.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Noticiário Escatológico
Hoje à(s) 4:23 am por Jarbas

» a Crise mundial e o Apocalipse
Hoje à(s) 12:05 am por Benedito Bernal

» Análise de João 10:30 - A Unidade e o Nome de Deus.
Ontem à(s) 11:30 pm por Forista Exegese

» Aos ateus de plantão...
Ontem à(s) 8:29 pm por Jarbas

» Por que Deus permite a injustiça?
Ontem à(s) 6:04 pm por Zigurd

» Em nome de Jesus!
Ontem à(s) 4:43 pm por Zigurd

» Porque a Bíblia não relata sobre os dinossauros?
Ontem à(s) 4:38 pm por Zigurd

» Monarquia ou Democracia?
Ontem à(s) 4:29 pm por thynno

» Ter fé é incomparavelmente melhor do que não ter...
Ontem à(s) 4:05 pm por thynno

Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10


Versões Modernas da Bíblia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

b?blia Versões Modernas da Bíblia

Mensagem por Homini em Qua 10 Maio 2017, 7:25 am

Nada é mais importante na vida do crente e da igreja do que a Bíblia. Ademais, uma vez que não temos os escritos originais dos profetas e dos apóstolos, e já que muito poucos de nós somos fluentes em hebraico e grego, então dependemos de traduções. Destas, um biógrafo dos tradutores da Versão do Rei Tiago disse: "Por enquanto uma boa tradução é o melhor comentário sobre as Escrituras originais; e os originais, eles próprios, são o melhor comentário de uma tradução".

As informações que se seguirão, a respeito das versões da Bíblia, devem ser bem entendidas por cada crente. Se um homem não confiar absolutamente em todas as palavras da sua Bíblia, ele não tem nenhuma autoridade infalível para sua vida.


Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres Joa 8:36    *****    FGBB ***** 3511 dias a serviço do evangelho
avatar
Homini
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 740
Localização : Americas
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

b?blia SEJA CAUTELOSO

Mensagem por Homini em Qua 10 Maio 2017, 7:27 am

Peço aos nossos leitores para que estejam sempre precavidos "de orelhas em pé e pé atrás", porque há muitas mentiras promovidas como verdades no lado dos que advogam o Texto Crítico.

Os difamadores acusam os defensores da Versão do Rei Tiago (VRTiago) [e das Almeidas-TR, isto é, a "Almeida Revista e Corrigida" (ARCorr) e a "Almeida Corrigida, Fiel" (ACFiel)] de falta de cuidado e de erros [nas suas argumentações e defesas]. Admitidamente, tem havido alguma falta de cuidado do nosso lado, mas tenho encontrado muitas mentiras absolutas e completas no lado do Texto Crítico. Fiquei um tanto perplexo com isso quando, primeiramente, comecei meus estudos no assunto, mas este é um fato, e eu tenho desde então aprendido que este [problema das grandes inverdades] tem sido o caso desde o princípio do fenômeno da crítica textual.

Como um exemplo da questão, citamos o Dr. Alex Roberts, um estudioso presbiteriano que defendeu os textos de Westcott-Hort no final dos anos 1800. Com respeito à palavra "Deus" em 1 Tm 3:16, a qual é removida dos textos modernos, Dr. Roberts escreve defendendo a nota marginal na English Revised Version (ERV). Esta nota diz:" A palavra DEUS ['Theos'], em lugar de 'aquele que', não repousa em NENHUMA evidência antiga suficiente". Roberts clama: "NENHUM dos primitivos Pais [da 'Igreja'] pode ser citado com certeza [usando 'Deus']. NENHUMA das versões muito antigas suportam [a palavra 'Theos']. NENHUM uncial [isto é, manuscrito com todas as letras maiúsculas] dá testemunho dela, com a duvidosa exceção de 'A' ... muito mais evidências podem ser produzidas em suporte de 'aquele que'". (Burgon, Revision Revised, p. 98).

O erudito John Burgon (de cujas qualificações falaremos mais adiante neste estudo), contemporâneo de Roberts, produziu sete páginas de testemunhos de textos que ABSOLUTAMENTE e sem questionamento põe o letreiro de mentira sobre as orgulhosas pontificações [opiniões dogmáticas] do Dr. Roberts. Burgon nota que o fato que a palavra 'Theos' (Deus) "é o que está escrito em TODAS as cópias unciais existentes, exceto duas, prova que Theos tem sido lido em todas as assembléias dos fiéis desde o século IV ou V da nossa era" ( Ibid., p. 101). Burgon, então, cita 24 muito antigos Pais ["da Igreja"] os quais citaram 'DEUS' em 1 Tm 3:16, e conclui, "Contra este exército de testemunhos, a única evidência que o incansável esforço de 150 anos [de teorização de crítica textual] tem conseguido trazer à tona é o que se segue..." Ele então apresentou a lista de meramente 6 citações duvidosas dos antigos "Pais da Igreja" que poderiam suportar a leitura encontrada do texto crítico. Você entende o que eu estou dizendo? Era o Dr. Roberts ignorante dos fatos dos textos bíblicos que Burgon apresentou? Ou esteve ele mentindo? Ele foi um dos homens que produziram a English Revised Version, e pensaríamos que ele tivesse sido familiarizado com os fatos. Somente o Senhor conhece o coração do homem, mas o efeito [se Roberts foi ignorante ou se foi um desonesto mentiroso] é o mesmo.

Quando alguém está pesquisando sobre questões a respeito da Bíblia, ele tem que nunca perder de vista o FATO de que existe o Diabo e que este Diabo tem estado ativamente resistindo contra a pura Palavra de Deus, desde o princípio. Ele é o adversário de Deus e da verdade de Deus. Não fazemos estes estudos num clima de "neutralidade espiritual". [Ninguém o poderia fazer]. Foi o Doutor Diabo quem primeiro cochichou a dúvida "É assim que Deus disse?" ao ouvido de Eva e a induziu a torcer, adicionar, negar e mudar as palavras de Deus.

Dizemos, então: seja cuidadoso, e seja sábio. "Examinai tudo. Retende o bem" (1 Ts 5:21). Temos que seguir o padrão dos bereanos os quais "foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim" (Atos 17:11).
- Segue...


Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres Joa 8:36    *****    FGBB ***** 3511 dias a serviço do evangelho
avatar
Homini
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 740
Localização : Americas
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

b?blia O PROBLEMA DAS VERSÕES MODERNAS

Mensagem por Homini em Ter 16 Maio 2017, 9:21 am

O PROBLEMA DA CORRUPÇÃO

O que se segue é do livro "Modern Bibles – The Dark Secret", de Jack Moorman, publicado em 1992 pela Associação Evangelística Fundamentalista. Moorman foi missionário na África do Sul durante muitos anos; hoje ele trabalha na Inglaterra e tem escrito muitos livros em defesa dos Textos Recebidos e da VRTiago. Seu livro "Forever Settled" é usado como livro texto em algumas faculdades bíblicas.

"Faria alguma diferença se você soubesse que o Novo Testamento da sua Bíblia moderna não tem a Primeira nem a Segunda Epístola de Pedro? Todavia, se o número total de palavras que faltam fosse somado, isto seria o quanto as traduções modernas ficariam mais curtas do que a VRTiago [e do que as Almeidas 1753, RCorr e CFiel]. É motivo de preocupação se os nomes de Cristo estão faltando 175 vezes? Ou se a palavra inferno não é encontrada no Velho Testamento? Ou se passagens doutrinárias chaves têm sido diminuídas? E (o maior choque de todos): É possível que a mais básica e clamorosa de todas as heresias iniciais com respeito à pessoa de Cristo [isto é, o arianismo que Lhe negava a real divindade] ressurgiu através das versões modernas [baseadas no Texto Crítico]? Muitos têm se passado para as novas Bíblias sem compreender que mais, muito mais está envolvido do que a questão do inglês [e português] moderno. Todo o tecido tem sido afetado! O texto subjacente está substancialmente diferente. A filosofia e metodologia dos tradutores está em contraste acentuado [quando comparadas] com aquelas da Versão Autorizada [e das Almeidas 1753, RCorr e CFiel]" (Moorman, pp. 1,2).

O PROBLEMA DA AUTORIDADE. Outro dos principais problemas com as versões modernas [isto é, baseadas no Texto Crítico] é o enfraquecimento da autoridade das Escrituras. Dr. Charles Turner, diretor do Instituto dos Tradutores dos Batistas Bíblicos, em Bowie, no Texas, nota este problema:

"Alguém tem sabiamente dito, 'Um homem que só possui um relógio sabe que horas são, mas o homem que tem dois relógios nunca está bastante seguro.' De uma maneira análoga, este é o problema com as muitas versões diferentes do Novo Testamento. Uma vez que existem muitas traduções da Escritura, todas alegando serem a Palavra de Deus, as pessoas não estão seguras de 'que horas são'. Isto quer dizer, as pessoas não estão seguras de qual tradução é verdadeiramente a Palavra de Deus.

"No passado, havia uma tradução na língua inglesa que era a Bíblia. Esta era a Versão do Rei Tiago [e, em português, havia uma Bíblia, a Almeida 1753, depois da adequação à ortografia e gramática atuais, tornando-se a ARCorr e a ACFiel de hoje, basicamente idênticas]. ...Quando nós queríamos saber o que Deus tinha dito nós íamos para a nossa VRTiago [e para as nossas Almeidas ainda baseadas puramente no Texto Recebido] e líamos lá as palavras de Deus. Mas agora existem muitas 'Bíblias,' todas clamando ser a Palavra de Deus. ...

"A autoridade da Palavra de Deus na língua inglesa [bem como na portuguesa] está sendo erodida [corroída] por estas muitas traduções. Quando existem muitas traduções, todas alegando ser a Palavra de Deus, quem decide se esta tradução ou aquela tradução é a Palavra de Deus? A resposta é: 'Você decide. [Para cada verso,] você escolhe qual é a tradução que você vai crer que traz as palavras de Deus.' ... A Palavra de Deus não é mais a autoridade sobre você. Uma vez que agora, [para cada verso], é você quem pega e escolhe as traduções, você tem se tornado a autoridade sobre a Palavra de Deus! Quando há duas autoridades, então não há nenhuma autoridade, de modo algum. O homem está fazendo o que lhe parece certo a seus próprios olhos [Jz 21:25]. Onde há mais do que uma autoridade, não há nenhuma autoridade, de modo algum. ... Uma casa com mais de uma autoridade está dividida contra si mesma. Mais que uma autoridade no governo é anarquia. Mais que uma autoridade numa igreja é divisão e caos" (Turner, "Why the King James Version: The Preservation of the Word of God Through the Faithful Churches", pp. 1-3).

Continuamos com as considerações de Moorman a respeito do problema das versões baseadas no Texto Crítico:

"De 1611 até recentemente havia somente uma Bíblia no mundo de fala inglesa [Também, desde a publicação da Almeida, em 1676 e 1753, até recentemente, só havia uma Bíblia dos 'protestantes' de fala portuguesa]. A Versão Autorizada [ou seja, a Versão do Rei Tiago] se tornou o padrão naquele império [das colônias da Inglaterra] sobre o qual o sol nunca se punha, e naquela linguagem que é o veículo primário do discurso internacional. Ela penetrou nos continentes do mundo e trouxe multidões para a fé salvadora em Cristo. Ela se tornou o ímpeto dos grandes movimentos missionários. Através dela homens e mulheres ouviram o chamado para evangelização do mundo. Ela foi a fonte dos maiores reavivamentos desde os dias dos apóstolos. Pregadores ao ar livre, colportores [2], fundadores de igrejas, professores de escola dominical e distribuidores de folhetos levaram a Bíblia do Rei Tiago até cidades populosas e além das veredas do campo. Ela foi [e é] a mais alta marca de maré na história da divulgação do Evangelho.

"Tristemente, no entanto, nós todos temos uma tendência de por de lado o bom e substituí-lo por algo de menor qualidade. E assim, durante o último século começou-se a ouvir uma reclamação pedindo por uma revisão da Bíblia. Na sua maior parte - pelo menos no princípio - o desejo não veio de fervorosos crentes na Bíblia mas, ao contrário, daqueles que estavam se inclinando para o liberalismo teológico. Estes foram aqueles homens que frequentemente se sentiam confortáveis com o racionalismo alemão, com Darwin, e com o movimento de volta a Roma [isto é, ao Catolicismo Romano].

"A primeira revisão de grande porte [ERV = English Revised Version] foi publicada em 1881. Após a agitação inicial só houve um pequeno apoio público. A mesma resposta saudou a edição americana [ASV = American Standard Version] em 1901. [O mesmo ocorreu com a Tradução Brasileira, de 1917]. Outras se seguiram: Weymouth, Williams, Moffat, Beck, Goodspeed, Twentieth Century, mas ainda com pequeno impacto. Então, em 1952 surgiu a Revised Standard Version [RSV], produzida nos Estados Unidos com o apoio do liberal Conselho Nacional de Igrejas. [No Brasil, a ARAtlz foi lançada em 1959 e a ARMelh em 1967]. O ritmo agora se acelerou, e a aceitação pública começou a subir. Outras [traduções] se seguiram: as New English, Amplified, Berkeley, Phillips, Wuest, Living, New American, Good News, Jerusalem, New International, New King James. Cada uma veio com a promessa de que estava baseada nos manuscritos mais antigos e na mais recente erudição, e de que a Palavra de Deus seria agora mais facilmente entendida.

"Tomando este último ponto, é interessante vermos os nomes dados ao [grande] número de versões do século XX - O Autêntico Novo Testamento, o Novo Testamento em Inglês Claro, o Novo Testamento em Inglês Básico, o Novo Testamento Simplificado em Inglês Claro para o Leitor de Hoje, Cartas Inspiradas do Novo Testamento no mais Claro Inglês! Desde então, um [bom] número das revisões têm sido [elas próprias] revisadas: a Nova Versão Padrão Revisada, a Nova Versão de Berkley, a Nova Bíblia de Jerusalém. Há pelo menos setenta modernas Bíblias [em inglês] publicadas neste século." (Moorman, Ibid.).


Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres Joa 8:36    *****    FGBB ***** 3511 dias a serviço do evangelho
avatar
Homini
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 740
Localização : Americas
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

b?blia Re: Versões Modernas da Bíblia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum