.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
56 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 55 Visitantes :: 1 Motor de busca

Guilherme

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Os membros mais ativos do mês
Ed
 
Guilherme
 
David de Oliveira
 
gusto
 
Khwey
 
irmão
 
Valter
 
Rafael Mori
 
silvamelo
 
Mary
 


Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Convidad em Sex 13 Fev 2009, 4:06 pm

EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:
Articulador escreveu:

a) aquele que não quiser se reconciliar , após algumas tentativas , conforme 1cor7:11 pode ser considerado por JUSTO DIREITO um descrente , logo pode-se aplicar a regra de Icor7:15 , que o outro não ficará sobre servidão .


se for assim vai abrir um leque terrivel para aumentar o numero de divorcios. Neste caso tem que ser literal. O descrente descrito por Paulo é aquele que a mulher cristã casou-se com um homem nao crente...tanto é verdade que Paulo tambem afirma:"Porque o marido descrente é santificado pela mulher; e a mulher descrente é santificada pelo marido; de outra sorte os vossos filhos seriam imundos; mas agora são santos". Entao é fato que Paulo tava falando de um casamento de jugo desigual.

a primeira parte da carta diz respeito de relacionamento entre cristaos, portanto quando Paulo afirma para ficar sozinho ou reconciliar, temos que ter em mente que deve-se manter o principio da indissolubilidade, se for para separar que fique sozinho ou reconcilie, e ponto pacifico na questao... e mesmo que a outra parte nao queira por estar magoado ou coisa parecida, continua sozinho...nao ha como enxergar de outra forma.

a mesma argumentação sua poderia ser aplicada então a qualquer perdão , mas não é o que Jesus diz , diz que não devemos pecar MAS se percarmos temos um interecessor no céu , e que quiser usar desta graça para pecar ainda mais , Deus o saberá e pagará segundo sua justiça.

Minha interpretação não apenas é correta evangelista , mas é justa e não quebra um único mandamento de Cristo , mas a vigente , que todo mundo usa , esta sim quebra , obriga os abrasados a continuarem abrasados , quebra o princípio de amor que toda a regra deve seguir , cria uma regra sem razão moral de existir .

Crente é quem cumpre o cristianismo , descrente é quem não cumpre , não são tarjas auto-existente , caso contrário o católico seria crente (e muitos outros) , e o que não quer reconciliação , não está cumprindo o cristianismo . Vamos voltar à antiga aliança , Deus CANSOU de falar que era uma aliança perpétua , entre 'suas gerações' , etc etc etc .. mas como Deus QUEBROU esta aliança ?? porque o que se 'dizia' judeu não quis reconciliação com Deus , veja : (Hebreus 8:9) - Não segundo a aliança que fiz com seus pais No dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; Como não permaneceram naquela minha aliança, Eu para eles não atentei, diz o Senhor.

O casamento é uma aliança , se um não permanecer , as regras foram quebradas , e o outro é livre , seja pelo velho , seja pelo novo testamento .


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Well em Sex 13 Fev 2009, 4:11 pm

ARt, a parte que não quis se reconciliar então estará em pecado contínuo caso venha a se casar novamente?


Todos os caminhos levam a Deus? http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens: 1766
flag: Brasil
Data de inscrição: 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Convidad em Sex 13 Fev 2009, 4:21 pm

Well escreveu:ARt, a parte que não quis se reconciliar então estará em pecado contínuo caso venha a se casar novamente?

Estará em adultério , neste caso não há dúvida da culpa .
Porém se pedir perdão após o novo casamento , e pedir perdão ao conjuge antigo , Deus perdoará a pessoa , SÓ QUE enquanto isto não ocorre , a pessoa poderá ser penalizada , tanto por Deus quanto pelo diabo .

Cristo falou ao aleijado que havia acabado de curar :"vá e não peques mais , para que mal ainda pior não lhe susceda" . Então sabemos que o pecado tem um custo de morte (alma) , e um custo na vida (dificuldades) .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Adriane Cunha em Sex 13 Fev 2009, 4:50 pm

EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:"Mas, se o descrente se apartar, aparte-se; porque neste caso o irmão, ou irmã, não esta sujeito à servidão; mas Deus chamou-nos para a paz."(I Co.7:15)
esta regrinha é so para quando um dos conjuges nao é cristao...quando ambos sao crentes, tem a obrigaçao de se acertarem...caso isso nao aconteça: permanece a regra biblica, predita por Paulo:" Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher".(I Co.7:11)

Amados! Estou aproveitando a citação do EVANGELISTA/RJ/MSN, a fim de tecer uma pergunta...

E como fica o caso em que um dos cônjuges se desviou? Não deseja nem a esposa (ou marido) e, muito menos Deus?

Estará ela (ele) livre para um novo casamento?

Base bíblica, amados!

Em Cristo Jesus...


cafezinho "Sempre fica um pouco de perfume nas mãos que oferecem flores."

Adriane Cunha
Pollux
Pollux

Número de Mensagens: 4899
flag: Israel
Data de inscrição: 03/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Convidad em Sex 13 Fev 2009, 5:26 pm

justamente o que explanei ao Evangelista , crente não é um nome , é uma CONDIÇÃO , aquele que é cristão se reconcilia , o que não é , se aparta , e o outro fica livre desde que tenha feito de tudo para resgatar o casamento .

Porém o que se apartou , o desviado , este pecou contra Cristo , e NÃO estaria livre para novo casamento , se casar , adultera . Lógico que um desviado , pode enquanto for tempo , se acertar novamente com Cristo .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Adriane Cunha em Sex 13 Fev 2009, 7:24 pm

Levantei esta questão pelo fato de conhecer muitas mulheres que se sentem na "obrigação" diante de Deus, em não tomarem atitude alguma, senão orar. E o "cabra desviado" ainda se fazendo de "lobo em pele de cordeiro", referindo que estar em outra igreja também orando. te pego

Só Deus para entender! Cristo...


cafezinho "Sempre fica um pouco de perfume nas mãos que oferecem flores."

Adriane Cunha
Pollux
Pollux

Número de Mensagens: 4899
flag: Israel
Data de inscrição: 03/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sex 13 Fev 2009, 7:58 pm

Articulador escreveu:

sim, é isto que quero dizer , muitos tem ensinado para deixar um casamento atual e voltar ao antigo , isto é remendar um mal com um mal ainda maior . Só que repare que Cristo dá a entender que foi ela que separou-se dos demais , e isto não era permitido pela lei mosaíca .

pelo menos nisto concordamos. Proximo quote...



se o compromisso de ambos for o 'viver até que a morte o separe' , é válido , lembremos que não há outra maneira de entender o que seja um casamento , senão esta declaração do casal , que foi dita também por Cristo em Mateus 19 . Agora o pecado do adultério é um caso à parte , se a pessoa não se arrepender pagará o preço , e o preço é a morte , então se alguém fizer isto de caso pensado para ficar com outra pessoa , estará irritando à Cristo , e jogando fora sua salvação .


é valido mesmo sendo considerado prostituiçao, Art?

Jesus foi bem claro: nao foi por causa de prostituiçao o motivo da quebra do casamento, constitui-se adulterio. Creio eu que mesmo que se um homem larga a mulher nao sendo por causa de prostituição e casa com outra, configurando assim adulterio, nao é considerado casamento aos olhos de Deus.



já explanei acima , não há quebra de nenhuma norma bíblica , quem não aceita reconciliação é descrente , veja que o 'reconciliem-se' necessita de aprovação de duas pessoas . há a quebra se exigir que alguém fique sozinho , SEM que a pessoa possa reatar o casamento antigo , quebra-se a regra de amor ao próximo como a sí mesmo , e quebra-se a regra de "se não puder viver abrasado , que se case" .

1º) é obrigaçao de todo cristão tentar reconciliação.
2º) cada caso é um caso. A pessoa ofendida pode nao querer reconciliaçao por estar muito magoada devido ao fato. Lembre-se Art, que uma traição, para ser perdoada, o conjuge ofendido deve passar por um processo para obter a confiança de novo.
3º) Eu compreendo como inadimissivel pensar que o conjuge que cometeu o adulterio, venha querer pedir perdao e querer que o conjuge ofendido venha aceitar assim de mao beijada. É uma situaçao complicada que exige um trabalho de aconselhamento para ambos, principalmente para o conjuge ofendido.
4º) Logo nao podemos afirmar categoricamente que se o conjuge ofendido nao aceita a reconciliaçao é um descrente. Ate pq a linguagem que Paulo aplica é para aqueles que realmente sao descrentes, impios, que nunca se converteram ao evangelho.

vou falar de novo: a afirmaçao de Paulo sobre "se não puder viver abrasado , que se case" é orientaçao para SOLTEIROS

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens: 5175
flag: Brasil
Data de inscrição: 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sex 13 Fev 2009, 8:17 pm

Articulador escreveu:
EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:
se for assim vai abrir um leque terrivel para aumentar o numero de divorcios. Neste caso tem que ser literal. O descrente descrito por Paulo é aquele que a mulher cristã casou-se com um homem nao crente...tanto é verdade que Paulo tambem afirma:"Porque o marido descrente é santificado pela mulher; e a mulher descrente é santificada pelo marido; de outra sorte os vossos filhos seriam imundos; mas agora são santos". Entao é fato que Paulo tava falando de um casamento de jugo desigual.

a primeira parte da carta diz respeito de relacionamento entre cristaos, portanto quando Paulo afirma para ficar sozinho ou reconciliar, temos que ter em mente que deve-se manter o principio da indissolubilidade, se for para separar que fique sozinho ou reconcilie, e ponto pacifico na questao... e mesmo que a outra parte nao queira por estar magoado ou coisa parecida, continua sozinho...nao ha como enxergar de outra forma.

a mesma argumentação sua poderia ser aplicada então a qualquer perdão , mas não é o que Jesus diz , diz que não devemos pecar MAS se percarmos temos um interecessor no céu , e que quiser usar desta graça para pecar ainda mais , Deus o saberá e pagará segundo sua justiça.


Como assim para qq perdao? sim temos um intercessor no ceu. Mas a questao nao é esta. O ponto é que vc admite que se o conjuge ofendido nao aceitar a reconciliaçao é considerado descrente, mas pela carta de Paulo, descrente é aquele que nao convive no seio da igreja.

E eu considerei no post anterior que nao podemos tratar o ofendido de qq maneira pq a situaçao é grave, e nao pode ser tratada com rigidez para o lado dele, senao acabamos dando margem uma serie de situaçoes, tais como: se uma mulher nao quiser mais o marido, trai ele na maior cara de pau, o marido fica furioso, tenta-se a reconciliaçao, mas o marido ofendido nao vai querer pq foi com o melhor amigo dele, ai vc diz "ah ele nao aceitou a reconciliaçao entao é descrente", entao mulher vc pode casar de novo....

nao podemos tratar o caso desta forma, por isso quando refutei afirmando que deve ser tratado de forma literal, se nao for em caso de prostituiçao nao pode casar de novo, é para ficar solteiro mesmo, mesmo que o conjuge ofendido nao a aceite de volta. Nao ha nenhuma normativa biblica que afirme que se o conjuge crente nao quiser voltar por estar chateado com a traiçao, a mulher tem o direito de por o fim ao casamento e casar de novo.


Minha interpretação não apenas é correta evangelista , mas é justa e não quebra um único mandamento de Cristo , mas a vigente , que todo mundo usa , esta sim quebra , obriga os abrasados a continuarem abrasados , quebra o princípio de amor que toda a regra deve seguir , cria uma regra sem razão moral de existir .

bom isso é o seu pensamento pessoal. Lembre-se Art, este tipo de debate nunca, jamais teve senso comum entre os teologos. O fato de continuarem abrasado no texto de Paulo é relativo aos solteiros.

(I Corintios 7:8) - Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu.

(I Corintios 7:9) - Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.


Crente é quem cumpre o cristianismo , descrente é quem não cumpre , não são tarjas auto-existente , caso contrário o católico seria crente (e muitos outros) , e o que não quer reconciliação , não está cumprindo o cristianismo . Vamos voltar à antiga aliança , Deus CANSOU de falar que era uma aliança perpétua , entre 'suas gerações' , etc etc etc .. mas como Deus QUEBROU esta aliança ?? porque o que se 'dizia' judeu não quis reconciliação com Deus , veja : (Hebreus 8:9) - Não segundo a aliança que fiz com seus pais No dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; Como não permaneceram naquela minha aliança, Eu para eles não atentei, diz o Senhor.

a questao nao é cumprir ou nao cumprir Art. A questao é se colocar no lugar do ofendido. Querer que o camarada perdoe a mulher (ou vice-versa) pela traiçao, é muito dificil, é dolorido, nao é facil. Há pessoas que remoem isso durante dias, meses e anos. E o fato do conjuge ofendido nao querer a esposa (ou esposo) de volta por causa da traiçao, nao podemos considerar como descrente em hipotese nenhuma. Ate pq Paulo na carta jamais afirmou que um conjuge ofendido se nao aceitasse a esposa de volta, seria considerado descrente. Muito pelo contrario, como ja afirmei antes, o descrente que Paulo afirma é relativo a aquele que é impio mesmo, nunca se converteu e a mulher casou em jugo desigual:

(I Corintios 7:13) - E se alguma mulher tem marido descrente, e ele consente em habitar com ela, não o deixe. = creio aqui que Paulo afirma: se a mulher se converteu, e o marido nao crente consente em ainda viver com ela, Paulo ordena: que a mulher nao o deixe

(I Corintios 7:15) - Mas, se o descrente se apartar, aparte-se; porque neste caso o irmão, ou irmã, não esta sujeito à servidão; mas Deus chamou-nos para a paz.




O casamento é uma aliança , se um não permanecer , as regras foram quebradas , e o outro é livre , seja pelo velho , seja pelo novo testamento .


sim o conjuge ofendido sim, aquele que cometeu o adulterio nao...

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens: 5175
flag: Brasil
Data de inscrição: 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Convidad em Sex 13 Fev 2009, 8:19 pm

EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:
Articulador escreveu:

sim, é isto que quero dizer , muitos tem ensinado para deixar um casamento atual e voltar ao antigo , isto é remendar um mal com um mal ainda maior . Só que repare que Cristo dá a entender que foi ela que separou-se dos demais , e isto não era permitido pela lei mosaíca .

pelo menos nisto concordamos. Proximo quote...



se o compromisso de ambos for o 'viver até que a morte o separe' , é válido , lembremos que não há outra maneira de entender o que seja um casamento , senão esta declaração do casal , que foi dita também por Cristo em Mateus 19 . Agora o pecado do adultério é um caso à parte , se a pessoa não se arrepender pagará o preço , e o preço é a morte , então se alguém fizer isto de caso pensado para ficar com outra pessoa , estará irritando à Cristo , e jogando fora sua salvação .


é valido mesmo sendo considerado prostituiçao, Art?

Jesus foi bem claro: nao foi por causa de prostituiçao o motivo da quebra do casamento, constitui-se adulterio. Creio eu que mesmo que se um homem larga a mulher nao sendo por causa de prostituição e casa com outra, configurando assim adulterio, nao é considerado casamento aos olhos de Deus.

você está dizendo que é prostituição , Jesus não disse isto , ele disse que QUEM LARGAR comete adultério (o faltoso portanto) , não o inocente , até porque Cristo não poderia negar as palavras de Paulo (visto seu apóstolo) , colocando alguém em servidão , ou viver atormentado pela carne (abrasado) sabedor que nunca poderá casar , não é servidão ?? certamente é . Por mais comum que seja a doutrina que você professou , e por isto não culpo ninguém , pois é quase unânime , a realidade é que ela não é correta , vai contra a finalidade de bem a nós e ao próximo que toda regra neotestamentária deve ter , e vai contra a presunção de inocência , e vai contra a regra de casar-se para não abrasar-se , se você passar a entender quem pode ser chamado de Crente ou não , que isto é questão de atitudes , e não de declaração , entenderá que não há erro na minha posição , que deixará todo o nt compatível .


já explanei acima , não há quebra de nenhuma norma bíblica , quem não aceita reconciliação é descrente , veja que o 'reconciliem-se' necessita de aprovação de duas pessoas . há a quebra se exigir que alguém fique sozinho , SEM que a pessoa possa reatar o casamento antigo , quebra-se a regra de amor ao próximo como a sí mesmo , e quebra-se a regra de "se não puder viver abrasado , que se case" .

1º) é obrigaçao de todo cristão tentar reconciliação.
2º) cada caso é um caso. A pessoa ofendida pode nao querer reconciliaçao por estar muito magoada devido ao fato. Lembre-se Art, que uma traição, para ser perdoada, o conjuge ofendido deve passar por um processo para obter a confiança de novo.
3º) Eu compreendo como inadimissivel pensar que o conjuge que cometeu o adulterio, venha querer pedir perdao e querer que o conjuge ofendido venha aceitar assim de mao beijada. É uma situaçao complicada que exige um trabalho de aconselhamento para ambos, principalmente para o conjuge ofendido.
4º) Logo nao podemos afirmar categoricamente que se o conjuge ofendido nao aceita a reconciliaçao é um descrente. Ate pq a linguagem que Paulo aplica é para aqueles que realmente sao descrentes, impios, que nunca se converteram ao evangelho.

vou falar de novo: a afirmaçao de Paulo sobre "se não puder viver abrasado , que se case" é orientaçao para SOLTEIROS

1) sim .
2) sim , mas o motivo de adultério (traição) é motivo de iniciar uma separação , o resto não , e aqui , friso , estamos falando de não requerer a reconciliação após algumas tentativas , citei isto antes .
3) concordo , estamos ainda no motivo adultério .
4) uma coisa não tem nada a ver com a outra , suas 3 hipóteses acima são sobre ADULTÉRIO , mas o que estou falando é do conjuge que separa por outros motivos , e não aceita se reconciliar , como ele usou de OUTROS motivos que não os permitidos na biblia , se tornou um descrente naquele momento (foi contra o nt , e inclusive descreu de Deus poder melhorar seu casamento) , assim o inocente pode aplicar a palavra : "o descrente que quiser se apartar , que se aparte , Deus não os chamou para servidão" .

Anote outro argumento também , se sua posição fosse a correta , então OBRIGATORIAMENTE as pessoas teriam que DISSOLVER um novo casamento contraido e VOLTAR para o primeiro , pois não haveria novo casamento , mas um adultério perpétuo , imagine a situação : o conjuge antigo não quer se reconciliar , a pessoa está com uma nova família , filhos pequenos , todos no Senhor , você vai orientar a causar um trauma gigante na nova esposa/filho , para finalidade alguma , senão deixar a pessoa sozinha se abrasando ?? ... a lei de Cristo tem uma finalidade , e é sempre o benefício do homem .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sex 13 Fev 2009, 8:22 pm

Adriane Cunha escreveu:
Amados! Estou aproveitando a citação do EVANGELISTA/RJ/MSN, a fim de tecer uma pergunta...

E como fica o caso em que um dos cônjuges se desviou? Não deseja nem a esposa (ou marido) e, muito menos Deus?

Estará ela (ele) livre para um novo casamento?

Base bíblica, amados!

Em Cristo Jesus...
[/center]

segundo as Escrituras depende do caso...

se o marido se desviou, Paulo ordena que mantenha o casamento se o conjuge que desviou deseja manter o casamento:

(I Corintios 7:13-14) - E se alguma mulher tem marido descrente, e ele consente em habitar com ela, não o deixe. Porque o marido descrente é santificado pela mulher; e a mulher descrente é santificada pelo marido; de outra sorte os vossos filhos seriam imundos; mas agora são santos.

se o marido se desviou e a largou, Paulo argumenta que mulher está livre:

(I Corintios 7:15) - Mas, se o descrente se apartar, aparte-se; porque neste caso o irmão, ou irmã, não esta sujeito à servidão; mas Deus chamou-nos para a paz.

O texto de I Co.7:15, na eventualidade do cônjuge descrente abandonar ou divorciar-se do cônjuge crente, o relacionamento conjugal é dissolvido e o crente está livre das suas obrigações conjugais anteriores. Neste caso, o fato de não estar sujeito a servidão, significa que o crente fica desobrigado do contrato conjugal. A palavra ”servidão” (termo grego: douloo) significa literalmente “escravizar”. Nesse caso, o crente fiel já não está escravizado aos seus votos conjugais. Tal cônjuge crente abandonado fica livre para casar-se de novo, mas só com um crente (I Co. 7:39; Mt. 19:9).

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens: 5175
flag: Brasil
Data de inscrição: 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Convidad em Sex 13 Fev 2009, 8:29 pm

EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:
Como assim para qq perdao? sim temos um intercessor no ceu. Mas a questao nao é esta. O ponto é que vc admite que se o conjuge ofendido nao aceitar a reconciliaçao é considerado descrente, mas pela carta de Paulo, descrente é aquele que nao convive no seio da igreja.

mostre onde está escrito isto ... desculpe mas os evangelhos deixam bem claro que descrente é quem NÃO CRÊ , ou seja descumprem os evangelhos , tanto é assim que Judas era um descrente, Jesus disse aos iniquos "apartai-vos de mim" , eram descrentes , João diz "quem não ama seu irmão está nas trevas" - descrente , e por aí vai .

E eu considerei no post anterior que nao podemos tratar o ofendido de qq maneira pq a situaçao é grave, e nao pode ser tratada com rigidez para o lado dele, senao acabamos dando margem uma serie de situaçoes, tais como: se uma mulher nao quiser mais o marido, trai ele na maior cara de pau, o marido fica furioso, tenta-se a reconciliaçao, mas o marido ofendido nao vai querer pq foi com o melhor amigo dele, ai vc diz "ah ele nao aceitou a reconciliaçao entao é descrente", entao mulher vc pode casar de novo....

você não me leu direito , não disse isto , olhe minha última resposta .

nao podemos tratar o caso desta forma, por isso quando refutei afirmando que deve ser tratado de forma literal, se nao for em caso de prostituiçao nao pode casar de novo, é para ficar solteiro mesmo, mesmo que o conjuge ofendido nao a aceite de volta. Nao ha nenhuma normativa biblica que afirme que se o conjuge crente nao quiser voltar por estar chateado com a traiçao, a mulher tem o direito de por o fim ao casamento e casar de novo.

então seja literal ué , "que se aparte , Deus não os chamou para servidão".


Minha interpretação não apenas é correta evangelista , mas é justa e não quebra um único mandamento de Cristo , mas a vigente , que todo mundo usa , esta sim quebra , obriga os abrasados a continuarem abrasados , quebra o princípio de amor que toda a regra deve seguir , cria uma regra sem razão moral de existir .

bom isso é o seu pensamento pessoal. Lembre-se Art, este tipo de debate nunca, jamais teve senso comum entre os teologos. O fato de continuarem abrasado no texto de Paulo é relativo aos solteiros.

(I Corintios 7:8) - Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu.
(I Corintios 7:9) - Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.

óbvio que não , já que todos sabemos que não são só solteiros que se abrasam , Paulo não deu uma regra inconsequente, disse o motivo , e este motivo é que deve ser evitado .


Crente é quem cumpre o cristianismo , descrente é quem não cumpre , não são tarjas auto-existente , caso contrário o católico seria crente (e muitos outros) , e o que não quer reconciliação , não está cumprindo o cristianismo . Vamos voltar à antiga aliança , Deus CANSOU de falar que era uma aliança perpétua , entre 'suas gerações' , etc etc etc .. mas como Deus QUEBROU esta aliança ?? porque o que se 'dizia' judeu não quis reconciliação com Deus , veja : (Hebreus 8:9) - Não segundo a aliança que fiz com seus pais No dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; Como não permaneceram naquela minha aliança, Eu para eles não atentei, diz o Senhor.

a questao nao é cumprir ou nao cumprir Art. A questao é se colocar no lugar do ofendido. Querer que o camarada perdoe a mulher (ou vice-versa) pela traiçao, é muito dificil, é dolorido, nao é facil. Há pessoas que remoem isso durante dias, meses e anos. E o fato do conjuge ofendido nao querer a esposa (ou esposo) de volta por causa da traiçao, nao podemos considerar como descrente em hipotese nenhuma. Ate pq Paulo na carta jamais afirmou que um conjuge ofendido se nao aceitasse a esposa de volta, seria considerado descrente. Muito pelo contrario, como ja afirmei antes, o descrente que Paulo afirma é relativo a aquele que é impio mesmo, nunca se converteu e a mulher casou em jugo desigual:

como já disse você se confundiu eu não falei nada disto , estou tratando SOMENTE de casos que não tem nada a ver com adultério .


O casamento é uma aliança , se um não permanecer , as regras foram quebradas , e o outro é livre , seja pelo velho , seja pelo novo testamento .

sim o conjuge ofendido sim, aquele que cometeu o adulterio nao...

concordo , mas estou falando do inocente , este está livre , não tendo adulterado , e tentando a reconciliação com sinceridade , fez seu dever .Cristão , foi a outra parte que não permaneceu na aliança do casamento , a aliança pode ser considerada desfeita , após esta cautelas devidas .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Convidad em Sex 13 Fev 2009, 8:32 pm

(I Corintios 7:15) - Mas, se o descrente se apartar, aparte-se; porque neste caso o irmão, ou irmã, não esta sujeito à servidão; mas Deus chamou-nos para a paz.

O texto de I Co.7:15, na eventualidade do cônjuge descrente abandonar ou divorciar-se do cônjuge crente, o relacionamento conjugal é dissolvido e o crente está livre das suas obrigações conjugais anteriores. Neste caso, o fato de não estar sujeito a servidão, significa que o crente fica desobrigado do contrato conjugal. A palavra ”servidão” (termo grego: douloo) significa literalmente “escravizar”. Nesse caso, o crente fiel já não está escravizado aos seus votos conjugais. Tal cônjuge crente abandonado fica livre para casar-se de novo, mas só com um crente (I Co. 7:39; Mt. 19:9).

UAI Evangelista , falou o mesmo que eu então , releia o que escrevi .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sex 13 Fev 2009, 8:44 pm

Articulador escreveu:
você está dizendo que é prostituição , Jesus não disse isto , ele disse que QUEM LARGAR comete adultério (o faltoso portanto) , não o inocente , até porque Cristo não poderia negar as palavras de Paulo (visto seu apóstolo) , colocando alguém em servidão , ou viver atormentado pela carne (abrasado) sabedor que nunca poderá casar , não é servidão ?? certamente é . Por mais comum que seja a doutrina que você professou , e por isto não culpo ninguém , pois é quase unânime , a realidade é que ela não é correta , vai contra a finalidade de bem a nós e ao próximo que toda regra neotestamentária deve ter , e vai contra a presunção de inocência , e vai contra a regra de casar-se para não abrasar-se , se você passar a entender quem pode ser chamado de Crente ou não , que isto é questão de atitudes , e não de declaração , entenderá que não há erro na minha posição , que deixará todo o nt compatível .

Jesus nao disse isto e sim isto:(Mateus 19:9) - Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério.

entao para haver o adulterio (prostituição) segundo as palavras de Cristo tem que largar o conjuge anterior e casar com outra. O irmao está misturando o argumento de Paulo: quando Paulo diz sobre abrasar, ele fala para os solteiros...ja mostrei isso no post anterior. E quando falar sobre a questao de servidao, fala a respeito de um conjuge nao crente casado com um conjuge crente.

Contra presunçao de inocencia num caso de adulterio e de traiçao? hummm
e a regra de casar-se e nao abrasar-se foi argumento de Paulo para os solteiros...




4) uma coisa não tem nada a ver com a outra , suas 3 hipóteses acima são sobre ADULTÉRIO , mas o que estou falando é do conjuge que separa por outros motivos , e não aceita se reconciliar , como ele usou de OUTROS motivos que não os permitidos na biblia , se tornou um descrente naquele momento (foi contra o nt , e inclusive descreu de Deus poder melhorar seu casamento) , assim o inocente pode aplicar a palavra : "o descrente que quiser se apartar , que se aparte , Deus não os chamou para servidão" .

por outros motivos, nao sendo adulterio? entao a biblia responde:

(I Corintios 7:11) - Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.

nao sendo adulterio, a pessoa divorciou pq digamos que estava achando o conjuge muito chato (exemplo chatinho, mas só para servir de exemplo mesmo), deve-se tentar a reconciliaçao tantas forem necessariasm, se o conjuge nao perdoar (ai nao tem a presunçao de ofensa), cabe ai algumas consideraçoes biblicas:

(Mateus 6:15) - Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas.

(II Corintios 2:5-7) - Porque, se alguém me contristou, não me contristou a mim senão em parte, para vos não sobrecarregar a vós todos.Basta-lhe ao tal esta repreensão feita por muitos.
De maneira que pelo contrário deveis antes perdoar-lhe e consolá-lo, para que o tal não seja de modo algum devorado de demasiada tristeza.

(II Corintios 2:10) - E a quem perdoardes alguma coisa, também eu; porque, o que eu também perdoei, se é que tenho perdoado, por amor de vós o fiz na presença de Cristo; para que não sejamos vencidos por Satanás;

é preciso trabalhar no conjuge que a principio nao quer perdoar, que deve ter o perdao para nao ser vencido por satanás.


Anote outro argumento também , se sua posição fosse a correta , então OBRIGATORIAMENTE as pessoas teriam que DISSOLVER um novo casamento contraido e VOLTAR para o primeiro , pois não haveria novo casamento , mas um adultério perpétuo , imagine a situação : o conjuge antigo não quer se reconciliar , a pessoa está com uma nova família , filhos pequenos , todos no Senhor , você vai orientar a causar um trauma gigante na nova esposa/filho , para finalidade alguma , senão deixar a pessoa sozinha se abrasando ?? ... a lei de Cristo tem uma finalidade , e é sempre o benefício do homem .

nao necessariamente Art. Nao ha nenhum erro doutrinario da minha parte. Se a pessoa casada larga a mulher, comete adulterio e forma outra familia, com certeza ja tem atitude de um descrente.

Observe que Cristo amarrou a argumentaçao em dois pontos em Mt.19:9:

1º) qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de adulterio, e casar com outra, comete adultério
2º) e o que casar com a repudiada também comete adultério

se o marido larga a mulher, nao tendo a mulher cometido adulterio, e casa com outra, comete adulterio.

se um homem casa com a mulher que foi largada, tambem comete adulterio.

eu vejo como permanente, a nao ser que vc me mostre um texto biblico que Cristo afirme que se um homem larga a mulher, nao sendo por causa da prostituição, e casa com outra, comente adulterio e se pedir perdao ao conjuge anterior, mantem o casamento e se safa da acusaçao de adulterio.

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens: 5175
flag: Brasil
Data de inscrição: 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sex 13 Fev 2009, 8:55 pm

Articulador escreveu:
mostre onde está escrito isto ... desculpe mas os evangelhos deixam bem claro que descrente é quem NÃO CRÊ , ou seja descumprem os evangelhos , tanto é assim que Judas era um descrente, Jesus disse aos iniquos "apartai-vos de mim" , eram descrentes , João diz "quem não ama seu irmão está nas trevas" - descrente , e por aí vai .

art, nao misture os contextos. No contexto de I Co.7, descrente é aquele que é impio. Cada contexto pode tipificar o significado do termo descrente. Mas nao no contexto de ICO.7.


então seja literal ué , "que se aparte , Deus não os chamou para servidão".

e nao estou sendo art?

conjuge descrente (impio, que nunca se converteu) larga a mulher, entao a mulher tem o direito de seguir sua vida...ja mostrei isto. Veja que o termo DOLOO está relativo somente a isto.


óbvio que não , já que todos sabemos que não são só solteiros que se abrasam , Paulo não deu uma regra inconsequente, disse o motivo , e este motivo é que deve ser evitado .

releia o contexto e ele fala somente aos solteiros a questao do abrasamento:

(I Corintios 7:8) - Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu.
(I Corintios 7:9) - Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.

depois disso ele se dirige aos casados:

(I Corintios 7:10) - Todavia, aos casados mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido.

nao dá para ficar misturando os pontos argumentativos de Paulo.


como já disse você se confundiu eu não falei nada disto , estou tratando SOMENTE de casos que não tem nada a ver com adultério .

ok entao tratemos somente caso de separaçao em que nao haja o adulterio entao...


concordo , mas estou falando do inocente , este está livre , não tendo adulterado , e tentando a reconciliação com sinceridade , fez seu dever .Cristão , foi a outra parte que não permaneceu na aliança do casamento , a aliança pode ser considerada desfeita , após esta cautelas devidas .

se a pessoa nao perdoa, Deus nao o perdoará, ja mostrei em post anteriores.

é dever do intermediador (pastor ou um aconselhador cristao) persuadir o outro lado a tentar reconstruir o casamento...

eu acho muito dificil hj em dia, e nao conheço nenhum caso, de um conjuge que se separou do outro por qq outro motivo que nao foi traiçao, e depois de um tempo nao quis voltar, pq acha que nao vai dar certo e preferiu ficar sozinho.

O irmao é casado certo? quem ja foi casado uma vez, é super dificil viver sozinho, depois de ter vivido uma vida a dois, concorda? se concorda entao eu acho dificil um conjuge que nao foi traido mas se divorciou por outro motivo nao relevante e tempos depois nao quis reatar pq prefere ficar sozinho ou pq acha que a esposa é uma chata ou coisa parecida com isto...

e nao sendo traiçao, é mais facil trabalhar o lado do perdao.

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens: 5175
flag: Brasil
Data de inscrição: 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Santomeh em Sex 13 Fev 2009, 9:22 pm

athos escreveu:

Tá bem acabadinha a cantorinha hein! :risadinha:

Não sei porque quando comecei a ler este artigo, lembrei do programa "Tudo por Dinheiro" do Sílvio Santos, ou seria a "Porta da Esperança"?gargalhada


A tua fé te salvou! -
É na bíblia que você encontra a palavra da Vida

Santomeh
Pérola
Pérola

Número de Mensagens: 222
flag: Brasil
Data de inscrição: 02/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Convidad em Sex 13 Fev 2009, 11:41 pm

EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:
entao para haver o adulterio (prostituição) segundo as palavras de Cristo tem que largar o conjuge anterior e casar com outra. O irmao está misturando o argumento de Paulo: quando Paulo diz sobre abrasar, ele fala para os solteiros...ja mostrei isso no post anterior. E quando falar sobre a questao de servidao, fala a respeito de um conjuge nao crente casado com um conjuge crente.

Abrasar-se é um pecado , pecados impedem a salvação !!
se é melhor casar que abrasar-se , é óbvio que o ensino tem o condão de salvar pessoas , e vale para todos . Paulo esclarece também que cada um tem que ter seu próprio marido ou mulher para evitar isto , portanto o que está separado NÃO TEM seu próprio conjuge disponível , como é mandado : (I Corintios 7:2) - Mas, por causa da prostituição, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido.

4) uma coisa não tem nada a ver com a outra , suas 3 hipóteses acima são sobre ADULTÉRIO , mas o que estou falando é do conjuge que separa por outros motivos , e não aceita se reconciliar , como ele usou de OUTROS motivos que não os permitidos na biblia , se tornou um descrente naquele momento (foi contra o nt , e inclusive descreu de Deus poder melhorar seu casamento) , assim o inocente pode aplicar a palavra : "o descrente que quiser se apartar , que se aparte , Deus não os chamou para servidão" .

por outros motivos, nao sendo adulterio? entao a biblia responde:
(I Corintios 7:11) - Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.

nao sendo adulterio, a pessoa divorciou pq digamos que estava achando o conjuge muito chato (exemplo chatinho, mas só para servir de exemplo mesmo), deve-se tentar a reconciliaçao tantas forem necessariasm, se o conjuge nao perdoar (ai nao tem a presunçao de ofensa), cabe ai algumas consideraçoes biblicas:

(Mateus 6:15) - Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas.
(II Corintios 2:5-7) - Porque, se alguém me contristou, não me contristou a mim senão em parte, para vos não sobrecarregar a vós todos.Basta-lhe ao tal esta repreensão feita por muitos.
De maneira que pelo contrário deveis antes perdoar-lhe e consolá-lo, para que o tal não seja de modo algum devorado de demasiada tristeza.
(II Corintios 2:10) - E a quem perdoardes alguma coisa, também eu; porque, o que eu também perdoei, se é que tenho perdoado, por amor de vós o fiz na presença de Cristo; para que não sejamos vencidos por Satanás;

é preciso trabalhar no conjuge que a principio nao quer perdoar, que deve ter o perdao para nao ser vencido por satanás.

Bom , agora chegou na hipótese que tratei desde o início , mas não adianta falarmos em 'trabalhar o perdão no que abandonou' , se a pessoa não quer , então fui claro : a pessoa não quer reconciliação , mesmo após várias tentativas (como informei no início) . A pessoa que abandonou por motivos que não são previstos por Cristo se tornou um DESCRENTE , não quer seguir aos ideais de Cristo , dá PLENO DIREITO do inocente não estar mais sob servidão .

Observe que Cristo amarrou a argumentaçao em dois pontos em Mt.19:9:

1º) qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de adulterio, e casar com outra, comete adultério
2º) e o que casar com a repudiada também comete adultério

se o marido larga a mulher, nao tendo a mulher cometido adulterio, e casa com outra, comete adulterio.
se um homem casa com a mulher que foi largada, tambem comete adulterio.

o objetivo de Mat19:9 é o amor ao próximo , foi Cristo quem disse e mandou dizer : (Gálatas 5:14) - Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Quem demonstrou amor até o final (quando não há mais benefício para o próximo , nem chance de reconciliação) , CUMPRIU A LEI .

Este conceito é maior que todos os mandamentos , tanto é verdade que por este princípio Jesus quebrantava os sábados , entende-se que Mat19:9 serve aos de dura cerviz , que mesmo ainda podendo esperar por uma reconciliação, procuram novos casamentos , o primeiro vínculo ainda sendo possível , e a pessoa procurou outro parceiro , adulterou .

Quando não é mais possível a reconciliação , simplesmente não existe mais aliança para que possa ser quebrada , e se aplica 1Cor7:15 .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Convidad em Sex 13 Fev 2009, 11:42 pm

EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:
Articulador escreveu:
mostre onde está escrito isto ... desculpe mas os evangelhos deixam bem claro que descrente é quem NÃO CRÊ , ou seja descumprem os evangelhos , tanto é assim que Judas era um descrente, Jesus disse aos iniquos "apartai-vos de mim" , eram descrentes , João diz "quem não ama seu irmão está nas trevas" - descrente , e por aí vai .

art, nao misture os contextos. No contexto de I Co.7, descrente é aquele que é impio. Cada contexto pode tipificar o significado do termo descrente. Mas nao no contexto de ICO.7.

não estou misturando . Impío em QUALQUER contexto da bíblia (qualquer um) é quem não segue os mandamentos de Cristo . Não existe cristão simplesmente por nomenclatura, ou age como Cristão ou não é cristão , é por isto que Paulo nos afirma : (Gálatas 2:4) - E isto por causa dos falsos irmãos que se intrometeram, e secretamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Cristo Jesus, para nos porem em servidão;

concordo , mas estou falando do inocente , este está livre , não tendo adulterado , e tentando a reconciliação com sinceridade , fez seu dever .Cristão , foi a outra parte que não permaneceu na aliança do casamento , a aliança pode ser considerada desfeita , após esta cautelas devidas .

se a pessoa nao perdoa, Deus nao o perdoará, ja mostrei em post anteriores.

é dever do intermediador (pastor ou um aconselhador cristao) persuadir o outro lado a tentar reconstruir o casamento...

não tem sentido o que você afirmou como assim 'dever de persuadir' ?? você pode TENTAR persuadir , ninguém é obrigado a 'ser persuadido' , se fosse assim ninguém apostastaria da fé ué .

O irmao é casado certo? quem ja foi casado uma vez, é super dificil viver sozinho, depois de ter vivido uma vida a dois, concorda? se concorda entao eu acho dificil um conjuge que nao foi traido mas se divorciou por outro motivo nao relevante e tempos depois nao quis reatar pq prefere ficar sozinho ou pq acha que a esposa é uma chata ou coisa parecida com isto...

e nao sendo traiçao, é mais facil trabalhar o lado do perdao.

você está generalizando e muito , Por exemplo , mulheres que não querem suportar homens que bebem , homens que não querem suportar mulheres rixosas , mulheres que não traem mas roubam os maridos , maridos que não traem mas chamam de gostosa toda mulher da televisão , etc etc ... todos estes casos podem gerar separações em que a pessoa até prefira viver sozinha , e é corriqueiro . Outra que não é necessário trair de imediato , a pessoa pode simplesmente separar-se para 'deixar a porta aberta' para outro relacionamento .

E acho que você sabe muito bem o grande número de pessoas que se dizem Cristãos e sequer vão à igreja , portanto não adianta a gente ficar com hipóteses de aconselhamento pastoral , isto é obrigação , mas não resolve muitos casos . O fato aqui é que um dos lados tem culpa , o outro não , o que tem culpa foi descrente , o outro não , um manteve a fidelidade até o final , outro não , daí resulta no direito de não estar mais sob jugo de servidão .

Voltando aquele assunto de quem é descrente , é fácil você concordar comigo , se não tentar teimar na sua concepção , um católico é crente ou descrente ?? Porque ele se acha , se nomenclatura , e se diz Cristão !!! e diz usa 1cor7:15 como nós ... pondere !

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Ser Humano em Sab 14 Fev 2009, 1:26 am

Onde, segundo a Bíblia, ímpio significa descrente? Nas passagens que encontrei, ímpio, remete a falta de piedade, compaixão, justiça.


Cão também é gente!

Ser Humano
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens: 535
flag: Brasil
Data de inscrição: 13/09/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Convidad em Sab 14 Fev 2009, 10:29 pm

Ser Humano escreveu:Onde, segundo a Bíblia, ímpio significa descrente? Nas passagens que encontrei, ímpio, remete a falta de piedade, compaixão, justiça.

a falta de fé é considerada UMA das impiedades por Deus , ainda que existam vários motivos para uma pessoa ser impia , com várias noções de gravidade ;
(Romanos 1:20) - Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;

Sem o perdão de Cristo , que vem pela fé , todos nós somos impíos , visto que nunca existiu pessoa que não tivesse pecado na vida , e só o perdão em Cristo pode pagar o ônus destes pecados anteriores :
(Romanos 5:6) - Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Ser Humano em Sab 14 Fev 2009, 11:24 pm

Articulador escreveu:
Ser Humano escreveu:Onde, segundo a Bíblia, ímpio significa descrente? Nas passagens que encontrei, ímpio, remete a falta de piedade, compaixão, justiça.

a falta de fé é considerada UMA das impiedades por Deus , ainda que existam vários motivos para uma pessoa ser impia , com várias noções de gravidade ;
(Romanos 1:20) - Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;

Sem o perdão de Cristo , que vem pela fé , todos nós somos impíos , visto que nunca existiu pessoa que não tivesse pecado na vida , e só o perdão em Cristo pode pagar o ônus destes pecados anteriores :
(Romanos 5:6) - Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios.

Articulador, eu compreendo - mas não vamos aqui entrar no mérito das interpretações das escrituras - porque nesse domínio, cada qual tem a sua.

Eu, por exemplo, com base na leitura do Novo Testamento, entendo a questão da fé filosoficamente, diferente do que imagino você entenda.

O que quero saber é onde, na Bíblia, está escrito literalmente, que ímpio quer dizer descrente - no sentido da fé.

Por exemplo, no episódio de Tomé - podemos considerá-lo um ímpio? Jesus assim o acusa?

Porque veja, nas passagens onde encontrei o termo ímpio, quase sempre é citado em oposição ao justo.

Quando a Bíblia diz que "pela fé será salvo" entendo que, obviamente, quem acredita no Cristo seguirá os seus ensinamentos, praticando sua filosofia e não como, normalmente, se compreende o termo.

Muitos homens acreditam na natureza divina do Cristo, mas são impiedosos - e na minha conecpção, segundo a Bíblia - são esses os descrentes - os ímpios. E não aqueles que o consideram um grande homem, porém humano, divino apenas em sua perfeição.

Como disse em outro tópico - conheci ateus que classificaria como mais cristãos do que muitos cristãos que conheço, porque acreditavam verdadeiramente na prática - o que se verifica por suas obras. São o que eu chamo de "cristãos práticos" para diferenciar dos "cristãos teóricos", aqueles que idolatram apenas a palavra - ou como vocês dizem, os "faladores".

Voltemos a questão - onde, literalmente, o termo ímpio significa descrentes?

Melhor dizendo, como base na Bíblia, onde podemos ler que ímpios se refere aos "não-cristãos" no sentido literal (crente) e não no sentido figurado (justo, benevolente, amável, caridoso)?


Cão também é gente!

Ser Humano
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens: 535
flag: Brasil
Data de inscrição: 13/09/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Convidad em Sab 14 Fev 2009, 11:00 pm

Ser Humano escreveu:
Articulador escreveu:
Ser Humano escreveu:Onde, segundo a Bíblia, ímpio significa descrente? Nas passagens que encontrei, ímpio, remete a falta de piedade, compaixão, justiça.

a falta de fé é considerada UMA das impiedades por Deus , ainda que existam vários motivos para uma pessoa ser impia , com várias noções de gravidade ;
(Romanos 1:20) - Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;

Sem o perdão de Cristo , que vem pela fé , todos nós somos impíos , visto que nunca existiu pessoa que não tivesse pecado na vida , e só o perdão em Cristo pode pagar o ônus destes pecados anteriores :
(Romanos 5:6) - Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios.

Articulador, eu compreendo - mas não vamos aqui entrar no mérito das interpretações das escrituras - porque nesse domínio, cada qual tem a sua.

Eu, por exemplo, com base na leitura do Novo Testamento, entendo a questão da fé filosoficamente, diferente do que imagino você entenda.

O que quero saber é onde, na Bíblia, está escrito literalmente, que ímpio quer dizer descrente - no sentido da fé.

Por exemplo, no episódio de Tomé - podemos considerá-lo um ímpio? Jesus assim o acusa?

você que tá resistindo a aceitar a clareza :
Romanos 1 diz que aqueles que não creêm (descrentes) que exista Deus , pela observação do que foi criado , são INDESCULPÁVEIS (inexcusáveis) , ora quem tem culpa , tem impiedade . Mas posso corroborar o que já passei :
(Salmos 10:4) - Pela altivez do seu rosto o ímpio não busca a Deus; todas as suas cogitações são que não há Deus.
(Marcos 16:16) - Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.

Porque veja, nas passagens onde encontrei o termo ímpio, quase sempre é citado em oposição ao justo.

Quando a Bíblia diz que "pela fé será salvo" entendo que, obviamente, quem acredita no Cristo seguirá os seus ensinamentos, praticando sua filosofia e não como, normalmente, se compreende o termo.

sim impío é o oposto de justo , mas a bíblia nos diz afirma : (Eclesiastes 7:20) - Na verdade que não há homem justo sobre a terra, que faça o bem, e nunca peque. , logo todos somos impíos sem o perdão divino , que só vem pela crença em Cristo, tanto é que após a crença em Jesus somos chamados na bíblia de 'justificados' .

Muitos homens acreditam na natureza divina do Cristo, mas são impiedosos - e na minha conecpção, segundo a Bíblia - são esses os descrentes - os ímpios. E não aqueles que o consideram um grande homem, porém humano, divino apenas em sua perfeição.

deixe sua concepção de lado um pouco , e procurar entender a concepção de Deus , você nunca pecou ? nunca falou mal do próximo ? nunca traiu ? se irou ? odiou ? pois tornou-se (como todos nós) impia ! Para sair deste estado , só alguém pagando o custo do seu pecado , ninguém chega na delegacia e diz : "olha eu roubei , mas agora não roubo mais , dá para limpar minha ficha !" ... não , o custo permanece ! Deus é o julgador do mundo , limpeza de ficha se faz por alguém pagar a dívida que não podemos pagar , até lá viver naturalmente , não nos faz merecedores de nenhum indulto .

Como disse em outro tópico - conheci ateus que classificaria como mais cristãos do que muitos cristãos que conheço, porque acreditavam verdadeiramente na prática - o que se verifica por suas obras. São o que eu chamo de "cristãos práticos" para diferenciar dos "cristãos teóricos", aqueles que idolatram apenas a palavra - ou como vocês dizem, os "faladores".

tudo bem , e tem muitos ao contrário também , cristãos que fazem o que ateu nenhum faria , por exemplo o dedo-duro acha que somos 'masoquistas' por termos registros de dezenas de milhares que morreram e foram torturados pelos Romanos sem sair pagando com a espada , seguindo a orientação de Cristo de dar a outra face . Haver pecadores apenas significa que somos humanos , e que todos precisam de Cristo , aquele que desprezar a Cristo, desprezou quem pode pagar seus débitos . Como vê , a exigência da crença não é um mero capricho de Deus , é uma necessidade do homem , porque o descrente terá dividas a pagar , e ele não tem 'moeda' para pagar estas dívidas .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Sales em Dom 15 Fev 2009, 1:22 am

- adulterio (Mt.19:9);
- Morte do conjuge (Rm.7:1-3; I Co.7:39)
- abandonamento do conjuge nao crente (I Co.7:15)

fora disso, aplica-se a normativa biblica:

(I
Corintios 7:11) - Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se
reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.

Tenho uma observação... seguinte:

O divórcio é claramente mostrado que é PERMITIDO por Deus... repito, PERMITIDO... MAS NÃO é a vontade de Deus.

No tocante a CASAR-SE DE NOVO, assumir novas núpcias, SÓ HÁ UMA FORMA QUE A PALAVRA DE DEUS APROVA: Quando há morte de um dos cônjuges... não sendo assim, não há referência alguma onde é permitido o NOVO CASAMENTO apesar de se permitir o divórcio em alguns casos.

Casar-se de novo com o Cônjuge vivo não há sustentação direta e objetiva da Bíblia... Alguns, de maneira subjetiva, dizem ter essa sustentação.

Apesar de tudo, não julgo nem me atrevo julgar quem por algum motivo que não sendo a morte, casou-se novamente. Prefiro deixar que Deus resolva tal assunto, porém quanto a mim, adiro acreditar no novo casamento apenas por viuvez. Sendo que não me casaria novamente se não fosse por esse motivo. Digo isso como um homem casado que sou.


Ministro Sales


A.B. Earl disse: “Descobri através de extensa experiência que as mais sérias ameaças da Lei de Deus têm um papel importantíssimo na condução das pessoas a Cristo. Elas precisam se ver perdidas antes de clamar por misericórdia; elas não fugirão do perigo até que o enxerguem.

Sales
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens: 6102
Idade: 39
flag: Brasil
Data de inscrição: 10/10/2008

http://www.tempodedeus.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Ser Humano em Dom 15 Fev 2009, 1:58 am

Articulador escreveu:
Ser Humano escreveu:
Articulador escreveu:
Ser Humano escreveu:Onde, segundo a Bíblia, ímpio significa descrente? Nas passagens que encontrei, ímpio, remete a falta de piedade, compaixão, justiça.

a falta de fé é considerada UMA das impiedades por Deus , ainda que existam vários motivos para uma pessoa ser impia , com várias noções de gravidade ;
(Romanos 1:20) - Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;

Sem o perdão de Cristo , que vem pela fé , todos nós somos impíos , visto que nunca existiu pessoa que não tivesse pecado na vida , e só o perdão em Cristo pode pagar o ônus destes pecados anteriores :
(Romanos 5:6) - Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios.

Articulador, eu compreendo - mas não vamos aqui entrar no mérito das interpretações das escrituras - porque nesse domínio, cada qual tem a sua.

Eu, por exemplo, com base na leitura do Novo Testamento, entendo a questão da fé filosoficamente, diferente do que imagino você entenda.

O que quero saber é onde, na Bíblia, está escrito literalmente, que ímpio quer dizer descrente - no sentido da fé.

Por exemplo, no episódio de Tomé - podemos considerá-lo um ímpio? Jesus assim o acusa?

você que tá resistindo a aceitar a clareza :
Romanos 1 diz que aqueles que não creêm (descrentes) que exista Deus , pela observação do que foi criado , são INDESCULPÁVEIS (inexcusáveis) , ora quem tem culpa , tem impiedade . Mas posso corroborar o que já passei :
(Salmos 10:4) - Pela altivez do seu rosto o ímpio não busca a Deus; todas as suas cogitações são que não há Deus.
(Marcos 16:16) - Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.

Não se trata de resistir à clareza, ao menos, não intecionalmente. Talvez, eu, de fato, não tenha a clareza que você espera ou talvez ainda, tenhamos clarezas (entendimentos) distintas. A Bíblia não é um livro tão simples.

Não sei o que diz o original - mas inescusável, como apresentado no texto acima, significa "indispensável" e não "indescupável".

Quando, em Salmos, diz: o ímpio não busca a Deus, todas as suas cogitações são que não há Deus - o que, exatamente, isso significa? Cogitar, isso quer dizer buscar "dentro de si mesmo" ou buscar fora, nas coisas? Onde devemos buscar a Deus?

E contudo, não está escrito que todo aquele que não busca a Deus é ímpio - muitas vezes, deduzimos o que não está escrito do que está escrito. Por isso, insisto, está escrito, literalmente, que ímpio significa descrente ou interpreta-se dessa forma: o ímpio não busca a Deus, portanto, todo aquele que não busca a Deus é ímpio? Porque uma coisa não leva, necessariamente, a outra.

Quando Marcos diz: quem crer e for batizado será salvo - está sendo literal? O batismo, simbolicamente, significa ser emergido na água, ou seja, ser purificado. Será que essa metáfora não tem valor no trecho citado?

Porque veja, nas passagens onde encontrei o termo ímpio, quase sempre é citado em oposição ao justo.

Quando a Bíblia diz que "pela fé será salvo" entendo que, obviamente, quem acredita no Cristo seguirá os seus ensinamentos, praticando sua filosofia e não como, normalmente, se compreende o termo.

sim impío é o oposto de justo , mas a bíblia nos diz afirma : (Eclesiastes 7:20) - Na verdade que não há homem justo sobre a terra, que faça o bem, e nunca peque. , logo todos somos impíos sem o perdão divino , que só vem pela crença em Cristo, tanto é que após a crença em Jesus somos chamados na bíblia de 'justificados' .

Uma vez mais pergunto, com sinceridade - o que significa crer em Cristo? Não é ser um imitador do Cristo pela fé nos seus ensinamentos? Não é buscar dentro de si mesmo o que ele afirmou que está dentro de cada um? Quero dizer, essa não é uma interpretação possível - condizente com as escrituras?

Muitos homens acreditam na natureza divina do Cristo, mas são impiedosos - e na minha conecpção, segundo a Bíblia - são esses os descrentes - os ímpios. E não aqueles que o consideram um grande homem, porém humano, divino apenas em sua perfeição.

deixe sua concepção de lado um pouco , e procurar entender a concepção de Deus , você nunca pecou ? nunca falou mal do próximo ? nunca traiu ? se irou ? odiou ? pois tornou-se (como todos nós) impia ! Para sair deste estado , só alguém pagando o custo do seu pecado , ninguém chega na delegacia e diz : "olha eu roubei , mas agora não roubo mais , dá para limpar minha ficha !" ... não , o custo permanece ! Deus é o julgador do mundo , limpeza de ficha se faz por alguém pagar a dívida que não podemos pagar , até lá viver naturalmente , não nos faz merecedores de nenhum indulto.

Então, agora, deixe também sua concepção um pouco de lado - o que você faz (ou deveria fazer) cada vez que peca, que fala mal do próximo, que trai, que se ira, que odeia - põe o saldo nas costas de Cristo? Isso não é arrependimento - é querer livrar-se da própria culpa.

Quem se arrepende verdadeiramente, procura quitar sua dívida - chega na delegacia e diz: olha, eu roubei, estou aqui para pagar pelo meu crime. E procura ressarcir aquele que prejudicou. Pois não adianta, tão pouco, roubar, se entregar, pagar sua dívida com a justiça, para livrar a própria consciência, usufruíndo, depois da pena o que foi roubado.

Eu, pelo menos, vejo a coisa de forma mais profunda - se hoje te insulto, não me basta sentir remorço e pedir perdão a Deus - um mal só se anula por um bem proporcional - eu me desculpo com Deus ressarcindo minha dívida com você, proporcionando-lhe um bem semelhante ao mal que lhe causei.

Se não puder fazer a você, também não é desculpa, posso fazer a outro em seu lugar - o importante é fazer algo de bom, para cada mal, proporcionalmente. E dessa forma, gravo ainda na mamória, o aprendizado dessa experiência. Nós sempre sabemos o que fazer para reperar o que fizemos, muitas vezes, não temos é a coragem de fazer o que precisa ser feito - porque é muito mais fácil confessar os nossos pecados a Deus do que aqueles contra quem pecamos.

Como disse em outro tópico - conheci ateus que classificaria como mais cristãos do que muitos cristãos que conheço, porque acreditavam verdadeiramente na prática - o que se verifica por suas obras. São o que eu chamo de "cristãos práticos" para diferenciar dos "cristãos teóricos", aqueles que idolatram apenas a palavra - ou como vocês dizem, os "faladores".

tudo bem , e tem muitos ao contrário também , cristãos que fazem o que ateu nenhum faria , por exemplo o dedo-duro acha que somos 'masoquistas' por termos registros de dezenas de milhares que morreram e foram torturados pelos Romanos sem sair pagando com a espada , seguindo a orientação de Cristo de dar a outra face . Haver pecadores apenas significa que somos humanos , e que todos precisam de Cristo , aquele que desprezar a Cristo, desprezou quem pode pagar seus débitos . Como vê , a exigência da crença não é um mero capricho de Deus , é uma necessidade do homem , porque o descrente terá dividas a pagar , e ele não tem 'moeda' para pagar estas dívidas .

Sobre o "dar a outra face" eu tenho uma concepção totalmente contrária a do Dedo duro, considero masoquismo o revidar - o que não é fácil de explicar.

Se, por exemplo, você me insulta e revido é porque eu me deixei insultar por você - é porque permiti que você atingisse o seu objetivo. Eu falhei comigo mesma - imitando você, atitude que eu mesma considero condenável.

Ou seja, eu perdi o respeito por mim mesma, quando revidei o seu insulto - agindo de forma contrária aquela que eu admiro. Eu não devo reagir às pessoas de acordo com o que elas são, mas de acordo com o que eu sou, com o que eu acredito, com o que eu luto tanto para me tornar.

E não é uma questão de querer ser melhor que os outros, é uma questão de superação - de querer ser melhor do que eu mesma, de buscar o meu potencial em fazer as coisas da melhor maneira possível. Dar a outra face é uma questão de clareza, em um nível muito mais profundo do que se imagina superficialmente - é não se permitir abalar, mas ser manso de coração.

O Cristo foi melhor do que os outros justamente porque ele foi diferente dos outros. Só nos prejudicamos quando aceitamos ao convite de agir da forma como desprezamos, pelas provocações dos outros, jogando fora o que batalhamos dentro de nós mesmos. Não é fácil, porque somos orgulhosos, mas temos a opção de recusar.

Por fim, não estou insinuando que a fé seja mero capricho de Deus - estou mesmo é querendo saber o que é a fé, porque muitos parecem acreditar que seja mera alegoria - um sentimento de êxtase, sem qualquer comprometimento - o famoso "por que creio (tão e somente) serei salvo".

E não consigo ver dessa forma - a fé, na minha opinião, é aquilo que motiva cada ação na vida do homem (o firme fundamento das coisas das coisas que se esperam), é crer no certo e no errado, conforme dita a consciência diante de cada mínimo ato quotidiano (a prova das coisas que não se vêem). É assim que eu entendo.


Cão também é gente!

Ser Humano
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens: 535
flag: Brasil
Data de inscrição: 13/09/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Convidad em Dom 15 Fev 2009, 3:50 pm

Ser Humano escreveu:


você que tá resistindo a aceitar a clareza :
Romanos 1 diz que aqueles que não creêm (descrentes) que exista Deus , pela observação do que foi criado , são INDESCULPÁVEIS (inexcusáveis) , ora quem tem culpa , tem impiedade . Mas posso corroborar o que já passei :
(Salmos 10:4) - Pela altivez do seu rosto o ímpio não busca a Deus; todas as suas cogitações são que não há Deus.
(Marcos 16:16) - Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.

Não se trata de resistir à clareza, ao menos, não intecionalmente. Talvez, eu, de fato, não tenha a clareza que você espera ou talvez ainda, tenhamos clarezas (entendimentos) distintas. A Bíblia não é um livro tão simples.

Não sei o que diz o original - mas inescusável, como apresentado no texto acima, significa "indispensável" e não "indescupável".

Quando, em Salmos, diz: o ímpio não busca a Deus, todas as suas cogitações são que não há Deus - o que, exatamente, isso significa? Cogitar, isso quer dizer buscar "dentro de si mesmo" ou buscar fora, nas coisas? Onde devemos buscar a Deus?

Pois é , mas na esteira do debate que você tem travado com o luís , há muita coisa tentamos , com variados graus de sub/consciência , incluir nossa vontade naquilo que lemos , o que se entende , mas é necessário você aceitar a posição da bíblia , para depois auferir se concorda ou não com ela . Inescusável é mesmo indesculpável no verso apresentado , primeiramente porque é o primeiro e mais comum sinônimo , segundo que mesmo o 'indispensável' seria suficiente , já que algo que Deus considera indispensável , incrimina quem não o tem (fé) . Terceiro o contexto é régio em demonstrar isto facilmente :
inescusável
iadj (lat inexcusabile) 1 Que não se pode escusar. 2 Indesculpável. 3 Indispensável.
http://michaelis.uol.com.br

(Romanos 1:21) - Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.

E contudo, não está escrito que todo aquele que não busca a Deus é ímpio - muitas vezes, deduzimos o que não está escrito do que está escrito. Por isso, insisto, está escrito, literalmente, que ímpio significa descrente ou interpreta-se dessa forma: o ímpio não busca a Deus, portanto, todo aquele que não busca a Deus é ímpio? Porque uma coisa não leva, necessariamente, a outra.

não vejo onde colocar dúvida no verso , é obviamente uma referência ao ateísmo , a bíblia é mais aceitação do que interpretação , tanto que o verso diz que o motivo da descrença é 'PELA ALTIVEZ" , ora altivez é orgulho , vaidade , e isto é classificado na bíblia , claramente e repetidamente como pecado .
(Hebreus 11:6) - Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.

Quando Marcos diz: quem crer e for batizado será salvo - está sendo literal? O batismo, simbolicamente, significa ser emergido na água, ou seja, ser purificado. Será que essa metáfora não tem valor no trecho citado?

o Batismo de água é uma ordem , porém a própria bíblia registra exceções de pessoas salvas SOMENTE PELA FÉ em Cristo (ladrão na cruz) , o que não se registra é alguém que tenha sido salvos sem a fé , porque o verso é claro sobre a segunda condição : "quem não crer está condenado" .
(Salmos 78:22) - Porquanto não creram em Deus, nem confiaram na sua salvação;

Porque veja, nas passagens onde encontrei o termo ímpio, quase sempre é citado em oposição ao justo.

Quando a Bíblia diz que "pela fé será salvo" entendo que, obviamente, quem acredita no Cristo seguirá os seus ensinamentos, praticando sua filosofia e não como, normalmente, se compreende o termo.

sim impío é o oposto de justo , mas a bíblia nos diz afirma : (Eclesiastes 7:20) - Na verdade que não há homem justo sobre a terra, que faça o bem, e nunca peque. , logo todos somos impíos sem o perdão divino , que só vem pela crença em Cristo, tanto é que após a crença em Jesus somos chamados na bíblia de 'justificados' .

Uma vez mais pergunto, com sinceridade - o que significa crer em Cristo? Não é ser um imitador do Cristo pela fé nos seus ensinamentos? Não é buscar dentro de si mesmo o que ele afirmou que está dentro de cada um? Quero dizer, essa não é uma interpretação possível - condizente com as escrituras?

Não tenha dúvida , sempre te responderei com sinceridade e você sabe disto , crença em Cristo é ser seu imitador e CRER no que Ele pagou nosso pecados na cruz , sofrendo o castigo que era para NÓS , já aplicar seus ensinos é uma condição para MANTER-SE cristão . Você pode fazer boas obras o quanto quiser, por Ecl7:20 acima , e outros versos , ninguém será reputado justo pois nossas dívidas também nos acompanharão . a chave do entendimento disto é que fomos criador para SERMOS PERFEITOS , e portanto nunca errar , boas obras eram nossa condição normal esperada , más obras são nossas divídas .

Muitos homens acreditam na natureza divina do Cristo, mas são impiedosos - e na minha conecpção, segundo a Bíblia - são esses os descrentes - os ímpios. E não aqueles que o consideram um grande homem, porém humano, divino apenas em sua perfeição.

deixe sua concepção de lado um pouco , e procurar entender a concepção de Deus , você nunca pecou ? nunca falou mal do próximo ? nunca traiu ? se irou ? odiou ? pois tornou-se (como todos nós) impia ! Para sair deste estado , só alguém pagando o custo do seu pecado , ninguém chega na delegacia e diz : "olha eu roubei , mas agora não roubo mais , dá para limpar minha ficha !" ... não , o custo permanece ! Deus é o julgador do mundo , limpeza de ficha se faz por alguém pagar a dívida que não podemos pagar , até lá viver naturalmente , não nos faz merecedores de nenhum indulto.

Então, agora, deixe também sua concepção um pouco de lado - o que você faz (ou deveria fazer) cada vez que peca, que fala mal do próximo, que trai, que se ira, que odeia - põe o saldo nas costas de Cristo? Isso não é arrependimento - é querer livrar-se da própria culpa.
Quem se arrepende verdadeiramente, procura quitar sua dívida - chega na delegacia e diz: olha, eu roubei, estou aqui para pagar pelo meu crime. E procura ressarcir aquele que prejudicou. Pois não adianta, tão pouco, roubar, se entregar, pagar sua dívida com a justiça, para livrar a própria consciência, usufruíndo, depois da pena o que foi roubado.

Eu, pelo menos, vejo a coisa de forma mais profunda - se hoje te insulto, não me basta sentir remorço e pedir perdão a Deus - um mal só se anula por um bem proporcional - eu me desculpo com Deus ressarcindo minha dívida com você, proporcionando-lhe um bem semelhante ao mal que lhe causei.

Se não puder fazer a você, também não é desculpa, posso fazer a outro em seu lugar - o importante é fazer algo de bom, para cada mal, proporcionalmente. E dessa forma, gravo ainda na mamória, o aprendizado dessa experiência. Nós sempre sabemos o que fazer para reperar o que fizemos, muitas vezes, não temos é a coragem de fazer o que precisa ser feito - porque é muito mais fácil confessar os nossos pecados a Deus do que aqueles contra quem pecamos.

você se precipitou na resposta acima , imaginou o que eu não disse , ou não neguei :

a) Deus sabe quem se arrependeu sinceramente , eu não disse que Ele aceita um arrependimento 'meia-boca' , ou para fugir de algo , na verdade sequer circunstânciamos o que é arrependimento pela bíblia :
(Atos 3:19) - Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do SENHOR,

b) O que disse é que SÓ JESUS pode pagar o custo dos pecados , mas não exclui a restituição possível , que inclusive é ensinada pela bíblia (mas como você acha mesmo que sofrimento pode ser restituido ??!) :
(Lucas 19:8) - E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado.

É um equívoco achar que o homem pode pagar o mal feito , com o bem , o erro desta posição é : como você vai pagar o sofrimento alheio ? vai ressuscitar quem matamos ? como se paga alguém que foi traido por nós ? se você tem uma impressora que dia sim imprime , dia não , você a considera 'boa' ? , não , você a considera imprestável , porque NÃO ESTÁ fazendo a função para que foi criada , nós não fomos criados para trazer sofrimento para ninguém , não temos méritos quanto fazemos o bem , estamos fazendo aquilo que é nossa obrigação , e acumulando dívidas quando não fazemos o bem :
(Tiago 4:17) - Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado.


tudo bem , e tem muitos ao contrário também , cristãos que fazem o que ateu nenhum faria , por exemplo o dedo-duro acha que somos 'masoquistas' por termos registros de dezenas de milhares que morreram e foram torturados pelos Romanos sem sair pagando com a espada , seguindo a orientação de Cristo de dar a outra face . Haver pecadores apenas significa que somos humanos , e que todos precisam de Cristo , aquele que desprezar a Cristo, desprezou quem pode pagar seus débitos . Como vê , a exigência da crença não é um mero capricho de Deus , é uma necessidade do homem , porque o descrente terá dividas a pagar , e ele não tem 'moeda' para pagar estas dívidas .

Sobre o "dar a outra face" eu tenho uma concepção totalmente contrária a do Dedo duro, considero masoquismo o revidar - o que não é fácil de explicar.

Se, por exemplo, você me insulta e revido é porque eu me deixei insultar por você - é porque permiti que você atingisse o seu objetivo. Eu falhei comigo mesma - imitando você, atitude que eu mesma considero condenável.

...

sim , para nós entender este conceito é fácil , Cristo ensinou isto da seguinte maneria:
(I Pedro 2:20) - Porque, que glória será essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas se, fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus.
(Lucas 6:33) - E se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que recompensa tereis? Também os pecadores fazem o mesmo.

mas isto não impede de nos chamarem de suicidas , masoquistas , e semelhantes , e a doutrina de Nietszche e os que seguem sua filosofia . Isto prova que nossas concepções , o que achamos certos , muitas vezes são contrárias ao ensino de Deus , neste caso os 'nietzschinianos' nos tem por loucos , mas por que os cristãos primitivos ouviram à Cristo , ganhamos tal respeito na época Romana , que a cada massacre o número de cristãos aumentava exponêncialmente , a ponto de o atingir o próprio imperador e depois o império (discussões à parte de que posteriormente a unânimidade até fez mal à doutrina cristã) , demonstrou-se que a pacificidade ganhou uma ''guerra'' que seria impossível ganhar com armas , e que Cristo estava certo , mas para muitos ateus ainda somos reputados por loucos ... eles também acham que as concepções deles estão corretas .

Por fim, não estou insinuando que a fé seja mero capricho de Deus - estou mesmo é querendo saber o que é a fé, porque muitos parecem acreditar que seja mera alegoria - um sentimento de êxtase, sem qualquer comprometimento - o famoso "por que creio (tão e somente) serei salvo".

E não consigo ver dessa forma - a fé, na minha opinião, é aquilo que motiva cada ação na vida do homem (o firme fundamento das coisas das coisas que se esperam), é crer no certo e no errado, conforme dita a consciência diante de cada mínimo ato quotidiano (a prova das coisas que não se vêem). É assim que eu entendo.

Primeiro , quero deixar registrado que respeito suas posições, vejo em você a vontade sincera de achar o caminho da consciência limpa , independente de discutirmos cristianismo . Mas não posso 'limar' a realidade para te agradar , daí estar te ensinando pela bíblia (por ela eu posso , em outras áreas me submeto ao que você saiba mais) , que a fé não é subjetiva , é : a) na existência de um Criador , b) que precisamos da expiação dos pecados da nossa caderneta de dívida , c) que os exemplos de Cristo nos mostram que ele TEM crédito para expiar nossos pecados , e tenho provado isto na bíblia para você ]. Do mesmo jeito que você entende que os atos de Cristo foram memoráveis , ele falou estas clarezas conoscos , reiteramente :
(Lucas 13:3) - Não, vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.
(Romanos 5:6) - Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

bíblia Re: Pode se casar novamente? (Base Bíbilca)

Mensagem por Iane em Dom 15 Fev 2009, 7:00 pm

EVANGELISTA/RJ/MSN escreveu:
- adulterio (Mt.19:9);

o que seria um adulterio?
pegar o marido ou a esposa vendo fotos pornograficas é uma forma de adulterio?
ter conversas calientes com outras pessoas?
ou precisa necessariamente o contato fisico?


" Quero ser eu, com minha cara azeda e absurdamente açucarada."

Iane
Sirius
Sirius

Número de Mensagens: 3050
Idade: 27
Localização: InterioRRRRRRR de SP
flag: Brasil
Data de inscrição: 23/10/2008

http://www.arcauniversal.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum