.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
28 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 28 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

O papel do verdadeiro cristão

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Leitura O papel do verdadeiro cristão

Mensagem por athos em Seg 26 Jan 2009, 10:35 am

“Não consigo entender, como o ICP, um órgão que se quer respeitar, pode jogar tanta lama, quando Católicos e não Católicos têm tantas coisas boas em comum. O fundamentalismo pode nos tornar cães raivosos castrados de Espiritualidade. Quando orardes, entre no seu quarto, e reclame com Jesus, sobre a pureza e virgindade de sua Mãe Maria. Se queremos mudar o mundo, peçamos a Deus que comece por nós.”

Respondendo a pergunta:

Primeiramente o ICP – Instituto Cristão de Pesquisas é um órgão sério, e muito. As pessoas que lá trabalham são do mais alto gabarito e respeitáveis peritos da Bíblia e profundos conhecedores de Teologia. O produto do seu trabalho tem como principal objetivo alertar aos menos avisados do perigo que as pessoas incorrem ao seguir ensinamentos que não tem respaldo bíblico.

Quando o ICP discursa, não só sobre o catolicismo, mas, também de outras denominações, não está julgando ninguém. Pelo contrário. Assim como o Amigo, outros precisam se converter e deixar de lado os resquícios de velhos princípios que foram criados, em dado momento, para somente atender a interesses particulares, nunca os fiéis sinceros. Se quiser, posso lhe mandar uma lista extensa das heresias introduzidas por vários papas ao longo da história do Cristianismo. Hoje não existe um líder católico para analisar friamente e desdizer os engodos criados por pseudocristãos.

A maior causa disso, lamentavelmente, é que a maioria dos que se dizem cristãos, não sabe nem diferenciar novo de velho testamento. Não sabem nada sobre o contexto histórico, cultural, geográfico do cenário bíblico. Aí fica difícil se basear em conversar, em “ouvi falar”, meu pai me disse, e por aí vai.

A luta, não só do ICP, mas de todos aqueles que têm a Bíblia como sua única regra de fé e prática, é contra os “principados e potestades”. Essa luta é espiritual. O diabo não quer que as pessoas conheçam e pratiquem a verdade. E essa verdade não está com essa ou aquela igreja, denominação, grupo, ou seja, lá quem for. A verdade é uma só: a Bíblia, que é a Palavra de Deus. Tudo que vem de encontro aos seus ensinamentos é heresia. A Sagrada Escritura se encerrou por volta do ano 100 d.C. Depois disso inventaram, deturparam, proibiram sua leitura, tomando um rumo tendencioso onde sua essência foi abandonada.

Se defender os absurdos criados pelo homem em relação às verdades bíblicas é se tornar “cães raivosos castrados de Espiritualidade”, vou continuar assim. Ainda bem que ainda não existe algum tipo de mordaça para quem assim age.

Concordo que, quando vamos orar, temos que entrar no quarto, mas não para “reclamar com Jesus”, mas sim para termos uma conversa com Ele.

Um esclarecimento: Maria não é e nunca foi minha mãe. Ela foi mãe de Jesus. O Deus feito homem. Só isso. Não temos que indagar ao Cristo sobre a virgindade e pureza de Sua mãe. A Bíblia nos responde. Foi para isso que Deus no-la deu. Mas sobre Maria, por favor, leia as outras postagens sobre o assunto. Com certeza vai elucidar, de uma vez por todas, o que representou a esposa de José para o mundo cristão.

Finalmente, se queremos mudar o mundo, já estamos começando errado. Nós não temos essa capacidade. Se a pretendemos, temos que pedir ao Pai, como Salomão pediu a sabedoria. Depois disso, temos que passar por um crivo espiritual, ou seja, arrependimento, conversão, crescimento. Entender a extensão do sacrifício vivo feito pelo Filho de Deus no Calvário. A partir dessa decisão, deixar-se conduzir por aquele que foi oferecido aos homens como o Consolador: o Espírito Santo. Aí sim, exercitando uma visão missionária poderemos contribuir para uma melhora do mundo, mas não no âmbito material porque esse, segundo Apocalipse, já está com os dias contados, mas no âmbito espiritual, levando as Boas Novas de Salvação para as almas perdidas.

Repetindo, essa batalha é espiritual e não pessoal.

Deus te abençoe.

Carlos Henrique.


Cal escreveu:A ideia de Deus é irrefutável, pois nada provaria que Ele não existe.

athos
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1156
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/12/2008

http://www.peniel.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum