dar dízimo por mandamento , e antes não dava . Sentiu no coração já adulto , fez um voto .
b) 'Se me sustentares' - ao contrário do que hoje é pregado que se dê dízimo do que não se tem , a pessoa não tem para inteirar o aluguel , mas quererm o dízimo não tem para pagar a luz , mas querem o dízimo .

Então ninguém pode ser contrário a que se dê 10% por VOLUNTARIEDADE , mas se alguém ensina : é LEI , então está decaindo da graça , porque as leis foram abolidas na cruz . E registre-se, que é irrelevante o caso de Abraão , porque no momento que a lei entrou no sinai , na lei de moisés , Paulo ensina que toda ela foi abolida , caso contrário você deveria circuncidar seu prepúcio , porque Abraão fez isto com ele e os filhos também , e inclusive posteriormente fez parte da lei mosaíca .

De resto concordo contigo . :chapeu:

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sab 28 Fev 2009, 23:41

fora tambem a questao, que o dizimo nao tem origem judaica e sim pagã...muitos anos antes da lei, os povos pagaos davam a decima parte para os seus deuses em forma de oferenda...

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6002
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por Convidad em Dom 01 Mar 2009, 02:57

EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:fora tambem a questao, que o dizimo nao tem origem judaica e sim pagã...muitos anos antes da lei, os povos pagaos davam a decima parte para os seus deuses em forma de oferenda...

aí você forçou um pouco , porque foi da boca de Deus que moisés recebeu o mandamento do dízimo , logo não se espera que houve qualquer 'cópia' , nem teria relevância se outra nçaão tivesse uma lei parecida .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Dom 01 Mar 2009, 09:14

Articulador escreveu:
EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:fora tambem a questao, que o dizimo nao tem origem judaica e sim pagã...muitos anos antes da lei, os povos pagaos davam a decima parte para os seus deuses em forma de oferenda...

aí você forçou um pouco , porque foi da boca de Deus que moisés recebeu o mandamento do dízimo , logo não se espera que houve qualquer 'cópia' , nem teria relevância se outra nçaão tivesse uma lei parecida .

nao forcei nao. Vide que muitos artigos da lei, Deus deu permissao de algo que ja existia e que o povo de Israel ja praticava (ou vc acha que Deus deliberadamente permitiria casar com cunhada viuva se a terra tava cheia e provocando assim a poligamia)...

eu teria que ver algumas fontes, mas ha fatos historicos que comprovam que ja havia pratica dizimista: veja o fato de Abraao mesmo art...abraao era caldeu e deu o dizimo antes da lei. Vc acha que ele tirou a ideia do dizimo de onde? Os caldeus ja tinham esta pratica antes da lei. Isso é so um exemplo de tantos outros que poderia citar...

mais um para finalizar este post: há registros que no egito antigo, os egipcios davam dizimo a faraó em forma de oferenda...

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6002
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por David de Oliveira em Dom 01 Mar 2009, 13:53

Hebreus 7:11 A lei que o povo de Israel recebeu se baseava no sacerdócio dos levitas. Ora, se o trabalho dos sacerdotes levitas tivesse sido perfeito, não haveria necessidade de aparecer outro tipo de sacerdote, da ordem do sacerdócio de Melquisedeque e não da ordem de Arão.
Hebreus 7:12 Pois, quando se muda o sacerdócio, a lei também precisa ser mudada.
Hebreus 7:17 Porque as Escrituras Sagradas dizem: "Você será sacerdote para sempre, na ordem do sacerdócio de Melquisedeque."
Hebreus 7:18 Assim a regra antiga foi anulada porque era fraca e inútil.

Baseados nestes versos, atentem para as seguintes perguntas:

Em qual sacerdote estamos?
Por quê a Lei antiga foi anulada?
Por quê a Lei precisou ser mudada?
A Lei baseava-se em qual sacerdócio?
Por quê apareceu outro sacerdócio (o de Jesus)?

David


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8360
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por Convidad em Dom 01 Mar 2009, 16:50

EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:
Articulador escreveu:
EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:fora tambem a questao, que o dizimo nao tem origem judaica e sim pagã...muitos anos antes da lei, os povos pagaos davam a decima parte para os seus deuses em forma de oferenda...

aí você forçou um pouco , porque foi da boca de Deus que moisés recebeu o mandamento do dízimo , logo não se espera que houve qualquer 'cópia' , nem teria relevância se outra nçaão tivesse uma lei parecida .

nao forcei nao. Vide que muitos artigos da lei, Deus deu permissao de algo que ja existia e que o povo de Israel ja praticava (ou vc acha que Deus deliberadamente permitiria casar com cunhada viuva se a terra tava cheia e provocando assim a poligamia)...

eu teria que ver algumas fontes, mas ha fatos historicos que comprovam que ja havia pratica dizimista: veja o fato de Abraao mesmo art...abraao era caldeu e deu o dizimo antes da lei. Vc acha que ele tirou a ideia do dizimo de onde? Os caldeus ja tinham esta pratica antes da lei. Isso é so um exemplo de tantos outros que poderia citar...

mais um para finalizar este post: há registros que no egito antigo, os egipcios davam dizimo a faraó em forma de oferenda...


a forçada é você achar que isto teria alguma relavância para refutar a vigência do dízimo . Vc sabe que conheço bem e concordo com sua posição sobre o dízimo , mas não com este argumento . Por exemplo , há nações antigas que tem a lei do 'não matarás' (código de hamurabi por exemplo) , devemos dizer que Moisés copiou delas ??

Abraão copiou ou sentiu de Deus ? afinal Abraão era PROFETA , conforme a bíblia relata Jesus disse "Abraão viu meu dia , e regozijou-se" . Colocando este argumento no tabuleiro , você coloca a lei mosaíca como cópia e não inspiração divina , analise .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Dom 01 Mar 2009, 16:51

pq o mateus nao tenta responder estas perguntas?

as minhas ele nao respondeu, ele preferiu os entope-tela

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6002
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Dom 01 Mar 2009, 16:58

Articulador escreveu:

a forçada é você achar que isto teria alguma relavância para refutar a vigência do dízimo . Vc sabe que conheço bem e concordo com sua posição sobre o dízimo , mas não com este argumento . Por exemplo , há nações antigas que tem a lei do 'não matarás' (código de hamurabi por exemplo) , devemos dizer que Moisés copiou delas ??

opiniao sua, e eu respeito...a lei do "nao mataras" é anterior a abraao, vide o caso entre caim e abel, que Deus imputou sançao a caim por causa da morte de seu irmao. Onde está escrito que antes havia isso?


Abraão copiou ou sentiu de Deus ? afinal Abraão era PROFETA , conforme a bíblia relata Jesus disse "Abraão viu meu dia , e regozijou-se" . Colocando este argumento no tabuleiro , você coloca a lei mosaíca como cópia e não inspiração divina , analise .

eu nao digo que 100% da lei mosaica era copiada, mas muitas partes sim, de permissao sim, de atitudes que ja existiam e Deus permitiu por causa da ignorancia do povo hebreu. Tá mas Jesus disse que Abraao o viu um dia, mas nao disse que deu o dizimo inspirado. Ate pq ele nao seguiu o principio da lei mosaica que é o dizimo mensal, bimensal, anual, dizimo dos dizimos, tri-anual da colheita...que foi normatizada pela lei...entao o dizimo de abraao foi diferente da lei mosaica. E tem mais: ele deu dizimo dos despojos, tambem diferente da lei mosaica que ordenava dar dizimo de tudo

logo é mais inerente dizer que ele ja tinha aprendido isso, como forma de agradecimento, como costume dos povos antigos de darem dizimo a alguem como forma de agradecimento por um determinado feito.

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6002
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por Cláudia em Dom 01 Mar 2009, 19:13

EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:pq o mateus nao tenta responder estas perguntas?

as minhas ele nao respondeu, ele preferiu os entope-tela
Ele disse que não quer jogar as perólas aos porcos...

Quando o mão fechada é cabeça dura, pra que ficar discutindo? Só digo que melhor fosse que colocasse uma mó de atafona no pescoço do que atrapalhar as boas novas.


Você e o que você chama Fonte são a mesma coisa.
Você não pode estar separado da Fonte.
A fonte nunca está separada de você.
Jesus é a fonte da Água Viva

Cláudia
Safira
Safira

Número de Mensagens : 158
Idade : 39
Localização : São Paulo
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Dom 01 Mar 2009, 21:50

Cláudia escreveu:
EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:pq o mateus nao tenta responder estas perguntas?

as minhas ele nao respondeu, ele preferiu os entope-tela
Ele disse que não quer jogar as perólas aos porcos...

Quando o mão fechada é cabeça dura, pra que ficar discutindo? Só digo que melhor fosse que colocasse uma mó de atafona no pescoço do que atrapalhar as boas novas.

sim perolas aos porcos (iurdianos), por isso que os iurdianos ficam mais enrolado que linha em carretel e mais perdido que cego no meio do tiroteio...kkkkkkkkkkkk

olho grande no dinheiro alheio, sem argumento fica assim igual a vc e o mateus: ou nao tem argumentos, ou palavras-repetecos, ou copy-paste de pessoas que nao sabem nada de biblia....

atrapalhar as boas novas nao, estou ajudando, pq a igreja nao precisou de dizimo nos 8 primeiros seculos da era cristã e propagou o evangelho...

enquanto vc, o mateus e os outros iurdianos pregam o dizimo como subjugo do crente, se o ES nunca deu subjugo para o povo...(At.15)

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6002
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por Convidad em Seg 02 Mar 2009, 02:00

EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:
Articulador escreveu:

a forçada é você achar que isto teria alguma relavância para refutar a vigência do dízimo . Vc sabe que conheço bem e concordo com sua posição sobre o dízimo , mas não com este argumento . Por exemplo , há nações antigas que tem a lei do 'não matarás' (código de hamurabi por exemplo) , devemos dizer que Moisés copiou delas ??

opiniao sua, e eu respeito...a lei do "nao mataras" é anterior a abraao, vide o caso entre caim e abel, que Deus imputou sançao a caim por causa da morte de seu irmao. Onde está escrito que antes havia isso?


Abraão copiou ou sentiu de Deus ? afinal Abraão era PROFETA , conforme a bíblia relata Jesus disse "Abraão viu meu dia , e regozijou-se" . Colocando este argumento no tabuleiro , você coloca a lei mosaíca como cópia e não inspiração divina , analise .

eu nao digo que 100% da lei mosaica era copiada, mas muitas partes sim, de permissao sim, de atitudes que ja existiam e Deus permitiu por causa da ignorancia do povo hebreu. Tá mas Jesus disse que Abraao o viu um dia, mas nao disse que deu o dizimo inspirado. Ate pq ele nao seguiu o principio da lei mosaica que é o dizimo mensal, bimensal, anual, dizimo dos dizimos, tri-anual da colheita...que foi normatizada pela lei...entao o dizimo de abraao foi diferente da lei mosaica. E tem mais: ele deu dizimo dos despojos, tambem diferente da lei mosaica que ordenava dar dizimo de tudo

logo é mais inerente dizer que ele ja tinha aprendido isso, como forma de agradecimento, como costume dos povos antigos de darem dizimo a alguem como forma de agradecimento por um determinado feito.


tudo bem Evangelista, mas tua posição é perigosa para você Mesmo , foi Deus na sarça ardente que se apresentou a moisés , e foi Dele que foram ditadas as leis mosaícas . Da maneira como você se manifestou acima , tirou a veracidade do relato bíblico , contra o LEI do dízimo sim , contra ofertas voluntárias não , mas principalmente não podemos ser contra a veracidade bíblica .

Quanto Abraão , o dízimo não foi dado a favor de qualquer um, mas do próprio Mesquisedeque (figura de Cristo) muito mais provavél que foi pela Inspiração do próprio Espírito de Deus então . Não há problema algum em Deus inspirar alguém a dar uma décima parte de algo , principalmente porque Abraão serviria de exemplo também para os da aliança do sinai que viriam depois . Assim como não há problema algum em um cristão da nova aliança dar 10% , o problema é , volto a insistir , CONSIDERAR este percentual uma LEI ! ...

é uma discussão difícil com os dizimistas legais , mas não podemos ser contra percentual nenhum , em base de RM14 , aquele que distingue entre dias , ou que não distingue , AMBOS são aceitos por Deus (por analogia direta , aquele que distingue percentuais e os que não distinguem) , o que Paulo recrimina reiteradamente , é quando nos justificamos pela lei : ie.: achamos que somos melhores que os outros , porque seguimos um percentual matemático , e ainda achamos isto uma imposição regrada .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por lordakner em Seg 02 Mar 2009, 09:34

Articulador escreveu:
pois é lordakner ,

minhas intervenções contigo era mais porque sua irônia era generalista (porque há muita igrejinha de pé-de-morro , onde o pastor tem dois empregos e põe do bolso para manter a igreja aberta) , mas muitos de nós temos ciência dos que se 'dizem' líderes , mas servem só ao próprio umbigo , enriquecendo às custas da simploriedade da fé das pessoas .

Peço desculpas por ter te incluído na gamela geral.
Posições como a sua demonstram, pelo menos, coêrencia.
Não é possivel que vejam o que personagens como o do meu avatar fazem com o dízimo, e continuem alegremente achando que é o dinheiro de deus.
Em tempo:
Quando se dá 10% de 5.000,00 não faz falta.
Mas 40,00 de um salário mínimo significa FALTAR LEITE DAS CRIANÇAS.
Dar "de coração aberto", qualquer quantia, me parece - no mínimo - mais razoável!

lordakner
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 5811
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por David de Oliveira em Seg 02 Mar 2009, 10:31

Prefiro ser "mão fechada" aos lobos (especialmente ao pedir mais cedo), que ser um otário e sustentar esses malas sem alças.
david


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8360
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por Ed em Seg 02 Mar 2009, 10:47

lordakner escreveu:Quando se dá 10% de 5.000,00 não faz falta.
Mas 40,00 de um salário mínimo significa FALTAR LEITE DAS CRIANÇAS.

Muito bem colocado...

Matematicamente, 10% é igual em ambos os casos! Porém, socialmente há uma gritante diferença no montante decimal.

O rico dizimar ou dar do que sobeja é no mínimo compra de indulgência (escrevi isto para uma reflexão mais aprofundada). Quanto ao pobre, como a viúva que deu suas únicas duas moedas, é um ato de fé excepcional, a tal ponto de mexer com o sentimento do próprio Senhor Jesus!


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3162 dias de existência com 228915 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11001
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por athos em Seg 02 Mar 2009, 11:37

Dízimo significa a décima parte de algo, paga voluntariamente ou através de taxa ou imposto, normalmente para ajudar organizações religiosas judaicas ou cristãs. Apesar de atualmente estar associada à religião, muitos reis na Antigüidade exigiam o dízimo de seus povos.

Fonte: Winkpédia

Como vocês podem observar eu sou a favor, matemáticamente falando de dar 10%. banana


Cal escreveu:A ideia de Deus é irrefutável, pois nada provaria que Ele não existe.

athos
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1156
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/12/2008

http://www.peniel.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por Convidad em Seg 02 Mar 2009, 13:06

lordakner escreveu:
Articulador escreveu:
pois é lordakner ,

minhas intervenções contigo era mais porque sua irônia era generalista (porque há muita igrejinha de pé-de-morro , onde o pastor tem dois empregos e põe do bolso para manter a igreja aberta) , mas muitos de nós temos ciência dos que se 'dizem' líderes , mas servem só ao próprio umbigo , enriquecendo às custas da simploriedade da fé das pessoas .

Peço desculpas por ter te incluído na gamela geral.
Posições como a sua demonstram, pelo menos, coêrencia.
Não é possivel que vejam o que personagens como o do meu avatar fazem com o dízimo, e continuem alegremente achando que é o dinheiro de deus.
Em tempo:
Quando se dá 10% de 5.000,00 não faz falta.
Mas 40,00 de um salário mínimo significa FALTAR LEITE DAS CRIANÇAS.
Dar "de coração aberto", qualquer quantia, me parece - no mínimo - mais razoável!


barbaridade , gosto muito mais deste lordakner que argumenta sem ironia , deve ser novo forista . :risadinha: Sim , vc tem razão nisto , antigamente as pessoas davam da colheita , mas era bem diferente , ninguém tinha 'água/luz/aluguel/escola das crianças' , quer dizer , pouca despesa fixa , a organização econômica era outra . Hoje se uma pessoa ganha 700,00 , mas gasta 650,00 no essêncial , como vai dar 70 ?? e aí muitos passam dificuldade , depois querem que Deus siga atrás , fazendo milagres para tapar buraco .

Agora se uma pessoa ganha acima da média , e concorda com uma igreja , concorda com o que se prega , e acha que faz bem a ele e ao próximo , já sou de opinião que pode dar até mais que 10% , porque sabemos que ele vai dar do excedente ... a doutrina de Cristo é por aí , apesar de muitos terem sido convencidos a ficar com a lei velha , a realidade bíblica após Cristo , é que as regras cairam , porque serviam para outro tipo de pessoa e sociedade .

inté .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

farol Re: Você é contra o dízimo?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 07:37


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum