.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Aos ateus de plantão...
Ontem à(s) 10:08 pm por Jarbas

» Noticiário Escatológico
Seg 20 Nov 2017, 8:07 pm por Jarbas

» Consequências da Reeleição
Dom 19 Nov 2017, 3:42 pm por EVANGELISTA/RJ/MSN

» BUY FAKE PASSPORT PASSPOR
Seg 13 Nov 2017, 8:47 am por Benedito Bernal

» Fasos Cristos e falsos profetas
Sab 11 Nov 2017, 9:03 pm por Jarbas

» Pastor sem brilho nos olhos é uma obra morta!
Seg 06 Nov 2017, 12:55 pm por Benedito Bernal

» O que você está ouvindo agora?
Sab 28 Out 2017, 1:56 pm por gusto

» As pérolas do ENEM e de Vestibulares
Qui 26 Out 2017, 9:30 pm por Lit San Ares

» Versos Bíblico
Seg 23 Out 2017, 4:31 pm por Ed

Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10


Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por rbarros em Dom 16 Jul 2017, 12:36 pm

Lit San Ares escreveu:Eis o problema, rbarros. Uma sociedade que acha por bem, eliminar os seus membros incapazes de cumprir com sua quota de tarefas, é tudo, menos perfeita.

"This is Sparta!" - cuspiria Leônidas nos filme 300.

É a lei da natureza, você diz o que os animais fazem. Na sua sociedade perfeita, é a lei da selva que impera. E que os fracos e aleijados tremam.

Como "branco civilizado" também condeno tal atitude, mas compreendo que para eles isto é necessário.

No entanto, tanto eu quanto você sabemos que nossa "civilização" também faz coisas horríveis com as nossas crianças.





Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!
avatar
rbarros
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1516
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por rbarros em Dom 16 Jul 2017, 1:53 pm

Eterna escreveu:O único Espiritismo que existe é o de Kardec! Qual outro você conhece?

Existem outras fontes que não o Espiritismo!

Eterna escreveu:Concorda mas não compreende que as grandes transformações sempre irão trazer grandes sofrimentos!

Não é o contrário? Grandes sofrimentos trarão grandes transformações...

Eterna escreveu:Melhor dizer que foram contaminados pela lei do progresso! Você se diz espírita - não é??? Então deveria compreender isto!

Progresso científico? Progresso tecnológico? Atualmente gente morre por causa de celulares, isso é bom? Há progresso moral aí?

Eterna escreveu:Não, meu amigo! Uma raça primitiva que busca o conforto advindo de moeda circulante já se encontra em estágio apropriado a ingressar na sociedade e contribuir com seus esforços ao crescimento da nação. Esse despertar de consciência na aquisição de valores materiais é a prova cabal da sua evolução e não está associado a uma sociedade indígena nos seus primórdios!

Mais uma vez você está destilando todo o seu preconceito em acreditar na falácia de que a civilização do branco é superior à do índio, quando na verdade o noticiário diário nos prova o contrário.

Leia mais sobre os índios, na literatura dos irmãos Villas-Boas, ou em Pierre Clastres, e talvez mude de opinião...

Temos muito a aprender com a "atrasada" civilização deles.

Eterna escreveu:A história é repetitiva! Todas as sociedades chegam no seu apogeu - caem, e depois se levantam com novos valores. Estamos chegando no seu apogeu!

Apogeu? Acho que o apogeu da civilização dos brancos passou já há muito tempo, antes mesmo da 1a Guerra Mundial! de lá para cá estamos rolando ladeira abaixo!!!


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!
avatar
rbarros
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1516
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por thynno em Qui 20 Jul 2017, 4:25 pm

Kardek criou o espiritismo?


Acredito que não passa do Pitonismo contemporâneo.

thynno
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 218
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por rbarros em Qui 20 Jul 2017, 7:29 pm

Não, Kardec apenas codificou-o.


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!
avatar
rbarros
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1516
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por Lit San Ares em Dom 23 Jul 2017, 1:24 pm

rbarros escreveu:
Lit San Ares escreveu:Eis o problema, rbarros. Uma sociedade que acha por bem, eliminar os seus membros incapazes de cumprir com sua quota de tarefas, é tudo, menos perfeita.

"This is Sparta!" - cuspiria Leônidas nos filme 300.

É a lei da natureza, você diz o que os animais fazem. Na sua sociedade perfeita, é a lei da selva que impera. E que os fracos e aleijados tremam.

Como "branco civilizado" também condeno tal atitude, mas compreendo que para eles isto é necessário.

No entanto, tanto eu quanto você sabemos que nossa "civilização" também faz coisas horríveis com as nossas crianças.

Só que  essas coisas horríveis não são tidas como normais. Matar uma criança é crime em nossa sociedade imperfeita (estou falando da brasileira), apesar dos esforços de determinadas pseudo feministas.

Não. Sem relativismo moral. Não estamos falando em andar pelado, trabalhar muito ou pouco, ser mais ou menos feliz com mais ou menos bens materiais. Estamos falando do assassinato de crianças e se você quer mostrar uma sociedade que faz isso (não como um crime que a maioria da população abomina, mas como uma conduta normal), como sendo perfeita, você corre o risco de defende tais crimes. Com certeza está tentando justificar a atitude criminosa que é praticada em determinadas aldeias indígenas, mostrando os podres que ocorrem fora dela. O seu ideal de perfeição social é infanticida.
avatar
Lit San Ares
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2122
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por Eterna em Dom 23 Jul 2017, 6:14 pm

rbarros escreveu:
Eterna escreveu:O único Espiritismo que existe é o de Kardec! Qual outro você conhece?

Existem outras fontes que não o Espiritismo!
Concordo! Mas não gosto quando picotam as mensagens porque sempre vão de encontro a defesa própria quando um erro salta aos olhos. No seu post de 15/07 você diz:

"Gosto muito do Espiritismo de Kardec, trago ambos em meu coração de forma enraizada - e dificilmente vão ser extirpados dali - mas gosto ainda mais de conhecer a Verdade. "E conhecereis a Verdade, e a Verdade vos libertará.” (João 8:32)"

'Ambos' significa que tem outro! Qual é o outro espiritismo que você conhece e nós permanecemos na ignorância???
O próprio Kardec disse que se um dia a ciência provar que o espiritismo está errado devemos ficar com a ciência!




Eterna escreveu:Concorda mas não compreende que as grandes transformações sempre irão trazer grandes sofrimentos!

Não é o contrário? Grandes sofrimentos trarão grandes transformações...

O que está estagnado não gera sofrimento ou transformação!
Eterna escreveu:Melhor dizer que foram contaminados pela lei do progresso! Você se diz espírita - não é??? Então deveria compreender isto!

Progresso científico? Progresso tecnológico? Atualmente gente morre por causa de celulares, isso é bom? Há progresso moral aí?

Repito, as grandes transformações sempre irão trazer grandes sofrimentos!
Eterna escreveu:Não, meu amigo! Uma raça primitiva que busca o conforto advindo de moeda circulante já se encontra em estágio apropriado a ingressar na sociedade e contribuir com seus esforços ao crescimento da nação. Esse despertar de consciência na aquisição de valores materiais é a prova cabal da sua evolução e não está associado a uma sociedade indígena nos seus primórdios!

Mais uma vez você está destilando todo o seu preconceito em acreditar na falácia de que a civilização do branco é superior à do índio, quando na verdade o noticiário diário nos prova o contrário.

Leia mais sobre os índios, na literatura dos irmãos Villas-Boas, ou em Pierre Clastres, e talvez mude de opinião...

Temos muito a aprender com a "atrasada" civilização deles.

Não há falácia de brancos, negros ou amarelos! Ler significa aprender no seu aspecto mais básico - entender, avaliar e concluir!

Eterna escreveu:A história é repetitiva! Todas as sociedades chegam no seu apogeu - caem, e depois se levantam com novos valores. Estamos chegando no seu apogeu!

Apogeu? Acho que o apogeu da civilização dos brancos passou já há muito tempo, antes mesmo da 1a Guerra Mundial! de lá para cá estamos rolando ladeira abaixo!!!
Há um velho adágio que diz: - a caravana passa e os cães ladram!


Estude Kardec para viver Jesus.
Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.
avatar
Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3928
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por thynno em Seg 24 Jul 2017, 10:03 am

thynno escreveu:Kardek criou o espiritismo?


Acredito que não passa do Pitonismo contemporâneo.


Então espiritismo e pitonismo são a mesma coisa...

thynno
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 218
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por rbarros em Seg 24 Jul 2017, 1:59 pm

Lit San Ares escreveu:O seu ideal de perfeição social é infanticida.

Qual é, Lit.

Matar crianças não é coisa só de índio. Branco também mata, e a maioria das vezes a criança nem nasceu ainda e talvez nem nascesse defeituosa. Qual dos dois é pior?

Na nossa sociedade atual, a criança nem é criada pelos próprios pais, pois estes passam a maior parte de seu dia no trabalho. Isso é bom?

Isso se a criança também não sair para trabalhar...

A sociedade do índio é perfeita pela grande liberdade que o índio tem.

Você... se considera uma pessoa livre?



Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!
avatar
rbarros
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1516
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por rbarros em Seg 24 Jul 2017, 2:06 pm

Eterna escreveu:
rbarros escreveu:Gosto muito do Espiritismo de Kardec, trago ambos em meu coração de forma enraizada - e dificilmente vão ser extirpados dali - mas gosto ainda mais de conhecer a Verdade. "E conhecereis a Verdade, e a Verdade vos libertará.” (João 8:32)"

'Ambos' significa que tem outro! Qual é o outro espiritismo que você conhece e nós permanecemos na ignorância???
O próprio Kardec disse que se um dia a ciência provar que o espiritismo está errado devemos ficar com a ciência!


Ambos, o Espiritismo e Kardec...

oh my


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!
avatar
rbarros
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1516
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por thynno em Seg 24 Jul 2017, 2:59 pm

A PRÁTICA DO PITONISMO – O ESPÍRITO DE ADVINHAÇÃO (CHUTOMETRIA E ACHOLOGIA) 

A pítia (em grego: Πυθία, transl. Pythía) ou pitonisa (serpente) era a sacerdotisa do templo de Apolo, em Delfos, Antiga Grécia, situado nas encostas do monte Parnaso. A pítia era amplamente renomada por suas profecias, inspiradas por Apolo, que lhe davam uma importância pouco comum para uma mulher no mundo dominado pelos homens da Grécia Antiga.

"Não pratiqueis a adivinhação; não a procureis, pois tornar-vos-ia impuros. Eu sou o Senhor, vosso Deus" (Lv 19,31).

“Não se deve achar em ti alguém que faça seu filho ou sua filha passar pelo fogo, alguém que empregue adivinhação, algum praticante de magia ou quem procure presságios, ou um feiticeiro, ou alguém que prenda outros com encantamento, ou alguém que vá consultar um médium espírita, ou um prognosticador profissional de eventos, ou alguém que consulte os mortos. Pois, todo aquele que faz tais coisas é algo detestável para Jeová, e é por causa destas coisas detestáveis que Jeová, teu Deus, as expulsa de diante de ti.” (De 18,9-12; Lev 19,26-31).

Os verdadeiros servos de Deus, quando movidos a falar por Espírito Santo, não sofrem tais distorções físicas ou mentais. (At 6,15; 2Pe 1,21) Os profetas de Deus, num senso de dever, falavam gratuitamente, sem pagamento; são justamente os adivinhos pagãos que exerciam seu ofício visando um egoísta lucro pessoal.


O texto que condena a adivinhação, fala delas em conjunto com o adultério e a fornicação. (2 Rs 9:22; Na 3:4; Mal 3:5; Gál 5:19, 20; Re 9:21; 21:8; 22:15) A adivinhação é comparável ao pecado da rebelião. (1 Sa 15:23)

thynno
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 218
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por rbarros em Seg 24 Jul 2017, 5:22 pm

thynno escreveu:
“... ou alguém que vá consultar um médium espírita, ...” (De 18,9-12; Lev 19,26-31).

"Médium espírita", esta expressão NÃO PODE fazer parte deste versículo, uma vez que ela foi criada por Kardec em fins do século XIX.

Ou seja, mais uma manipulação descarada dos textos sagrados, tsc-tsc-tsc...

Negativo  Nãozinho  te pego

thynno escreveu:
Os verdadeiros servos de Deus, quando movidos a falar por Espírito Santo, não sofrem tais distorções físicas ou mentais. (At 6,15; 2Pe 1,21) Os profetas de Deus, num senso de dever, falavam gratuitamente, sem pagamento; são justamente os adivinhos pagãos que exerciam seu ofício visando um egoísta lucro pessoal.

Thynno, os médiuns espíritas não costumam cobrar por consultas; quem cobra são os exotéricos, tais como cartomantes, quiromantes, videntes e os charlatães.


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!
avatar
rbarros
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1516
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por thynno em Ter 25 Jul 2017, 1:46 pm


De 18,9-12; Lev 19,26-31 escreveu:“Não se deve achar em ti alguém que [ ... ] empregue adivinhação, [ ... ], ou alguém que consulte os mortos. [ ... ]” (De 18,9-12; Lev 19,26-31).

Dá no mesmo. Pitonismo.

thynno
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 218
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por rbarros em Ter 25 Jul 2017, 9:28 pm

thynno escreveu:

De 18,9-12; Lev 19,26-31 escreveu:“Não se deve achar em ti alguém que [ ... ] empregue adivinhação, [ ... ], ou alguém que consulte os mortos. [ ... ]” (De 18,9-12; Lev 19,26-31).

Dá no mesmo. Pitonismo.

Isto não faz parte do Espiritismo, mas sim do Esoterismo:

e·so·te·ris·mo
substantivo masculino
1. Parte de algumas filosofias antigas que se devia ocultar aos não iniciados.
2. Caráter esotérico, obscuro.
Palavras relacionadas: esotérico.

in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
https://www.priberam.pt/dlpo/esoterismo


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!
avatar
rbarros
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1516
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por thynno em Qua 26 Jul 2017, 11:17 am

Pessoas procuram quem faz a tal psicografia, que dá no mesmo que consulta aos mortos. Pitonismo... não há para onde correr.

thynno
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 218
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por rbarros em Qua 26 Jul 2017, 4:23 pm

Está bem, thynno, sob este ponto de vista, você está correto. Mas, vejamos o que Kardec escreveu sobre isto:

Allan Kardec escreveu:A proibição feita por Moisés tinha a sua razão de ser, porque o legislador hebreu queria que o seu povo rompesse com todos os hábitos trazidos do Egito e de entre os quais o de que tratamos era objeto de abusos.

Não se evocava então os mortos pelo respeito e afeição tributados a eles, nem com sentimento de piedade, mas, sim, como meio de adivinhar, como objeto de tráfico vergonhoso, explorado pelo charlatanismo e pela superstição; nessas condições, Moisés teve razão de proibi-lo.

Se ele pronunciou contra esse abuso uma penalidade severa, é que eram precisos meios rigorosos para conter esse povo indisciplinado; também quanto à pena de morte, era pródiga a sua legislação.

O que é o Espiritismo – Terceiro Diálogo – O Padre (pág. 139), Allan Kardec

E mais: se Deus realmente proibisse conversar com mortos, JESUS seria apedrejado? Ele conversou com Espíritos por diversas vezes.

Mateus 17:3 – E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele. (JESUS)

Marcos 9:4 – Apareceu-lhes Elias com Moisés, e estavam falando com Jesus.

Lucas 9:
30 – Eis que dois varões falavam com ele: Moisés e Elias,
31 – os quais apareceram em glória e falavam da sua partida, que ele estava para cumprir em Jerusalém.

Lucas 22:
42 – dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; contudo, não se faça a minha vontade, e sim a tua.
43 – Então, lhe apareceu um anjo do céu que o confortava.

Isto sem citar os diversos profetas do VT que conversavam com os mortos...


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!
avatar
rbarros
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1516
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por thynno em Qui 27 Jul 2017, 12:56 pm

Muitas traduções dizem que Moisés morreu, desencarnou, faleceu, foi sepultado. Mas há outra passagem, que fala em arrebatamento de Elias por um redemoinho aos Céus. 2 Reis 2:11 e 2 Reis 2:1, então não falaria em consulta aos mortos.
Segundo algumas passagens, dá a entender que Moisés não morreu, conforme se pode entender de Judas 9, que diz:

Biblia - Judas 9 escreveu:
E, no entanto, o arcanjo Miguel, quando disputava com o diabo, discutindo a respeito do corpo de Moisés, não se atreveu a pronunciar uma sentença injuriosa contra ele, mas limitou-se a dizer: "O Senhor te repreenda".
Judas 9


Outro personagem, menos conhecido por nós, que a Bíblia retém como elevado para os céus é Henoc (ou Henoque), pai do conhecido Matusalém. Lemos em Gênesis 5:

Bíblia - Gênesis 5 escreveu:
Toda a duração da vida de Henoc foi de 365 anos. Henoc andou com Deus, depois desapareceu, pois Deus o arrebatou (Gênesis 5,23-24).
Gênesis 5


A estima por Enoc é palese em algumas passagens bíblicas. lemos em Eclesiástico 44,16:

Bíblia - Eclesiástico 44,16 escreveu:
Henoc agradou ao Senhor e foi arrebatado, exemplo de conversão para as gerações.
Eclesiástico 44,16



E sobretudo em Eclesiástico 49,14:

Bíblia - Eclesiástico 49,14 escreveu:
Ninguém sobre a terra foi criado igual a Henoc, ele que foi arrebatado da terra.
Eclesiástico 49,14


E mesmo no Novo Testamento, em Hebreus 11,5, o personagem é louvado:

Bíblia - Hebreus 11,5 escreveu:
Pela fé Enoc foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o trasladara; visto como antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus.
Hebreus 11,5

Em verdade, para que tenham sido arrebatados, também tiveram que morrer, porque a carne não entra no reino dos céus.

Bíblia - I Corintios 15 escreveu:
O que afirmo, irmãos, é que nem a carne nem o sangue podem participar do Reino de Deus; e que a corrupção não participará da incorruptibilidade.
I Corintios 15

Assim, não há impossibilidade de se consultar com mortos, mas proibição. Isso porque a palavra "demônio" não é proveniente de deimondet (Deus mundano), mas da tradução do grego "demonius", "de "demus" = povo "nius" = (invisível), ou pessoas que não se vê.
Por isso tem uma passagem de Jesus falando de um endemoniado por espíritos imundos vindo dos sepulcros.
Bíblia - Mateus 8:28 escreveu:
E, tendo chegado ao outro lado, à província dos gergesenos, saíram-lhe ao encontro dois endemoninhados, vindos dos sepulcros; tão ferozes eram que ninguém podia passar por aquele caminho.
Mateus 8:28

Biblia - Lucas 8:27 escreveu:
E, quando desceu para terra, saiu-lhe ao encontro, vindo da cidade, um homem que desde muito tempo estava possesso de demônios, que não andava vestido, nem habitava em qualquer casa, mas nos sepulcros. 
Lucas 8:27

Lucas 11:14 escreveu:E estava ele expulsando um demônio, o qual era mudo. E aconteceu que, saindo o demônio, o mudo falou; e maravilhou-se a multidão.
Lucas 11:14

Algumas pessoas morrem e logo são levados ao paraíso. Muitas pessoas ficam na Terra, e são, em sua maioria, demônios (pessoas que não se vê), e outras estão em descanso esperando o dia do juízo.


Bíblia - Apocalipse 6:9-11 escreveu:
E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.
E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?
E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como eles foram.
Apocalipse 6:9-11

Segredos existem sobre a morte que não se sabem a verdade do pós carne, senão alguns.

Sabem porque os egypsios acreditavam que as pessoas deveriam acumular ouro para entrar no paraíso? E porque a Igreja diz que as pessoas devem casar e usar ouro na mão e não podem divorciar? Será que escondem algum segredo sobre isso?
E Jesus mandou despir a todos do ouro e da prata, e disse que nenhum rico entraria no paraíso. Mas logo que nasceu, recebeu como presente ouro, e em Números, a um segredo que parece condizer com esta cultura:
Bíblia - Números 31:50 escreveu:Por isso trouxemos uma oferta ao Senhor, cada um o que achou, objetos de ouro, cadeias, ou manilhas, anéis, arrecadas, e colares, para fazer expiação pelas nossas almas perante o Senhor.
Números 31:50

Proibido está. Não se pode consultar os mortos. Temos que entender as coisas que virão sem consultar o desconhecido. O Desprendimento do ouro pode ser a explicação de que o reino dos céus só virá quando a maioria entender que não se compra o ingresso ao paraíso.

Ao se consultar os mortos, muitas coisas sobre riqueza são faladas, e o apego às joias pode ser feito por quem morreu entendendo que necessitavam de mais ouro, e quando a multidão de pessoas se desprenderem da matéria, aí sim, poderão conduzir todas as pessoas ao mesmo nível de necessidade.

thynno
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 218
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por rbarros em Qui 27 Jul 2017, 5:59 pm

Ok, obrigado, thynno, pela explicação baseada em sua fé.



Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!
avatar
rbarros
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1516
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por Lit San Ares em Qui 27 Jul 2017, 10:19 pm

Qual é, Lit.
 
Matar crianças não é coisa só de índio. Branco também mata, e a maioria das vezes a criança nem nasceu ainda e talvez nem nascesse defeituosa. Qual dos dois é pior?

A sua argumentação em defesa da sociedade perfeita (a indígena, na sua opinião), degenerou para  uma comparação do tipo qual é a pior (não qual é a melhor)?
Você acaba de cometer suicídio argumentativo, rbarros.
O branco também mata, logo ele é tão ruim  ou pior quanto o índio que (numa boa) assassina uma criança que não nascer perfeita.
Bem, o índio é pior, pois enquanto na sociedade branca há conflito, com gente contra o aborto e gente à favor, na sociedade índia não parece haver tal conflito. O homicídio não acarreta qualquer problema. 
Ou não?
 
Na nossa sociedade atual, a criança nem é criada pelos próprios pais, pois estes passam a maior parte de seu dia no trabalho. Isso é bom?

Melhor do que ser assassinada, é!
Você pelo jeito acredita que matar a criança é melhor do coloca-la numa creche.
 
Isso se a criança também não sair para trabalhar...

Você pelo jeito também acredita que morrer é melhor que trabalhar.
 
A sociedade do índio é perfeita pela grande liberdade que o índio tem.

Dentro dessa liberdade está a de assassinar o próprio filho.
Liberdade lixo de um ser humano vivendo na idade da pedra.
 
Você... se considera uma pessoa livre?

Bem mais que um índio que, se não nascer fisicamente perfeito, será simplesmente assassinado por seus pais. Bem mais livre que um índio vivendo numa sociedade rígida, que só não é mais um antropófago, por causa da pressão civilizatória ocidental. A liberdade de um índio não é maior do que a de ser selvagem vivendo do que a terra pode oferecer. Ele na realidade está preso ao meio ambiente de maneira mais rígida que o homem em áreas urbanas.
A sociedade índia é frágil, estagnada, arcaica e fadada à extinção. Pararam no tempo e nunca criação uma civilização.

Resta o romantismo dos sonhadores, que acreditam  que a felicidade e a perfeição está em viver pelado, comido vivo pelos mosquitos, analfabeto e apelando para um feiticeiro em caso de doença e, naturalmente, assassinando crianças com problemas físicos.
avatar
Lit San Ares
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2122
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por rbarros em Sex 28 Jul 2017, 11:26 am

Lit San Ares escreveu:A sua argumentação em defesa da sociedade perfeita (a indígena, na sua opinião), degenerou para  uma comparação do tipo qual é a pior (não qual é a melhor)?
Você acaba de cometer suicídio argumentativo, rbarros.

Nunca me considerei e nem me preocupei em ser bom argumentador. Acredito que para bom entendedor, meia palavra basta. Não é o seu caso.

Lit San Ares escreveu:O branco também mata, logo ele é tão ruim  ou pior quanto o índio que (numa boa) assassina uma criança que não nascer perfeita.
Bem, o índio é pior, pois enquanto na sociedade branca há conflito, com gente contra o aborto e gente à favor, na sociedade índia não parece haver tal conflito. O homicídio não acarreta qualquer problema. 
Ou não?

É o alto preço a se pagar pela liberdade em que vivem. Infelizmente.
 
Lit San Ares escreveu:Melhor do que ser assassinada, é!
Você pelo jeito acredita que matar a criança é melhor do coloca-la numa creche.
 
Uma criança com problemas físicos ou mentais não vai para a creche, a menos que seja uma creche especial que custará os olhos da cara dos pais.

E quantos poderão pagar por isso?

Muito provavelmente alguém terá que anular a própria existência para poder cuidar desta criança especial.

Lit San Ares escreveu:
Isso se a criança também não sair para trabalhar...

Você pelo jeito também acredita que morrer é melhor que trabalhar.

Acredito que crianças não devem sair para trabalhar. Crianças não devem trabalhar, crianças têm que brincar e estudar.
 
Lit San Ares escreveu:
A sociedade do índio é perfeita pela grande liberdade que o índio tem.

Dentro dessa liberdade está a de assassinar o próprio filho.
Liberdade lixo de um ser humano vivendo na idade da pedra.
 
Também não gosto desta prática, é de causar revolta, mas entendo perfeitamente que ela é necessária para manter o equilíbrio da sociedade indígena. E, como já disse antes, nossa sociedade "civilizada" também sacrifica suas crianças de diversas outras formas. A mais direta delas é através das guerras. A fome e a miséria são outras formas muito usadas. A falta de saneamento básico ou de acesso a médicos e remédios são outras.

Lit San Ares escreveu:
Você... se considera uma pessoa livre?

Bem mais que um índio que, se não nascer fisicamente perfeito, será simplesmente assassinado por seus pais. Bem mais livre que um índio vivendo numa sociedade rígida, que só não é mais um antropófago, por causa da pressão civilizatória ocidental. A liberdade de um índio não é maior do que a de ser selvagem vivendo do que a terra pode oferecer. Ele na realidade está preso ao meio ambiente de maneira mais rígida que o homem em áreas urbanas.
A sociedade índia é frágil, estagnada, arcaica e fadada à extinção. Pararam no tempo e nunca criação uma civilização.

Se a sociedade indígena está fadada a extinção é por culpa do homem "civilizado", que a pouco e pouco está destruindo o meio-ambiente de onde o índio tira o seu sustento. Só não venha me dizer que o homem "civilizado" é livre - ah, isso não é mesmo!

Somos escravos das horas, somos escravos dos costumes, somos escravos da tecnologia, somos escravos de tabus e de preconceitos, somos escravos das relações trabalhistas, somos escravos do dinheiro, somos escravos dos bens que possuímos (possuímos ou somos possuídos por eles?), somos escravos da rotina, etc.

Não há a verdadeira liberdade na civilização do homem moderno.

Lit San Ares escreveu:Resta o romantismo dos sonhadores, que acreditam  que a felicidade e a perfeição está em viver pelado, comido vivo pelos mosquitos, analfabeto e apelando para um feiticeiro em caso de doença e, naturalmente, assassinando crianças com problemas físicos.

No entanto, são livres!!!

Não são explorados, não vendem as horas do dia em troca de salário, aliás, não têm salário, não precisam disso!

Não precisam trabalhar 8, 10, 12 horas por dia para se manter! O Grupo mantém o grupo!

Não têm propriedade, tudo é de todos!

Não têm patrão e nem são subordinados! Todos são iguais e todos têm o mesmo valor!

Não têm cadeias, pois ninguém rouba nada de ninguém!

Não têm desempregados ou desocupados, todos têm uma função definida na tribo!

Não há cobiça, uma vez que não há propriedade!

Não há superiores nem inferiores, todos são iguais perante o grupo!

As tradições são mantidas de geração em geração, e são respeitadas por todos!

Não há ricos nem pobres, pois não há propriedade!

A produção é apenas para sobrevivência, não há acúmulos!

Assim sendo, trabalha-se apenas o necessário, poucas horas por dia!

Não há tabus, o amor é livre!

Sem tabus, sem demências!

etc. etc. etc. ...

Jesus disse a ele: “Se queres ser perfeito, vai, vende os teus bens, dá o dinheiro aos pobres, e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me”. (Mateus 19:21)

Ou seja, para ser livre por completo, tem que viver como os índios!

Wink


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!
avatar
rbarros
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1516
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por thynno em Sex 28 Jul 2017, 1:00 pm

Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!



Porque fora?

thynno
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 218
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por Eterna em Sab 29 Jul 2017, 9:05 pm

rbarros escreveu:
Eterna escreveu:
rbarros escreveu:Gosto muito do Espiritismo de Kardec, trago ambos em meu coração de forma enraizada - e dificilmente vão ser extirpados dali - mas gosto ainda mais de conhecer a Verdade. "E conhecereis a Verdade, e a Verdade vos libertará.” (João 8:32)"

'Ambos' significa que tem outro! Qual é o outro espiritismo que você conhece e nós permanecemos na ignorância???
O próprio Kardec disse que se um dia a ciência provar que o espiritismo está errado devemos ficar com a ciência!


Ambos, o Espiritismo e Kardec...

oh my

O Espiritismo de Kardec virou o Espiritismo e Kardec! Não sei se choro ou se dou risada!


Estude Kardec para viver Jesus.
Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.
avatar
Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3928
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por Eterna em Sab 29 Jul 2017, 9:30 pm

thynno escreveu:Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!



Porque fora?

Porque naquela época não dava pra aparecer na webcan nem fazer uma selfie!


Estude Kardec para viver Jesus.
Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.
avatar
Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3928
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por Lit San Ares em Dom 30 Jul 2017, 3:30 am

Nunca me considerei e nem me preocupei em ser bom argumentador. Acredito que para bom entendedor, meia palavra basta. Não é o seu caso.
Esse é um dito popular que eu chamaria de popularesco. Qualquer declaração tem que se clara e completa para evitar equívocos.
Por exemplo, responda de maneira clara: você defende o direito dos grupos indígenas de assassinarem crianças deficientes?
É o alto preço a se pagar pela liberdade em que vivem. Infelizmente.
Especialmente para a vítima. A liberdade deles (dos que matam os próprios filhos), é a liberdade dos criminosos.
Uma criança com problemas físicos ou mentais não vai para a creche, a menos que seja uma creche especial que custará os olhos da cara dos pais.
Que custe. Você propõe o extermínio de uma criança por questões econômicas?
E quantos poderão pagar por isso?
Muito provavelmente alguém terá que anular a própria existência para poder cuidar desta criança especial.
Que anule. Você não faria das tripas coração, destruindo qualquer forma de conforto pessoal para cuidar de um filho deficiente?
O "bom selvagem" eu sei que não faria. Melhor eliminar o "pirralho" e ir pescar, caçar, vivendo no paraíso da terra.
Ê vida boa.
Acredito que crianças não devem sair para trabalhar. Crianças não devem trabalhar, crianças têm que brincar e estudar.
Se ela puder só brincar e estudar ótimo. Se o trabalho for inevitável para uma criança, que assim o seja. A  morte dela para evitar o trabalho não é o que eu chamaria de opção razoável.
Também não gosto desta prática, é de causar revolta, mas entendo perfeitamente que ela é necessária para manter o equilíbrio da sociedade indígena. E, como já disse antes, nossa sociedade "civilizada" também sacrifica suas crianças de diversas outras formas. A mais direta delas é através das guerras. A fome e a miséria são outras formas muito usadas. A falta de saneamento básico ou de acesso a médicos e remédios são outras.
Ou seja, a sociedade que você tanto admira, lhe embrulha o estômago. A sociedade “perfeita” mantêm o equilíbrio através do assassinato. Você completa a argumentação comparando os podres dos “dois grupos”.
 Acabou a discussão rbarros. Você deu um tiro no pé.
Se a sociedade indígena está fadada a extinção é por culpa do homem "civilizado", que a pouco e pouco está destruindo o meio-ambiente de onde o índio tira o seu sustento. Só não venha me dizer que o homem "civilizado" é livre - ah, isso não é mesmo!
Mais do que o  “selvagem”, ele é, porque faz parte de uma civilização e não de uma simples cultura, muito mais dependente do meio ambiente. A civilização proporciona ferramentas de que o “selvagem” não tem acesso.
 
Somos escravos das horas, somos escravos dos costumes, somos escravos da tecnologia, somos escravos de tabus e de preconceitos, somos escravos das relações trabalhistas, somos escravos do dinheiro, somos escravos dos bens que possuímos (possuímos ou somos possuídos por eles?), somos escravos da rotina, etc.
E o “selvagem” é escravo do meio ambiente.
 
Não há a verdadeira liberdade na civilização do homem moderno.
Nessa linha de raciocínio não há (nem nunca houve) liberdade para ninguém. Quanto mais primitivo o grupamento humano, menores suas chances de sobrevivência, dependendo  da benevolência do meio ambiente. É a liberdade daquele que na verdade está preso ao que o ambiente proporciona.
No entanto, são livres!!!
Vivem fechados em territórios tribais e antes da presença portuguesa, se massacravam em guerras tribais.
 
Não são explorados, não vendem as horas do dia em troca de salário, aliás, não têm salário, não precisam disso!
Haviam tribos escravagistas.
 
Não precisam trabalhar 8, 10, 12 horas por dia para se manter! O Grupo mantém o grupo!
Eliminando os que poderiam atrapalhar a vida boa  e a vagabundagem dos saudáveis.
 
Não têm propriedade, tudo é de todos!
 Até o momento de um índio tentar pegar o tacape de outro para uso próprio. A coisa poderia terminar em assassinato
Não têm patrão e nem são subordinados! Todos são iguais e todos têm o mesmo valor!
 
Não têm cadeias, pois ninguém rouba nada de ninguém!
Roubaram até o tutano (literalmente) do Frei Sardinha.
 
Não têm desempregados ou desocupados, todos têm uma função definida na tribo!
E se não for capaz de executar sua função definida, nós já sabemos qual o resultado.
 
Não há cobiça, uma vez que não há propriedade!
 
Não há superiores nem inferiores, todos são iguais perante o grupo!
Os que não seriam são eliminados.
 
As tradições são mantidas de geração em geração, e são respeitadas por todos!
Lenda. Se fossem, não haveriam guerras tribais.
 
Não há ricos nem pobres, pois não há propriedade!
 
A produção é apenas para sobrevivência, não há acúmulos!
Só há hedonismo.
 
Assim sendo, trabalha-se apenas o necessário, poucas horas por dia!
E se for necessário trabalhar mais, para cuidar de um necessitado, por exemplo, melhor que tal necessitado seja eliminado.
 
Não há tabus, o amor é livre!
De onde você tirou essa tolice? As sociedades indígenas são cheias de tabus. Deixe essa visão romântica de lado e pesquise.
 
[Sem tabus, sem demências!
 
etc. etc. etc. ...
Com tabus, crimes, escravagismo, infanticídios, canibalismo, guerras, assassinatos, superstições, etc.
 
Jesus disse a ele: “Se queres ser perfeito, vai, vende os teus bens, dá o dinheiro aos pobres, e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me”. (Mateus 19:21)
 
Jesus também disse: ““Deixai vir a mim as crianças, não as impeçais, pois o Reino dos céus pertence aos que se tornam semelhantes a elas”.

Não use palavras de Jesus Cristo para defender grupos que fazem uso do infanticídio.
avatar
Lit San Ares
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2122
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por rbarros em Dom 30 Jul 2017, 7:06 pm

Eterna escreveu:
rbarros escreveu:
Eterna escreveu:
rbarros escreveu:Gosto muito do Espiritismo de Kardec, trago ambos em meu coração de forma enraizada - e dificilmente vão ser extirpados dali - mas gosto ainda mais de conhecer a Verdade. "E conhecereis a Verdade, e a Verdade vos libertará.” (João 8:32)"

'Ambos' significa que tem outro! Qual é o outro espiritismo que você conhece e nós permanecemos na ignorância???
O próprio Kardec disse que se um dia a ciência provar que o espiritismo está errado devemos ficar com a ciência!


Ambos, o Espiritismo e Kardec...

oh my

O Espiritismo de Kardec virou o Espiritismo e Kardec! Não sei se choro ou se dou risada!

Acho bom chorar, hehehe...

O Espiritismo é dos Espíritos Superiores, liderados pelo Espírito de Verdade, que o ditaram a Kardec.

Kardec, segundo ele mesmo, apenas o codificou.

Admiro Kardec pela sua coragem e inteligência e pela sua missão muito bem cumprida entre os homens.

Admiro o Espiritismo pelas verdades que traz em si, e pela sua filosofia.

Wink



Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!
avatar
rbarros
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1516
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por rbarros em Dom 30 Jul 2017, 8:20 pm

Lit San Ares escreveu:responda de maneira clara: você defende o direito dos grupos indígenas de assassinarem crianças deficientes?

Eu defendo o direito dos grupos indígenas viverem conforme as suas próprias regras, assim como defendo o direito do índio às suas terras.

Ainda que inaceitável em nossa sociedade, o assassinato de bebês indesejados é algo tão antigo quanto a própria Humanidade. Até mesmo expoentes do pensamento grego, como Aristóteles e Platão, eram capazes de frases que, sem o devido crédito, poderiam facilmente ser atribuídas aos mais ensandecidos e vis déspotas. No entanto, as ideias de tais pensadores encontraram eco na Antiga Roma, que apoiava moral e legalmente o infanticídio, caso se constatassem deficiências físicas ou psíquicas!

Lit San Ares escreveu:A liberdade deles (dos que matam os próprios filhos), é a liberdade dos criminosos.

Não podem ser imputados de criminosos se esta prática faz parte das regras de sua sociedade, aceitas pelo grupo.

Acaso podemos criminalizar o índio por andarem nus, ou por terem total liberdade sexual? Por fumarem ervas ou beberem alucinógenos?

Não seriam estas ações apenas consideradas criminosas dentro do contexto de nossa sociedade?

Lit San Ares escreveu:Você propõe o extermínio de uma criança por questões econômicas?

Não são apenas questões econômicas que estão envolvidas aqui, mas sim todo o contexto de uma sociedade, toda uma estrutura!

E tem mais: a visão de morte para esta sociedade sem dúvida é muito diferente da nossa visão catastrófica de morte.

Segundo a corrente antropológica, Bem e o Mal são relativos em cada cultura. O "Bem" coincide com o que é "socialmente aprovado". "A questão do infanticídio é muito complexa e não pode ser analisada separadamente da cultura e da cosmologia de cada povo. É perigoso tratar desse assunto como se fosse um fenômeno único, pois o que o Ocidente chama de infanticídio tem significado muito diferente em outras culturas", explica Stephen Grant Baines, antropólogo e professor da Universidade de Brasília (UnB).

Lit San Ares escreveu:
Acredito que crianças não devem sair para trabalhar. Crianças não devem trabalhar, crianças têm que brincar e estudar.
Se ela puder só brincar e estudar ótimo. Se o trabalho for inevitável para uma criança, que assim o seja. A  morte dela para evitar o trabalho não é o que eu chamaria de opção razoável.

Mas não seria esta a morte da infância? Matar a sua infância não é o mesmo que matar a criança?

Lit San Ares escreveu:Ou seja, a sociedade que você tanto admira, lhe embrulha o estômago. A sociedade “perfeita” mantêm o equilíbrio através do assassinato. Você completa a argumentação comparando os podres dos “dois grupos”.
Acabou a discussão rbarros. Você deu um tiro no pé.

Se é assim que você quer enxergar, paciência...

Lit San Ares escreveu:Mais do que o  “selvagem”, ele é [livre], porque faz parte de uma civilização e não de uma simples cultura, muito mais dependente do meio ambiente. A civilização proporciona ferramentas de que o “selvagem” não tem acesso.

Mas Lit! Se são estas mesmas ferramentas que escravizam o homem-civilizado, de que valem?

Lit San Ares escreveu:E o “selvagem” é escravo do meio ambiente.

Quisera eu ser escravo da Natureza apenas! Seria o escravo mais feliz do mundo...


Lit San Ares escreveu:Nessa linha de raciocínio não há (nem nunca houve) liberdade para ninguém. Quanto mais primitivo o grupamento humano, menores suas chances de sobrevivência, dependendo  da benevolência do meio ambiente. É a liberdade daquele que na verdade está preso ao que o ambiente proporciona.

A Natureza vai prover a sociedade, assim como provê os animais. E os silvícolas têm a vantagem da inteligência para lhes ajudar na sobrevivência. Que mais é preciso além disso?

Lit San Ares escreveu:
No entanto, são livres!!!
Vivem fechados em territórios tribais e antes da presença portuguesa, se massacravam em guerras tribais.

A guerra é mais uma questão cultural do que social. As tribos não precisavam se digladiar se não o quisessem, pois a Natureza que provê um grupo também provê outro. Porém, sem as guerras não haveria a classe do guerreiro. Tudo é uma questão de prestígio.

São os guerreiros que detém o prestígio da sociedade, até mais do que a figura do chefe.

Lit San Ares escreveu:Haviam tribos escravagistas.

Fruto das guerras.

Lit San Ares escreveu:
Não precisam trabalhar 8, 10, 12 horas por dia para se manter! O Grupo mantém o grupo!
Eliminando os que poderiam atrapalhar a vida boa  e a vagabundagem dos saudáveis.

A história do "infanticídio" é um tema doloroso até mesmo para os índios:

"Ninguém fala sobre o infanticídio, não é algo que eles se sintam confortáveis em comentar. É um tabu", explica Yumi Gosso, doutora em psicologia experimental pela Universidade de São Paulo (USP), que estudou a vida dos índios paracanãs. Segundo ela, apesar de ser inaceitável em nossa sociedade, a prática encontra razões no ambiente das tribos, onde o trabalho é muito duro para as mães. "Imagine o que seria cuidar de duas crianças gêmeas na aldeia. Isso colocaria em risco a vida das duas", avalia. A pesquisadora explica também que os indígenas não criam um laço afetivo com o bebê logo que ele nasce. "Existe um período até que se estabeleça um relacionamento entre mãe e filho."

Lit San Ares escreveu:
Não têm propriedade, tudo é de todos!
Até o momento de um índio tentar pegar o tacape de outro para uso próprio. A coisa poderia terminar em assassinato
Lit San Ares escreveu:Roubaram até o tutano (literalmente) do Frei Sardinha.

Não há roubo entre os índios, todos têm o seu tacape, rsrs...

Lit San Ares escreveu:
As tradições são mantidas de geração em geração, e são respeitadas por todos!
Lenda. Se fossem, não haveriam guerras tribais.

As guerras, como já vimos, fazem parte da cultura do guerreiro. Sem guerras, sem prestígio.

Lit San Ares escreveu:
Não há ricos nem pobres, pois não há propriedade!

A produção é apenas para sobrevivência, não há acúmulos!
Só há hedonismo.

A grande dificuldade para a sobrevivência não permite esta prática. A vida do índio não é um oásis no meio do deserto.

Eles apenas desfrutam de uma liberdade que homem branco nenhum jamais conheceu.

Lit San Ares escreveu:
Não há tabus, o amor é livre!
De onde você tirou essa tolice? As sociedades indígenas são cheias de tabus. Deixe essa visão romântica de lado e pesquise.

Sim, há tabus, mas não como nós os conhecemos.

Refiro-me aos tabus do sexo.

Lit San Ares escreveu:
[Sem tabus, sem demências!
Com tabus, crimes, escravagismo, infanticídios, canibalismo, guerras, assassinatos, superstições, etc.

Escravagismo entre tribos rivais; canibalistas são minorias, se realmente existem; infanticídio, já vimos, é a nossa visão e não a deles; assassinatos e crimes entre índios eu desconheço; guerras são necessárias para manter o prestígio do guerreiro; tabus também a nossa sociedade está repleta; superstições, idem.

Lit San Ares escreveu:Não use palavras de Jesus Cristo para defender grupos que fazem uso do infanticídio.

Não, eu uso as palavras de Jesus para mostrar que para ser livre de verdade, não pode ter posses, nem propriedades.

Portanto, a sociedade indígena está mais próxima de Jesus que a civilização do homem-branco.


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!
avatar
rbarros
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1516
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Professor de arqueologia surpreende Jô! - Me prova fora da bíblia que Jesus esteve entre nós!!!!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum