.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» O Jesus diferente do Espiritismo
Ontem à(s) 7:39 pm por David de Oliveira

» Renan é afastado da presidência do Senado após tornar-se réu por peculato
Ontem à(s) 6:53 pm por David de Oliveira

» Oportunidades de emprego
Ontem à(s) 3:55 pm por Christiano

» Noticiário Escatológico
Ontem à(s) 3:33 pm por Jarbas

» Absurdário Escatológico
Ontem à(s) 9:56 am por Ed

» Olá...
Sex 09 Dez 2016, 10:25 pm por Ed

» Qual a verdadeira intenção dos organizadores das manifestações?
Sex 09 Dez 2016, 7:40 pm por Lit San Ares

» Meditações da Bíblia
Sex 09 Dez 2016, 4:59 pm por Discipulah

» Só há um jeito do Lula perder a próxima eleição!
Sex 09 Dez 2016, 7:36 am por gusto

Quem está conectado
27 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 27 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

roll O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Luís em Qui 01 Jan 2009, 4:32 pm

O Grande mistério da Natureza é a Origem de tudo que existe. Nada pode existir a partir do nada; e nenhuma coisa, pode, supostamente, ‘sempre’ ter existido; pois nem sabemos como algo pode existir ‘sempre’ na natureza, sem ter um início no tempo.

Estudando-se a Matéria, fica claro que a força da gravidade é a grande arquiteta do Cosmos. Era esta que, no início do que conhecemos por
Universo - o ‘nosso’ Universo -, unia o que havia. E o que havia antes da
grande expansão, que resultou em nosso mundo? Havia um aglomerado muito denso de matéria pura, destituída de energia ou força outra que não a Gravidade que a aglutinava. Seu tamanho não era muito grande. Uma fração de um por cento do volume do Universo expandido como hoje o conhecemos.

Tal matéria – supostamente algo parecido com fios flexíveis de tamanho inimaginavelmente pequenos; talvez próximo do ‘comprimento de Planck’ -,
estava aglomerada e arranjada de forma a não haver espaços (interstícios),
pressionados pela enorme força gravitacional que sobre esta incidia. Era maciça e esférica ao infinito, sua força gravitacional idem. Era fria, absolutamente fria, pois não havia movimento em seu interior. Era o Uno da matéria, ovo protótipo de um universo feito de matéria expandida, rala e energizada (em movimento).

Sua paz pode ter sido duradoura, vários bilhões ou até trilhões de anos nesta mesma situação Una. O certo é que algo aconteceu com esta bola negra
e pesada, há cerca de 14,5 bilhões de anos, que alterou seu estado xistencial
de forma dramática. Outro corpo semelhante e ela - atraídos ambos pela estupenda gravidade que os caraterizava - aproximou-se, primeiro devagar e, a medida que sua distância encurtava, a velocidade deve ter ou se igualado ou excedido a da luz , a maior conhecida.

O choque foi um evento de dimensões épicas, liberando uma energia fantástica, capaz de quebrar e fundir ambas as massas unas, lançando violentamente suas entranhas energizadas, girando loucamente, pelo espaço que as cercava. Uma grande explosão causada por um choque, cuja energia cinética – fruto da gravidade – foi transferido à todas suas partículas constituintes.

Nasce um “Universo”, que não é outra coisa senão os escombros de dois corpos maciços, originariamente pequenos e calmos. A energia que os torna um Universo multi-fragmentado – em oposição ao estado Uno que os
antecedeu – é então resultante da Força Gravitacional que puxava de encontro uma a outra, como dois imãs.

No estado fragmentado, resultado da explosão causada pelo choque das massas já descrito, as partículas partiram; inicialmente muito ‘quentes’,
em alto spin (giro sobre si mesmo) e em deslocamento linear, até irem se resfriando lentamente, na medida em que se espalhavam. As partículas fundamentais, agora energizadas, vão se agrupando e formando novas combinações, pois, mesmo diminutas, continuam com sua tendência
a se atraírem mutuamente, tentando retornar ao estado Uno de orígem.

Núcleos atômicos são formados por estas novas combinações, das partículas maiores. Partículas menores, fragmentadas no grande choque, são atraídas pelos novos núcleos, na razão de uma por núcleo, formando o gás hidrogênio; na medida em que a temperatura é reduzida e o frenesi energético-rotativo se abranda.

Por certo tempo, um grande nuvem deste elemento – o gás de hidrogênio - é tudo que há no novo universo. Grandes bocados desta nuvem, aleatoriamente mais densos, começam a formar estruturas esféricas e
a aquecer-se, pela velha força da gravidade, que as atrai e comprime junto ao
centro. Não tarda muito, a pressão é tão grande que estes aglomerados,
protótipos das grandes estrelas, começam a fundir-se em seu centro, com
temperaturas de milhões de graus. Novos elementos, mais pesados, vão surgindo: Hélio, Oxigênio, Carbono etc. até que o equilíbrio de forças no interior da estrela – enormemente massiva – é quebrado e esta entra em colapso (fim de sua vida), explodindo extraordinariamente (supernova), ejetando parte de sua massa para o espaço, como protótipo para as galáxias como as conhecemos. A matéria remanescente – nuclear – entra em colapso gravitacional, fundindo-se num buraco-negro semelhante ao Uno inicial, apenas não tão compactado.

Assim, tudo o que existe vai se construindo, à medida que toda a matéria energizada se expande. Uma ‘fauna’ de corpos se cria: Estrelas, planetas; meteoritos, rochas, cascalho e poeira de todos os tamanhos; átomos isolados, partículas sub-atômicas; num ‘caldo’ de proporções gigantescas. Com o passar do tempo, galáxias, buracos negros, estrelas e toda a fauna, interagem, se chocam e se fundem em corpos maiores e mais massivos, num fenômeno regido pela velha força gravitacional, um atributo fundamental da matéria, que acaba por auto-energizá-la, com o fim de fundi-la e uní-la.

Assim, tudo o que nos parece um ‘Universo’, não passa da ‘dança da matéria’, um estágio de seu processo de crescente unificação. Uma explosão
que acaba numa massa maior, bem ao estilo das galáxias. Elas são universos’ em miniatura e seu comportamento é protótipo para nosso conhecimento do todo que a supera, numa hierarquia dimensional superior.

A aparente expansão de nosso Universo é meramente temporária, fruto da explosão original. Ao mesmo tempo em que se expande a matéria se atrai, direcionando tudo que existe de volta ao centro. Quando a força de expansão diminui o suficiente, começa o grande ‘caminho de retorno’ de todos seus pródigos componentes, já previamente preparados, em grandes aglomerados de matéria.

À medida em que o diâmetro do Universo diminui, aumenta
a velocidade de retorno, chegando, em seus últimos momentos, a ser próxima da luz; quanto então, toda a energia remanescente é frenada/anulada e a matéria ‘limpa’ volta a aninhar-se em si mesma, não deixando espaços intersticiais de nenhum tipo.

No mundo dos Universos – multiverso – outras massas estão sendo atraídos para a nossa e novas explosões se seguem. A massa deste nível hierárquico também busca a união final e definitiva.

E o que então ‘Tempo’? Tempo é um aspecto da
energia, ou mesmo sinônimo desta
. Decorre tempo sempre que matéria se
movimenta, (energizada), ocupando, sucessivamente, várias posições no espaço.
Tempo não decorre quando um ‘sistema’ está completamente desenergizado; parado,
sem movimento e à temperatura ‘zero graus’ absoluta. Zero graus significa
assim, sem movimento, sem energia
. Neste estado de ‘temperatura’ não
decorre tempo, no sistema em questão.
Restam algumas perguntas interessantes:

1- Que outros níveis hierárquicos existirão acima (macro) e abaixo (micro)?
2- De que são constituídas as partículas fundamentais dos aglomerados Uno?
3- Qual a origem destas partículas de ‘massa real’, suposto tijolo de tudo?
4- Qual o mecanismo da Força da Gravidade?
5- Que são as outras forças; Forte, Fraca e Eletromagnética?
6- Seremos um dia capazes de desvendar estes mistérios?

Fim - 01 JAN 2009


Última edição por Luís em Qui 01 Jan 2009, 5:03 pm, editado 1 vez(es)


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Well em Qui 01 Jan 2009, 4:59 pm

Luís: "O choque foi um evento de dimensões épicas, liberando uma energia fantástica, capaz de quebrar e fundir ambas as massas unas, lançando violentamente suas entranhas energizadas, girando loucamente, pelo espaço que as cercava."

Se me permite, caro Luís, mais uma pergunta: 7 - Como surgiu o espaço citado no texto acima?

Mais um detalhe: o projeto "big-bang" chegou onde chegou e onde estamos hoje. É indubitável que todo esse universo segue um rigoroso planejamento. Seria possível todo esse planejamento ter surgido por acaso? O fato do projetista não ter se apresentado para muitos cientistas (segundo eles) faz com que ele, o projetista, não exista?


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Luís em Qui 01 Jan 2009, 5:17 pm

Well escreveu:
Como surgiu o espaço citado no texto acima?
A idéia de que o espaço surgiu no mesmo momento do Bang, não é corroborada por mim. Para mim, este é um grosseiro erro da cosmologia atual. O espaço pré Bang é permeado apenas por campos gravitacionais; enquanto o 'nada' pós bang é muito mais denso de partículas e suas ondas.

É indubitável que todo esse universo segue um rigoroso planejamento.
Tudo o que descrevo é um mecanismo bem simples, onde a única força é a gravitacional, inerente da matéria. Estes se bastam para pôr tudo em movimento. A idéia do 'relojoeiro', um produto com grande quantidade de informação humana agregada, não se encaixa num universo natural, onde os corpos são formados por acidentes e força não inteligentes.

Seria possível todo esse planejamento ter surgido por acaso? O fato do projetista não ter se apresentado para muitos cientistas (segundo eles) faz com que ele, o projetista, não exista?
Como bem demonstrei, não há nenhuma coisa como 'inteligência de um projetista' observável nem necessário para este mecanismo acontecer. Este conceito é humano e antropocentrista.

Gastaria minha energia não tentando achar 'divindades' sobrenaturais, mas tentando responder coisas como as propostas: De onde veio o que há? Seremos um dias capazes de descobrir? Etc... Conforme minha experiência, a resposta à isto, como todas as respostas que as antecederam (sobre a natureza), deve ser necessariamente natural, mas de difícil apreensão para nós humanos.

Não vejo muito sentido num deus que gostasse de brincar de encolhe-estica com um punhado de matéria deste jeito. Ou há?


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Well em Qui 01 Jan 2009, 5:37 pm

Luís escreveu: A idéia de que o espaço surgiu no mesmo momento do Bang, não é corroborada por mim. Para mim, este é um grosseiro erro da cosmologia atual. O espaço pré Bang é permeado apenas por campos gravitacionais; enquanto o 'nada' pós bang é muito mais denso de partículas e suas ondas.
Mas como você mesmo disse, do "nada" não pode nascer nada. Mas eu entendo o seu lado, ou penso entender: como pode um Ser ser auto-existente??? Mas pense comigo: se o nada não produz nada como que surgiu a matéria ou a gravidade ou seja lá o que for?? Como? De onde se o nada é coisa nenhuma?

Luís escreveu:Tudo o que descrevo é um mecanismo bem simples, onde a única força é a gravitacional, inerente da matéria. Estes se bastam para pôr tudo em movimento. A idéia do 'relojoeiro', um produto com grande quantidade de informação humana agregada, não se encaixa num universo natural, onde os corpos são formados por acidentes e força não inteligentes.
Ok, mas nós somos seres inteligentes. De onde vem a inteligência? Da evolução das espécies? A lei da gravidade não me parece ser uma lei "burra" e sem sentido. Parece pra vc?

Luís escreveu:Como bem demonstrei, não há nenhuma coisa como 'inteligência de um projetista' observável nem necessário para este mecanismo acontecer. Este conceito é humano e antropocentrista.

Gastaria minha energia não tentando achar 'divindades' sobrenaturais, mas tentando responder coisas como as propostas: De onde veio o que há? Seremos um dias capazes de descobrir? Etc... Conforme minha experiência, a resposta à isto, como todas as respostas que as antecederam (sobre a natureza), deve ser necessariamente natural, mas de difícil apreensão para nós humanos.
Penso que se gasta bem mais energia e dinheiro tentando provar a inexistência do Criador. A fé natural de todos os povos na crença em um Deus não te diz nada?

Luís escreveu:Não vejo muito sentido num deus que gostasse de brincar de encolhe-estica com um punhado de matéria deste jeito. Ou há?
Quem pode sondar a mente de Deus ou ser seu conselheiro??

[ ].


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por athos em Qui 01 Jan 2009, 7:21 pm

estou vendo que você tem bastante fé nisso... oh my


Cal escreveu:A ideia de Deus é irrefutável, pois nada provaria que Ele não existe.

athos
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1156
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/12/2008

http://www.peniel.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Luís em Qui 01 Jan 2009, 7:24 pm

Well escreveu:
Luís escreveu: A idéia de que o espaço surgiu no mesmo momento do Bang, não é corroborada por mim. Para mim, este é um grosseiro erro da cosmologia atual. O espaço pré Bang é permeado apenas por campos gravitacionais; enquanto o 'nada' pós bang é muito mais denso de partículas e suas ondas.
Mas como você mesmo disse, do "nada" não pode nascer nada. Mas eu entendo o seu lado, ou penso entender: como pode um Ser ser auto-existente??? Mas pense comigo: se o nada não produz nada como que surgiu a matéria ou a gravidade ou seja lá o que for?? Como? De onde se o nada é coisa nenhuma?
Ninguém sabe, teorias, como as da física e da religião abundam.


Luís escreveu:Tudo o que descrevo é um mecanismo bem simples, onde a única força é a gravitacional, inerente da matéria. Estes se bastam para pôr tudo em movimento. A idéia do 'relojoeiro', um produto com grande quantidade de informação humana agregada, não se encaixa num universo natural, onde os corpos são formados por acidentes e força não inteligentes.
.... somos seres inteligentes. De onde vem a inteligência? Da evolução das espécies?
Como bem disseste, da evolução. De onde seria? :)

[/quote]
A lei da gravidade não me parece ser uma lei "burra" e sem sentido. Parece pra vc?
[/quote]
Sim, parece-me, totalmente burra. Apenas um puxão como o de um elástico.

Luís escreveu:Como bem demonstrei, não há nenhuma coisa como 'inteligência de um projetista' observável nem necessário para este mecanismo acontecer. Este conceito é humano e antropocentrista.

Gastaria minha energia não tentando achar 'divindades' sobrenaturais, mas tentando responder coisas como as propostas: De onde veio o que há? Seremos um dias capazes de descobrir? Etc... Conforme minha experiência, a resposta à isto, como todas as respostas que as antecederam (sobre a natureza), deve ser necessariamente natural, mas de difícil apreensão para nós humanos.
Penso que se gasta bem mais energia e dinheiro tentando provar a inexistência do Criador. A fé natural de todos os povos na crença em um Deus não te diz nada?
Nenhuma ciência gasta tempo com isto. Se 10 bilhões de almas acreditassem numa falácia, esta se tornaria verdadeira?
Imaginação, fé, desejo, necessidade, criam realidade? :)

Luís escreveu:Não vejo muito sentido num deus que gostasse de brincar de encolhe-estica com um punhado de matéria deste jeito. Ou há?

Quem pode sondar a mente de Deus ou ser seu conselheiro??

[/quote]

Tu pergunta parte da suposta existência de uma divindade, coisa indemonstrável e jamais detectada por nenhum ramo da ciência. Não tenho como responder a tua pergunta.


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Luís em Qui 01 Jan 2009, 7:26 pm

athos escreveu:estou vendo que você tem bastante fé nisso... oh my

Tenho alguma, não diria bastante. A que tenho, é fruto de toda uma vida dedicada ao estudo. Explico detalhadamente suas razões, que não são 'ocultas'. Se não concordas com algo, podes questionar, como faz a forista SerHumano. Será um prazer debater contigo.


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por athos em Qui 01 Jan 2009, 7:31 pm

primeiro eu tenho que saber se você está sujeito a abdicar suateoria, causo eu mostre o erro, ou o uqe a faz nula.


Cal escreveu:A ideia de Deus é irrefutável, pois nada provaria que Ele não existe.

athos
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1156
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/12/2008

http://www.peniel.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Luís em Qui 01 Jan 2009, 7:34 pm

Obviamente! Toda a teoria científica tem de estar sempre sujeita a refutação. É um prazer, mas seria melhor se usasses de razão, não de dogmas religiosos.


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por athos em Qui 01 Jan 2009, 7:37 pm

Luís escreveu:Obviamente! Toda a teoria científica tem de estar sempre sujeita a refutação. É um prazer, mas seria melhor se usasses de razão, não de dogmas religiosos.
mais o que seria razão pra você, fontes de outros sites, fontes de homens falhos como eu e você?


Cal escreveu:A ideia de Deus é irrefutável, pois nada provaria que Ele não existe.

athos
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1156
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/12/2008

http://www.peniel.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Jarbas em Qui 01 Jan 2009, 7:41 pm

Luís escreveu:Obviamente! Toda a teoria científica tem de estar sempre sujeita a refutação. É um prazer, mas seria melhor se usasses de razão, não de dogmas religiosos.

Só se for para virar ateu igual a você...


Maranata.



"Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem."  (Lucas 21 : 36)

"Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;"  (II Pedro 2 : 9)


"PERECE o justo, e não há quem considere isso em seu coração, e os homens compassivos são recolhidos, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal."  (Isaías 57 : 1)


"O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio."
  (Provérbios 8 : 13)

Jarbas
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 15318
Localização : Goiânia - Go
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Luís em Qui 01 Jan 2009, 11:40 pm

Jarbas,

Não me vejo propriamente ateu, mas cético. Não tenho a tendência a acreditar em coisas distantes dos sentidos, sem antes passar por um crivo de lógica racional e conhecimento prévio de uma fonte confiável, meu ou de outrem.

Esta cosmovisão (ou visão de mundo) que apresentei é algo 'técnico', destituída de quaisquer sentimentos; e se a comparas com outra visão de mundo com ingredientes sentimentais, resulta numa assimetria qualitativa; por isto te propus entrares com idéias semelhantes, se as tem.

Mas nada impede que me mostres tua visão de mundo, diferente como se supõe ser. É um prazer igual debater. Fiques a vontade.


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Jarbas em Sex 02 Jan 2009, 12:25 am

Luís escreveu:Jarbas,

Não me vejo propriamente ateu, mas cético. Não tenho a tendência a acreditar em coisas distantes dos sentidos, sem antes passar por um crivo de lógica racional e conhecimento prévio de uma fonte confiável, meu ou de outrem.

Esta cosmovisão (ou visão de mundo) que apresentei é algo 'técnico', destituída de quaisquer sentimentos; e se a comparas com outra visão de mundo com ingredientes sentimentais, resulta numa assimetria qualitativa; por isto te propus entrares com idéias semelhantes, se as tem.

Mas nada impede que me mostres tua visão de mundo, diferente como se supõe ser. É um prazer igual debater. Fiques a vontade.

Para mim, o cético é aquele que não cre porque não tem a fé e a fé é justamente acreditar naquilo que nunca viu, porque se acredita naquilo que se vê, então isso não é fé.


Maranata.



"Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem."  (Lucas 21 : 36)

"Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;"  (II Pedro 2 : 9)


"PERECE o justo, e não há quem considere isso em seu coração, e os homens compassivos são recolhidos, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal."  (Isaías 57 : 1)


"O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio."
  (Provérbios 8 : 13)

Jarbas
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 15318
Localização : Goiânia - Go
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Luís em Sex 02 Jan 2009, 12:32 am

Jarbas escreveu:
Para mim, o cético é aquele que não cre porque não tem a fé e a fé é justamente acreditar naquilo que nunca viu, porque se acredita naquilo que se vê, então isso não é fé.
Não está mal acreditar naquilo que nunca se viu; é hábito do homem fazer isto. Mas sem evidências nem lógica racional? Eu me sentiria louco fazendo isto. O que tu chamas de fé é a anulação do homem provadamente sensível em prol da fantasia dum homem mágico, coisa que nunca fomos. Até prova em contrário, somos seres naturais, macacos africanos pelados.

Sem dar-te conta, tua fé não é um ato intelectual, mas antes, um ato emocional de defesa, de necessidade.


Última edição por Luís em Sex 02 Jan 2009, 12:44 am, editado 1 vez(es)


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Jarbas em Sex 02 Jan 2009, 12:43 am

Luís escreveu:
Jarbas escreveu:
Para mim, o cético é aquele que não cre porque não tem a fé e a fé é justamente acreditar naquilo que nunca viu, porque se acredita naquilo que se vê, então isso não é fé.
Está bem acreditar naquilo que nunca se viu, é hábito do homem fazer isto. Mas sem evidências nem lógica racional? Eu me sentiria louco fazendo isto. O que tu chamas de fé é a anulação do homem sensível em prol dum homem mágico, coisa que nunca fomos. Até prova em contrário, somos seres naturais, macacos africanos pelados.

Ihhh...Sempre a mesma conversa. Aquele que não tem a fé que é dom de Deus, é ateu, porque só acredita naquilo que vê e este nunca vai crer em Deus.

"ORA, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem." (Hebreus 11 : 1)


Maranata.



"Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem."  (Lucas 21 : 36)

"Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;"  (II Pedro 2 : 9)


"PERECE o justo, e não há quem considere isso em seu coração, e os homens compassivos são recolhidos, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal."  (Isaías 57 : 1)


"O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio."
  (Provérbios 8 : 13)

Jarbas
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 15318
Localização : Goiânia - Go
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Luís em Sex 02 Jan 2009, 12:57 am

"Ihhh...Sempre a mesma conversa. Aquele que não tem a fé que é dom de Deus, é ateu, porque só acredita naquilo que vê e este nunca vai crer em Deus."

Como te disse, não penso que haja nada de mal em crer sem ver. Porque recomendarias à alguém crer em algo não perceptível pelos sentidos, sem ao menos estar fundamentado na razão? Porque motivo conviria adotar uma crença vazia de realidade? Uma 'crença pela crença'?

Uma crença assim é fruto do interesse, da necessidade, da emoção, do medo. Nunca da fria razão, guardiã de toda boa ciência. Não falamos das mesmas crenças.


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Jarbas em Sex 02 Jan 2009, 1:04 am

.......

Por isso que eu ti disse que a fé é dom de Deus e sem receber esse dom Dele, ninguém irá crer no que não vê, por isso mesmo que existem tantos ateus e céticos por aí.


Maranata.



"Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem."  (Lucas 21 : 36)

"Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;"  (II Pedro 2 : 9)


"PERECE o justo, e não há quem considere isso em seu coração, e os homens compassivos são recolhidos, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal."  (Isaías 57 : 1)


"O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio."
  (Provérbios 8 : 13)

Jarbas
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 15318
Localização : Goiânia - Go
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por darkshi em Sex 02 Jan 2009, 1:57 am

Luís escreveu:
athos escreveu:estou vendo que você tem bastante fé nisso... oh my

Tenho alguma, não diria bastante. A que tenho, é fruto de toda uma vida dedicada ao estudo. Explico detalhadamente suas razões, que não são 'ocultas'. Se não concordas com algo, podes questionar, como faz a forista SerHumano. Será um prazer debater contigo.

não sabia que era pesquisador.
Qual que é a sua pagina CAPES?

darkshi
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1692
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/11/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Luís em Sex 02 Jan 2009, 11:03 am

Jarbas escreveu:.......
Por isso que eu ti disse que a fé é dom de Deus e sem receber esse dom Dele, ninguém irá crer no que não vê, por isso mesmo que existem tantos ateus e céticos por aí.
Maranata.

O que tu chamas de 'Don de Deus', chamo de lavagem cerebral do infante, somado à necessidade, desejo, medo.


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Luís em Sex 02 Jan 2009, 11:04 am

darkshi escreveu:
Luís escreveu:
athos escreveu:estou vendo que você tem bastante fé nisso... oh my

Tenho alguma, não diria bastante. A que tenho, é fruto de toda uma vida dedicada ao estudo. Explico detalhadamente suas razões, que não são 'ocultas'. Se não concordas com algo, podes questionar, como faz a forista SerHumano. Será um prazer debater contigo.
não sabia que era pesquisador.
Qual que é a sua pagina CAPES?
Ganho meu pão como técnico. Não sou um pesquisador formal.


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Well em Sex 02 Jan 2009, 3:00 pm

Luís escreveu:Ninguém sabe, teorias, como as da física e da religião abundam.
Luís escreveu:Tu pergunta parte da suposta existência de uma divindade, coisa indemonstrável e jamais detectada por nenhum ramo da ciência. Não tenho como responder a tua pergunta.
Caro Luís, por ter consciência que nenhum humano sabe tudo fico a pensar na nossa pequenez diante de um universo tão imenso. Ainda que eu fosse um cético e um ateu eu pensaria mais uma vez sobre a hipótese da existência de um Criador. Por que? Pelo simplório fato de eu não saber tudo, de não deter todo o conhecimento. Se o cético ou ateu não conseguem para si provar a existência de um Deus criador isso não quer dizer que esse Deus não exista. Se um rádio pega da frequência X até a Y não quer dizer que não exista a frequência W, Z, B e nós sabemos que existe. A limitação do rádio não faz com que as outras frequências deixem de existir. A nossa limitação, estimado Luís, não faz com que um Deus criador não exista. Você acha, Luís, que um dia a Ciência conseguirá afirmar inequivocamente a inexistência de um Deus criador?

Um grande [ ].


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Luís em Sex 02 Jan 2009, 3:16 pm

Well,
Tuas questões procedem. Porém, já foram exaustivamente debatidas em outros tópicos.

A fria ciência não lida com hipóteses mistico-religiosas, carregadas de emoção que estão; assim ela não tem como comprová-las. Poderia-se dizer, com uma certa liberdade poética, que a Religião é humana e a Ciência, inumana.

A Internet faz que o homem hoje tenha acesso à virtualmente todo o conhecimento disponível. Se ainda não é assim, se encaminha para isto.

É uma revolução sem igual na história do homem; e estamos apenas no começo (No Japão já se dispõe de 100mb/s por preços que nos custa aqui 1mb/s.). No futuro, estaremos todos interligados em tempo real.


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Well em Sex 02 Jan 2009, 3:25 pm

Ok, Luís. "A fria ciência não lida com hipóteses mistico-religiosas, carregadas de emoção..."

Todo o conhecimento disponível não é todo o conhecimento existente. Ciente disso, dentro da minha racionalidade e excetuando a fé, nessa nossa prosa, não ouso afirmar que Deus, o Criador, seja um mito ou lenda.

Essa do Japão eu já sabia. Mas até chegar isso aqui, meu chapa, as empresas aqui vão faturar muito ainda com conexões a 2, 4, 8, 12mb/s...


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Luís em Sex 02 Jan 2009, 3:34 pm

Well escreveu:
Todo o conhecimento disponível não é todo o conhecimento existente. Ciente disso, dentro da minha racionalidade e excetuando a fé, nessa nossa prosa, não ouso afirmar que Deus, o Criador, seja um mito ou lenda.

O que não se conhece é o quê? O desconhecido! Quê podemos discorrer sobre o desconhecido? Nada; nem mesmo citá-lo por nome. O que demonstra, cabalmente, que "Deus" é uma hipótese totalmente fantasiada pelo homem, fruto da lavagem cerebral, da necessidade, da ignorância, do medo e do desejo. Uma obra do "coração", nunca da razão. Uma tentativa prá lá de vã de manipular a natureza a seu favor, via intermediários supostamente onipotentes. Fruto, por fim, do instinto de sobrevivência.


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Well em Sex 02 Jan 2009, 3:56 pm

Luís escreveu:... O que demonstra, cabalmente, que "Deus" é uma hipótese totalmente fantasiada pelo homem, fruto da lavagem cerebral, da necessidade, da ignorância, do medo e do desejo. Uma obra do "coração", nunca da razão. Uma tentativa prá lá de vã de manipular a natureza a seu favor, via intermediários supostamente onipotentes. Fruto, por fim, do instinto de sobrevivência.
Racionalmente falando, por que devo aceitar essas conjecturas? Fantasias, lavagem cerebral, coração, instinto de sobrevivência, ignorância, medo, desejo... Não creio em Deus por nenhuma dessas alternativas.


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: O Grande mistério da Natureza - A Origem de tudo que existe.

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 5:58 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum