.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Noticiário Escatológico
Ontem à(s) 10:53 pm por Jarbas

» EU APOIO O BOLSONARO, E VOCÊ ?
Sab 14 Out 2017, 4:27 pm por Jarbas

» Por que o uso do termo “ESQUERDOPATA” é inadequado?
Sab 14 Out 2017, 10:41 am por gusto

» Uruguai é modelo de respeito aos direitos trabalhistas, revela estudo,
Sab 14 Out 2017, 10:39 am por gusto

» Como classificar este forum?
Sab 14 Out 2017, 10:37 am por gusto

» Assuntos Aleatórios
Sab 14 Out 2017, 10:30 am por gusto

» Consequências da Reeleição
Sex 13 Out 2017, 10:07 pm por EVANGELISTA/RJ/MSN

» As evidencias históricas do Novo Testamento
Sex 13 Out 2017, 4:19 pm por Benedito Bernal

» Como saber se Paulo era verdadeiramente apóstolo de Jesus?
Ter 10 Out 2017, 9:18 pm por irmão

Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10


A divisão do Antigo e Novo Testamento

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A divisão do Antigo e Novo Testamento

Mensagem por rbarros em Qua 09 Ago 2017, 8:56 pm

Antes de Marcião de Sínope (ou Marcion), a Bíblia cristã tal como a conhecemos não existia. Não havia segregação conhecida entre o “Velho” (judeu) e o “Novo” (cristão) Testamentos. Era tudo apenas centenas de diferentes histórias, livros e evangelhos espalhados.

Marcião era membro de uma seita e queria canalizar suas opiniões em uma obra de aparência oficial. Ele queria separar os escritos do cristianismo em dois testamentos, uma vez que tal divisão ia de acordo com sua teoria: Marcião acreditava que a divindade do que viriam a ser os textos do Antigo Testamento era um deus-criador completamente diferente e mais maléfico do que o salvador do Novo Testamento. Ou seja, o deus do Velho Testamento era basicamente o diabo.

Marcião fez uma tentativa premeditada de eliminar todos os vestígios do pensamento judaico pré-Jesus de sua nova Bíblia. Sua organização dos testamentos foi extremamente minimalista. Obviamente, nem todos gostaram da ideia. No entanto, a ação de Marcião mostrou à Igreja antiga a urgência do desenvolvimento de um cânon bíblico. Logo, para acabar com sua influência, ele foi excomungado, e um Novo Testamento rival que rebatia a posição de Marcião, embora mantivesse a sua estrutura geral, foi proposto. Em outras palavras, a Igreja achou que o cidadão era um louco por propor dois Deuses diferentes, mas a separação que ele fez dos textos bíblicos foi posteriormente adotada pela própria e utilizada a partir de Tertuliano, sofrendo alterações, claro.



fonte: http://hypescience.com/5-fatos-bizarros-sobre-o-inicio-do-cristianismo/


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!
avatar
rbarros
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1514
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum