.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
73 usuários online :: 3 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 70 Visitantes :: 2 Motores de busca

Lit San Ares, rbarros, Rogerio1972

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

sobre intolerancia religiosa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

sobre intolerancia religiosa

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Ter 27 Jan 2009, 11:24 am

Graça e paz.

tem saido no jornal Extra, uma serie de reportagem sobre Intolerancia religiosa.

inclusive ja teve aluno ate expulso de sala de aula por ter sido chamado de filho do capeta...

http://extra.globo.com/rio/materias/2009/01/26/escola-onde-estudante-sofreu-discriminacao-religiosa-pede-desculpas-ao-aluno-754155706.asp

http://extra.globo.com/rio/materias/2009/01/26/familias-se-distanciam-quando-preconceito-religioso-se-torna-uma-barreira-para-convivencia-domestica-754155704.asp

o que acham sobre este assunto?

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 5943
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: sobre intolerancia religiosa

Mensagem por Jarbas em Sex 30 Jan 2009, 2:57 am

...

Isso já é uma preparação para perseguir o cristão verdadeiro.

O problema é que está chegando a hora de obedecermos essa ordem abaixo e eles já estão preparando as leis para colocar pressão em cima dos cristãos para desobedecermos as Escrituras...

8 Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganho, antes recebamos o inteiro galardão.
9 Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho.
10 Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis.
11 Porque quem o saúda tem parte nas suas más obras.


Preste muita atenção nesse verso aqui... 10 Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis. ... Essa hora está às portas, por isso já estão preparando as delegacias especiais.


Maranata.



"Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem."  (Lucas 21 : 36)

"Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;"  (II Pedro 2 : 9)


"PERECE o justo, e não há quem considere isso em seu coração, e os homens compassivos são recolhidos, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal."  (Isaías 57 : 1)


"O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio."
  (Provérbios 8 : 13)

Jarbas
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 14982
Localização : Goiânia - Go
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: sobre intolerancia religiosa

Mensagem por athos em Qui 12 Fev 2009, 12:32 pm

"Eu estava praticamente me prostituindo, cheguei a levar drogas na mochila. Hoje, sou um novo homem. O candomblé é tudo na minha vida". Nas memórias do jovem Carlos (nome fictício), de 20 anos, a adolescência é sinônimo de farras, promiscuidade e proximidade com o crime. Foi na religião que o rapaz conta ter encontrado equilíbrio. A escolha teve preço alto: a convivência com a família. Ao se iniciar, Carlos deixou o Complexo da Penha.
- Na Vila Cruzeiro, é uma gargalhada de pombagira e um tiro na cabeça. Roupas de santo, guias, tudo tem que ser muito escondido. Não posso morar lá - declara o jovem.
Os símbolos sagrados das religiões também são alvos da violência. Em junho, a depredação do centro umbandista Cruz de Oxalá, no Catete, causou comoção popular.
Quatro meses depois, a violência voltaria a se repetir. Dessa vez, a vítima foi Nádia Maria Correa Cursino, de 53 anos, a Mãe Nádia de Oyá.
Após 30 anos de vida religiosa, ela sentiu que estava na hora de abrir sua casa-de-santo. Alugou imóvel em Interlândia, Belford Roxo. O sonho durou apenas dois meses. Ao retornar de uma viagem, em outubro, foi até o terreiro. O cadeado havia sido trocado. Nádia só conseguiu entrar com a polícia. O cenário era desolador.
- Não sei dizer o que senti. Quebraram todos os meus santos, só ficaram meu Xangô, para que eu lutasse por Justiça, e a Iansã. Eram santos que estavam comigo a vida inteira. Tinha jóias de ouro em alguns assentamentos (esculturas e objetos sagrados reunidos em louvor aos orixás durante toda a vida religiosa). Nada foi devolvido. Eu chorei muito, muito - diz Nádia, que registrou o caso na 54 DP (Belford Roxo) e tem a primeira audiência marcada para março no Juizado Especial Criminal. Os agressores eram da família do proprietário.

- Não teria coragem de jogar uma Bíblia no lixo porque é sagrada para alguém. Onde nós vamos parar com essas agressões? - encerra.

Terreiros terão centro digital

De vítima da intolerância a palestrante no colégio. Ontem, o estudante Felipe Gonçalves Pereira, de 13 anos, foi recebido pelo secretário de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso. A melhor notícia dada pelo secretário ao menino será a realização de um seminário na Faetec para alunos e professores abordando assuntos como fé, cultura e tolerância religiosa.
- Será muito importante para que as pessoas aprendam e entendam a minha religião. Estou muito feliz e agora quero voltar à escola - diz Felipe, que cumpre os três meses de preceito do candomblé e foi discriminado ao mostrar um fio de conta escondido sob seu uniforme escolar.
Alexandre Cardoso também anunciou que serão instalados centros digitais em dez casas de santo. O objetivo é que os terreiros se tornem polos de produção de pesquisa sobre as religiões de matriz africana no Rio. O projeto foi discutido com o pedagogo Ivanir dos Santos, membro da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa. Para o secretário, a história de Felipe se tornou um símbolo da luta contra a discriminação.
- Todos devemos desculpas a Felipe. Mas ele será um exemplo da posição do governo contra a discriminação - encerra o secretário.

Pai-de-santo é expulso

Eram 19h30m do dia 7 de maio de 2002. Dona Anita, de 75 anos, lembra que passava a novela na televisão. Dois homens armados - um deles com uma metralhadora - invadem o terreiro dirigido por seu filho, em Campo Grande. Encostam arma no rosto do pai-de-santo. A família pede pelo amor de Deus pela vida do religioso. Toca o telefone celular do agressor. O grupo interrompe a ação, vai embora e dá ultimato: a família deve se mudar em 24 horas.

Novo rumo

A família vive até hoje em uma cidade do interior do país. Nunca mais voltou ao terreiro desde aquela noite. E nem ao Rio.
- É um dia muito triste, a gente quer esquecer. O carro estava do lado de fora para levar o corpo do meu filho - conta Dona Anita.
O motivo das ameaças e da invasão ao terreiro nunca foi esclarecido. Mas a briga do pai-de-santo com líderes de outras religiões na área - a resistência ao candomblé começava a se tornar forte em áreas da Zona Oeste - é vista como provável causa da intimidação.

- Foi um desespero, nem podemos pegar nossas coisas. Foram amigos que voltaram para recolher tudo - lamenta Dona Anita.

Extra

FONTE: noticiascristas.blogspot.com


Cal escreveu:A ideia de Deus é irrefutável, pois nada provaria que Ele não existe.

athos
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1156
Idade : 24
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/12/2008

http://www.peniel.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: sobre intolerancia religiosa

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 8:48 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum