.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
22 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 22 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Azeite de Oliva - Saúde - Benefícios...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Azeite de Oliva - Saúde - Benefícios...

Mensagem por Adriane Cunha em Qui 19 Fev 2009, 7:47 pm

Azeite de Oliva Extra-Virgem - Saúde - Benefícios...

Quem quer ter saúde deve ficar longe de gorduras. Certo? Em parte: deve ficar longe de óleos vegetais comuns sim; deve ficar longe de frituras à base desses óleos sim, mas deve, sem dúvida, consumir outras gorduras, como por exemplo o azeite de oliva extra-virgem. Por incrível que pareça, a gordura é muito importante para o funcionamento do organismo.

Quem quer ter saúde deve ficar longe de gorduras. Certo? Em parte: deve ficar longe de óleos vegetais comuns sim; deve ficar longe de frituras à base desses óleos sim, mas deve, sem dúvida, consumir outras gorduras, como por exemplo o azeite de oliva extra-virgem. Por incrível que pareça, a gordura é muito importante para o funcionamento do organismo.

Sempre aconselho meus pacientes a consumirem o azeite de oliva extra virgem com moderação, para dar aroma aos alimentos após terem saído do fogo. Ou para as saladas!
O azeite extra-virgem tem propriedades antiinflamatórias, mas por favor, não abuse da quantidade, nem submeta a temperaturas muito altas, pois ele pode se oxidar e passar a fazer mal. O azeite extra-virgem possui aroma delicioso de oliva. Procure desenvolver seu paladar com o objetivo de apreciá-lo. Hoje em dia, existem muitas boas marcas disponíveis no mercado.
O problema dos outros óleos vegetais comuns é a maneira com que são obtidos. Para extrair o óleo de uma azeitona (oliva), basta espremê-la com as próprias mãos. Faça isso agora mesmo, e veja como suas mãos ficam impregnadas de óleo. O termo extra-virgem se dá ao óleo que foi obtido através de uma pressão muito suave, a frio. Após a obtenção deste líquido nobre, impõe-se às azeitonas uma segunda prensa, bem mais forte, mediante temperaturas mais elevadas, a fim de extrair todo o óleo possível. Esse azeite já não é mais extra-virgem.
Óleos são líquidos muito especiais e delicados. Nosso organismo, nossas células, são lubrificadas com óleos e gorduras provenientes da nossa alimentação, e seu excelente funcionamento depende da qualidade desses óleos e gorduras. Ao submeter um determinado óleo a uma pressão e/ou temperatura muito alta, este líquido sofre alterações químicas que resultam na perda das propriedades e poderes benéficos. Pior: ao se incorporarem nas paredes das nossas células, esses óleos alterados resultarão em células alteradas. E hormônios idem, pois os óleos também entram na sua composição.
Com células e hormônios alterados, o mínimo que você pode esperar é uma dor de cabeça, em todos os sentidos!
Agora que você viu como é fácil extrair óleo de uma oliva, tente fazer o mesmo com um milho ou uma soja. Aperte bastante, com toda força, e veja se sai algum óleo! Não sai! Para extraí-lo, é preciso submeter o produto a uma temperatura e pressão muito altas. O resultado são óleos quimicamente alterados, os assim chamados óleos vegetais comuns, que você incorpora dia após dia no seu organismo, conforme utiliza. Esses óleos passam por processos de remoção de clorofila, cálcio, carboidratos complexos, magnésio, além de processos de remoção de ácidos graxos livres, branqueamento (remoção do beta-caroteno e da clorofila), remoção dos odores (perde-se a vitamina E e adicionam-se agentes sintéticos).

A margarina e as gorduras vegetais hidrogenadas também são óleos vegetais alterados. Passam por um processo denominado hidrogenação, no qual um óleo vegetal, líquido, se transforma numa massa sólida ou semi-sólida, totalmente antinatural. Fuja dessas substâncias e ganhará saúde.

Os azeites de oliva extra-virgens bons são importados de países mediterrâneos, como a Espanha. São bem mais caros que os óleos de cozinha comuns. Mas estes faz mal, e aqueles fazem bem. Se você ainda acha o azeite de oliva extra-virgem caro, saiba que remédios e doenças são mais caros ainda. E lembre-se: A primeira coisa que eu falei foi: use-o, sempre, em pequenas quantidades. Cozinhe com o melhor óleo, mas não exagere na quantidade. Consuma-o no contexto de uma alimentação saudável e balanceada.

Guarde seu azeite em lugar fresco (geladeira) e ao abrigo da luz (envolto em papel de alumínio), caso contrário ele vai oxidando, perdendo a propriedade medicinal, antiinflamatória, e adquirindo uma ação pró-inflamatória, igual à dos óleos "proibidos" da dieta. Um óleo oxidado cria reações de oxidação no organismo. Pense numa maçã que foi cortada e deixada exposta ao ar por vários minutos. A coloração amarronzada que ela adquire é proveniente da reação de oxidação que ela sofreu. Esse tipo de reação, no ser humano, é um dos desencadeantes e mantenedores de doenças crônicas e do envelhecimento.

Quanto mais novo o azeite, melhor, pois sofreu menos tempo de exposição à luz e ao calor, portanto menos oxidação. Observe atentamente os rótulos, e compre azeites com data de fabricação o quanto mais recente e prazo de validade o quanto mais distante. Não consuma óleo de canola regularmente, pois ele é altamente refinado, oxidado e pode conter substâncias tóxicas à nossa saúde.

cafezinho Lembre-se sempre, nunca é demais repetir: no caso dos óleos, tão influentes na saúde como um todo, é preciso também que a quantidade seja modesta. Apesar da sua importância, mais não é sinônimo de melhor!
Dr Alexandre Feldman- Clínico Geral.


Fonte: Azeite de Oliva Eapanhol


cafezinho "Sempre fica um pouco de perfume nas mãos que oferecem flores."

Adriane Cunha
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4899
flag : Israel
Data de inscrição : 03/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Azeite de Oliva - Saúde - Benefícios...

Mensagem por Adriane Cunha em Qui 19 Fev 2009, 7:53 pm

Farelo de aveia e azeite de oliva espanhol: para cuidar do coração coraçãozinho

O farelo de aveia é um alimento 100% natural, integral e rico em fibras solúveis que traz o benefício de diminuir as taxas de colesterol do sangue. Ele é oriundo de um processo mecânico que separa a parte exterior do grão de aveia. Esta, por sua vez, faz parte do grupo de cereais como o arroz, o trigo e o milho. Pelo menos 14% do grão da aveia é constituído pelo farelo.


As fibras alimentares se distinguem por suas funções no organismo e são classificadas em duas categorias:

1. Fibras solúveis: são aquelas que dissolvem em água e incluem a pectina, as gomas e certas hemiceluloses. O farelo de aveia é o principal representante deste grupo.
2. Fibras insolúveis: não se dissolvem em água e são a celulose, a lignina, muitas hemiceluloses . As melhores fontes são o arroz e o trigo integral.

O maior benefício das fibras solúveis é controlar as taxas de colesterol, o seu consumo habitual diminui a taxa das LDL (lipoproteínas de baixa densidade ou mau colesterol). Sabe como? Elas são fermentadas, produzindo várias substâncias e uma delas - os ácidos graxos voláteis - são absorvidos para corrente sangüínea, chegam ao fígado e inibem a síntese de colesterol. E mais: elas aumentam a perda de colesterol pelas fezes.

Os medicamentos e os alimentos do estados Unidos são rigorosamente controlados pelo FDA (Food and Drug Administration). Em 1996, o FDA aprovou o farelo de aveia como um alimento que diminui o colesterol do sangue e, portanto, reduz os riscos de doenças cardiovasculares desde que associada com uma dieta sem exagero de gorduras, principalmente do tipo saturada.

Para chegar a tal recomendação os FDA avaliou 37 estudos clínicos conduzidos por especialistas, conduzidos por especialistas de renome, sobre o efeito do farelo de aveia e reviu as pesquisas sobre o mesmo assunto conduzidas pela FASEB (Federation of America Societies for Experimental Biology) publicados em 1987.


palminhas Não há mais dúvida: o farelo de aveia é um bom aliado para ajudar a diminuir e controlar as taxas de colesterol no sangue , mas não é só este seu benefício. Com o farelo de aveia há redução no risco de câncer de cólon, dos cálculos biliares e ajuda a perder peso.

cafezinho Dose diária

Para ter todos os benefícios do farelo de aveia é preciso comer todos os dias 56 g do produro, o que equivale a 8 colheres das de sopa.


Fonte: Azeite de Oliva Eapanhol


cafezinho "Sempre fica um pouco de perfume nas mãos que oferecem flores."

Adriane Cunha
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4899
flag : Israel
Data de inscrição : 03/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Azeite de Oliva - Saúde - Benefícios...

Mensagem por Luís em Sex 20 Fev 2009, 10:33 am

A gente só não pode esquecer que Azeite é a coisa mais calória que existe no mundo. e que ele ao ser muito aquecido perde as propriedades. melhor usar em saladas ou depois das frituras.

O farelo de aveia (aveia de qq forma) é um dos melhores alimentos que se pode comer.


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Azeite de Oliva - Saúde - Benefícios...

Mensagem por Ana Clara em Sex 20 Fev 2009, 6:37 pm

Luís escreveu:A gente só não pode esquecer que Azeite é a coisa mais calória que existe no mundo. e que ele ao ser muito aquecido perde as propriedades. melhor usar em saladas ou depois das frituras.

O farelo de aveia (aveia de qq forma) é um dos melhores alimentos que se pode comer.
Pois é, também acho que qualquer tio de óleo só deve ser colocado em altas temperaturas (frituras) apenas uma vez e depois disto ser inutilizado (jogar fora), pois se transforma em polisaturado, forma maléfica para a saúde.

Cuidado ao comer fora de casa; os restaurantes costumam filtrar o óleo de fritura inúmeras vezes, o que torna o produto terrivelmente perigoso para a saúde.

Cuidado com pastéis de feira dentra outros (churros, etc...)coraçãozinho


:: Sempre há esperança quando há vida humana. Simone Weil

Ana Clara
Safira
Safira

Número de Mensagens : 144
Idade : 45
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Azeite de Oliva - Saúde - Benefícios...

Mensagem por Adriane Cunha em Dom 22 Fev 2009, 10:16 pm

Centeio e azeite de oliva: deliciosa combinação para cuidar do coração

Vários estudos epidemiológicos têm mostrado uma relação inversa entre o consumo de uma dieta rica em fibras e as doenças cardiovasculares. Das diferentes fontes de fibras (cereais, legumes e frutas) as encontradas nos cereais têm mostrado o melhor efeito na redução do risco de doenças cardiovasculares.

Comparando as fibras insolúveis com as solúveis , estas últimas são as mais eficientes em diminuir as taxas de colesterol, pois elas são capazes de se ligar aos ácidos biliares (substância com elevada concentração) no intestino. Como resultado o colesterol não é reabsorvido e é excretado pelas fezes. Tal situação estimula a produção de mais colesterol no fígado. Por outro lado, a fermentação das fibras solúveis no intestino grosso produz ácidos graxos de cadeias curtas que inibem a síntese do colesterol.


As fibras solúveis possuem uma certa viscosidade e, por isso, podem retardar a absorção de alguns nutrientes. Tal fato pode ser observado na taxa de absorção carboidratos, que por sua vez leva à diminuição da resposta de insulina. Sabe-se que a insulina é uma das estimuladoras da síntese de colesterol. Assim, a fibra solúvel estaria mais uma vez contribuindo para a diminuição da taxa de colesterol e afastando o risco das doenças cardiovasculares.


Entre os cereais que mais tem sido estudado para controlar a taxa de colesterol a aveia está no topo da lista, devido à presença do ß-glucans, que produz uma modesta redução da taxa de colesterol em indivíduos com colesterol normal. Mas a redução é eficiente nos hipercolesterolêmicos.


A cevada e o arroz também ajudam a reduzir a taxa de colesterol , o primeiro deve-se à presença de ß-glucans solúveis. O arroz tem tal propriedade devido à uma substância insaponificável. Já fibra do trigo não tem qualquer efeito.

Os efeitos do centeio na taxa de colesterol

O centeio é um cereal muito consumido no norte da Europa, principalmente na forma de pão, sendo rico em fibras. Cada 100 g do cereal 16% é composto dela, sendo 60% de arabinoxilan, 15% de celulose e 9% de ß-glucan.

Muito tem sido pesquisado sobre o efeito das fibras do centeio em reduzir as taxas de colesterol . Os resultados são animadores, principalmente nos indivíduos que estão com elevadas taxas de colesterol, os hipercolesterolêmicos.


Um recente estudo do departamento de nutrição da universidade de Kuopio, na Finlândia, mostrou que realmente o consumo de pão de centeio é benéfico para o coração . Este estudo determinou o efeito do pão de centeio comprado com o pão de trigo refinado no colesterol do sangue em indivíduos com hipercolesterolemia. E mais: se há alteração da glicose e insulina plásmatica com o pão de centeio.


Para isso os cientistas estudaram 18 homens e 22 mulheres com elevada taxa de colesterol, durante 4 semanas. Neste período 20% da dieta era composta de pães de centeio ou de trigo refinado. Depois deste tempo, o colesterol diminuiu em 8% naqueles que comeram o pão de centeio e a LDL chegou a diminuir em até 12%.

Um fato interessante é que os homens foram os mais beneficiados. Já aqueles que comeram pão de trigo não apresentaram qualquer alteração. Por outro lado as taxas de glicose e insulina não foram alterada nem com o pão de centeio nem com o de trigo.

cafezinho Pão de centeio com Azeite de Oliva Espanhol

Para ter todos os benefícios do pão de centeio é preciso comer diariamente pelo menos uma porção de 200 g. Para boa parte das pessoas esta é uma porção grande, pois elas estão acostumadas ao pão francês de 50 g. Com isso há diminuição de colesterol e devido ao elevado conteúdo de fibra do centeio pode-se até perder peso. Como se sabe, as fibras aumentam a saciedade.


Azeite de Oliva


cafezinho "Sempre fica um pouco de perfume nas mãos que oferecem flores."

Adriane Cunha
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4899
flag : Israel
Data de inscrição : 03/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Azeite de Oliva - Saúde - Benefícios...

Mensagem por Adriane Cunha em Ter 03 Mar 2009, 9:42 pm

Os benefícios do azeite de oliva para o perfil lipídico do sangue

Um estudo conduzido pelo Instituto de Lipídios em Sevilha, na Espanha, usando em 22 indivíduos humanos para determinar os efeitos de dietas enriquecidas com azeite de oliva ou óleo de girassol com alta concentração de ácido oléico (ácido graxo monoinsaturado) na composição triacilglicerídica de lipoproteínas de densidade muito baixa (VLDL). Ambos os óleos apresentam uma composição de ácidos graxos monoinsaturados (MUFA) similar, mas diferem na composição de triacilgliceróis.

Na primeira parte do estudo os participantes receberam uma dieta rica em carboidratos e pobre em gorduras. A partir de então passaram a consumir o azeite de oliva e o óleo de girassol, representando 40% da energia total da dieta.

As dietas ricas em azeite e óleo de girassol enriquecido em ácido oléico resultaram em um aumento significante em ácidos palmitoleico, oleico e eicosanóides. Em adição, a dieta de óleo de girassol enriquecido em ácido oléico aumentou o conteúdo de ácido esteárico e de ácidos graxos saturados.

Ambas as dietas ricas em MUFA's diminuíram significantemente o conteúdo de sn-glicerol-palmitato-linoleato-oleato, sn-glicerol-palmitoleato-dioleato e sn-glicerol-trioleato. A ingestão de azeite de oliva, em particular, diminuiu de maneira significantiva o conteúdo de sn-glicerol-tripalmitato e aumentou o conteúdo de triacilgliceróis e ácido araquidônico.

Em adição, o azeite de oliva, mas não óleo de girassol rico em ácido oléico, contribuiu para triacilgliceróis de VLDL que contêm ácidos alfa-linoléico e docosahexaenóico acilados na posição sn-2. Essas informações sugerem que diferenças na composição de triacilgliceróis de VLDL são importantes para explicar os efeitos benéficos do azeite na redução de riscos aterogênicos em pessoas saudáveis.


cafezinho Referência
RUIZ-GUTIÉRREZ, V.; MORGADO, N.; PRADA, JL et al. Composition of human VLDL triacylglycerols after ingestion of olive oil and high oleic sunflower oil). J. Nutr.128: 570-6,1998.

Azeite de Oliva


cafezinho "Sempre fica um pouco de perfume nas mãos que oferecem flores."

Adriane Cunha
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4899
flag : Israel
Data de inscrição : 03/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Azeite de Oliva - Saúde - Benefícios...

Mensagem por Adriane Cunha em Ter 10 Mar 2009, 5:32 pm

Brócolis com azeite de oliva

Desde 1980 o consumo de brócolis tem sido associado com uma menor incidência de alguns tipos de câncer, graças à presença de compostos orgânicos com enxofre, que aumentam a atividade das enzimas responsáveis em desintoxicar o organismo de certos agentes cancerígenos. E mais: nos brócolis encontram-se, também, substâncias que alteram o metabolismo dos estrógenos (hormônios femininos). O resultado é a prevenção dos cânceres de útero e de mama.

Para completar o brócolis é um alimento rico em fitoquímicos e outras substâncias que ajudam reduzir os danos celulares causados por tumores. Tais substâncias, ainda, retardam o processo de envelhecimento , melhoram o funcionamento dos pulmões e diminuem o aparecimento da catarata e da degeneração muscular.

ideia Uma dupla saudável e saborosa: brócolis com azeite de oliva

Para obter os benefícios dos brócolis ele deve estar presente na alimentação habitual. Os estudiosos em alimentação recomenda o consumo de brócolis pelo menos três vezes por semana .

Para deixar o brócolis mais saboroso e, ainda, mais saudável basta elaborá-los com azeite de oliva espanhol. Assim, a preparação terá não só uma boa dose de fitoquímicos como também ácido oléico, uma gordura monoinsaturada que ajuda a regular a taxa de colesterol no sangue.

cafezinho Conselho: caso você sinta desconforto abdominal após o consumo de brócolis, por uma maior produção de gases, isso significa a falta de uma enzima que ajuda na digestão deste alimento. Nesse caso aconselhamos o consumo de uma menor quantidade e aumentar para quatro ou cinco vezes por semana.


Azeite de Oliva


cafezinho "Sempre fica um pouco de perfume nas mãos que oferecem flores."

Adriane Cunha
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4899
flag : Israel
Data de inscrição : 03/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Azeite de Oliva - Saúde - Benefícios...

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 6:53 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum