.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
31 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 30 Visitantes :: 2 Motores de busca

Jarbas

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Os Céticos Devem Ir-se do Planeta

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

muito bravo Os Céticos Devem Ir-se do Planeta

Mensagem por Luís em Seg 12 Jan 2009, 10:47 am



Com 68 anos, Rajendra Pachauri permanece à frente desde 2002 do Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática da ONU e dirige o Instituto de Recursos Naturais e Energia da Índia, em cujo despacho, abarrotado de prêmios e medalhas acumulados em sua larga carreira em defesa do planeta e dos mais pobres da Terra, recebe ao PAÍS. O objetivo que persegue este economista indú é advertir ao mundo sobre "os perigos que corre se não deixar de abusar do planeta", para o que prossegue uma intensa agenda internacional, especialmente desde que lhe concederam o Prêmio Nobel da Paz (2007).

Pergunta. O que significa para você desenvolvimento sustentável?

Resposta. O primeiro é garantir que os recursos naturais que herdamos não são danificados nem reduzidos, de maneira que a próxima geração os receba em melhor situação que a nossa. Isto inclui ar limpo, água poda, terra e bosques sãs e biodiversidade. A outra dimensão do desenvolvimento sustentável é dar oportunidades às pessoas. Não se pode manter um sistema que só pensa nos ricos. Finalmente, é necessário voltar para as essências da Índia, onde todo se reutilizaba, e criar uma nova filosofia que ponha fim ao esbanjamento, tanto dos recursos naturais como da energia.

P. Acredita que essa filosofia é aplicável a todo mundo?

R. É obvio. No mundo atual as notícias viajam de um lado a outro com fluidez e se uma parte viver de uma forma desatará as aspirações da outra. Daí que deve haver uma convergência nos níveis de vida.

P. Considera que Ocidente aceitará limitar seu consumo?

R. Sei que é difícil mas será pior se não o fizer porque não se pode ter um mundo dividido. A brecha conduziria ao terrorismo, à ira, ao ressentimento dos países mais pobres pelas dramáticas conseqüências que sofrerão por uma mudança climática que não provocaram. A fuga da seca e da fome provocaria milhões de refugiados.

P. Quer dizer que a unidade é imperativa?

R. Absolutamente, mas não significa que temos que renunciar ao bom obtido através do progresso econômico. A provocação é usar a tecnologia e os preços, ao tempo que modificamos o estilo de vida. Já abusamos muito da natureza.

P. Quais são as prioridades?

R. Terá que trocar os valores e a filosofia da vida. Para a Espanha, por exemplo, o importante é a água pela escassez que padece. Espanha é também um importador de energia, e ambos os problemas devem atacar-se a um tempo. Em outros países, o mais sério é a contaminação do ar. As prioridades devem as marcar os Governos mas devemos nos unir na busca de um novo modelo de consumo e produção.

P. Acredita que Ocidente está disposto a trocar seus valores?

R. Penso que sim. Nos dois últimos anos houve um enorme grau de conscientização entre os mais jovens. Vamos na boa direção.

P. Você culpa à ação do homem do desastre que padece a natureza. Como pode reconvertê-la?

R. Com o uso eficiente da água e a energia de seu entorno. Não às duchas de meia hora; não aos exagerados es condicionado e calefação; não a desperdiçar a luz solar; não ao uso contínuo do carro. Estas são ações individuais ou em família. A nível industrial, também existe um grande esbanjamento que terá que cortar. Não é questão de renunciar à boa vida mas sim de valorar e respeitar a natureza e de compartilhar com outros seres humanos os recursos mais básicos.

P. Você propõe comer menos carne...

R. Sim. É bom para a saúde do homem e para a do planeta. Há uma grande emissão de gases de efeito estufa no processo para comer um filete, que começa com o alto consumo em pastos -o que exige desmatamento- e em água que requer criar uma vaca e continua por levá-la ao matadouro, guardar sua carne em câmaras frigoríficas, transportá-la e cozinhá-la.

P. Você é vegetariano...

R. Sim, mas não faz falta ser vegetariano, só terá que comer menos carne de vaca.

P. É muito tarde para a mudança climática?

R. Não é tarde para evitar a hecatombe. Sou otimista, mas temos muito pouco tempo para atuar.

P. A que teme mais?

R. A que se não fazermos nada para frear a mudança climática, os mais pobres, que serão os mais danificados, não perdoarão aos países ricos. Haverá convulsões e guerras porque se agravará a luta pelos recursos naturais, incluídos os do Ártico.

P. Ante a atual crise econômica mundial Onde investiria?

R. Se o mundo investe o suficiente na investigação das energias renováveis se acabariam os problemas.

P. O que pedirá a Obama em 21 de janeiro?

R. Que cumpra todas suas promessas eleitorais, como criar empregos ecológicos. ofereceu uma mensagem de esperança; que o cumpra, porque terá impacto em todo mundo.

P. O que opina do acordo 20 - 20 - 20 da UE (20% de redução de emissões de efeito estufa e 20% de aumento em energias renováveis em 2020)?

R. É um bom começo, mas a Europa pode fazer mais. Os ricos devem pagar pela mudança climática porque são historicamente responsáveis por ele.

P. Acredita que a resposta a China à mudança climática é adequada?

R. até agora a China se centrou em um crescimento econômico como o ocidental, mas hoje há uma grande reavaliação. Acredito que nos próximos anos verão grandes mudanças na China, que provavelmente incluirão o uso eficiente da energia e dos recursos naturais, assim como o apoio ao desenvolvimento rural em lugar de à urbanização maciça.

P. É pela crise ou porque Pekín chegou à conclusão de que o modelo ocidental está acabado?

R. Ao igual que na Índia, obedece à demanda interna. Faz três estes séculos dois países asiáticos eram as maiores economias, agora parece que avançamos para essa mesma situação, mas temos que fazer o de forma responsável, sobre tudo se tivermos que servir de modelo a outros.

P. A África?

R. a África não pode seguir de nenhuma das maneiras o caminho do Ocidente. Se suas condições seguem deteriorando-se não haverá um Exército capaz de impedir a avalanche de refugiados sobre a Espanha. O mundo desenvolvido tem a obrigação de atacar a reabilitação da África.

P. Deve a ONU emitir uma Declaração dos Direitos do Planeta?

R. Sem dúvida alguma. Agora trabalhamos em um acordo global sobre mudança climática que deveria estar preparado no fim de ano.

P. O que diria aos que seguem negando este fenômeno?

R. Trabalhamos com transparência e escolhemos aos melhores cientistas do mundo. Nossos informe são aceitos por todos os governos. Os céticos da mudança climática deveriam mudar-se a outro planeta.

FONTE


Última edição por Luís em Seg 12 Jan 2009, 12:26 pm, editado 1 vez(es)


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

muito bravo Re: Os Céticos Devem Ir-se do Planeta

Mensagem por dedo-duro em Seg 12 Jan 2009, 11:59 am

Rajendra Pachauri é hindu ( e não índio como fala o texto).

Há quatro vias para se tratar o problema do aquecimento global.

1) Tratados políticos e governamentais (AL gore)
2) não fazer simplesmente nada. (céticos)
3) Fixar uma taxa mundial de consumo de CO2 (Stern)
4) Conter os danos (Lomborg)

Adotar a posição cética está fora de cogitação, pois é inquestionável a ascenção de CO2 na atmosfera desde a Revolução Industrial.

Tratados políticos não tem funcionado. Os EUA não assinaram Kyoto, mas reduziram muito suas taxas de emissão de CO2. Enquanto os países que aceitaram o tratado só fizeram aumentar seu consumo de carbono. Tal "solução" nunca funcionará, pois envolve centralização política. Seria uma maneira de o Estado controlar a economia, abolindo grande parte do que conhecemos por livre mercado. O Estado teria de ditar o que seria produzido. Este tipo de intervenção econômica tem se mostrado ineficaz em todos os países; seria uma espécie de socialismo verde.

A solução proposta por Stern seriam cotas de emissão de carbono por pessoa. Cada um teria o seu direito regulamentado de poluir. Os países poderiam vender suas cotas a outros países. Seria mantido, portanto o mecanismo de livre mercado e o Estado de Direito. Stern contabiliza que se não fizermos nada até 2100, 30 % do PIB dessa época futura será perdido em razão do aquecimento global. Seria necessário investir 1% do PIB anualmente para evitar o desastre em 2100. Fica a pergunta: a conta fecha? Não seria melhor pegar esse 1% e investir em tecnologia limpa?

Por fim temos Lomborg, que acredita não ser possível parar o consumo de carbono sem sérios problemas para o desenvolvimento dos países. Ele é um cético quanto a tomada de atitude por parte dos cidadãos. O consumo vai continuar grande pois issso é da natureza humana. Assim deveríamos pensar mais em conter os danos do que evitar os desastres. Ao invés de mobilizar altas somas de dinheiro na regulamentação do direito de poluir, deveríamos investir em barragens, fortes, controle da imigração em massa, inovação tecnológica etc. Sua meta é para 2050, tempo em que já serão sensíveis as questões climáticas.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

muito bravo Re: Os Céticos Devem Ir-se do Planeta

Mensagem por Luís em Seg 12 Jan 2009, 12:33 pm

.
Muito bom o teu aporte, dedo!

O contínuo aumento da população ("desenvolvimento"), em desacordo com os recursos de cada família e região vão nos levar à desastres humanitários invitáveis. Tratar a terra (e a Terra) como um bolso sem fundo é o caminho certo para isto.

O problema é vencer os interesses particulares. Só vamos parar quando o desastre já for grave; quanto então, pelas leis da natureza, nossa população vai encolher muito e à custo de enorme sofrimento.


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

muito bravo Re: Os Céticos Devem Ir-se do Planeta

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 6:12 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum