.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
20 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 19 Visitantes :: 2 Motores de busca

Jarbas

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez - 17:49
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10


A filosofia de Cristo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A filosofia de Cristo

Mensagem por Luís em Qui 18 Dez - 12:34


M
ilhões afirmam que a filosofia de Cristo é perfeita – que ele foi o mais sábio que já pregou. Vejamos: “não resistais ao homem mau; mas a qualquer que te bater na face direita, oferece-lhe também a outra”. (cf. Mateus 5:39) Há alguma filosofia, alguma sabedoria nisso? Cristo retira da bondade, da virtude, da verdade o direito à autodefesa.

O vício toma conta do mundo e os bons tornam-se vítimas dos infames. Nenhum homem tem o direito de proteger-se, de proteger sua propriedade, sua família ou seus filhos. Governar torna-se impossível e o mundo está à mercê dos criminosos. Há algo mais absurdo que isso?

“Amai a vossos inimigos”. (cf. Lucas 6:27) Isso é possível? Será que algum ser humano já amou seus inimigos? Será que Cristo os amava quando os denunciou como sepulcros caiados, hipócritas e víboras? (cf. Mateus: 23:27) Não somos capazes de amar aqueles que nos odeiam. Ódio no coração dos outros não faz florescer amor no nosso. Não resistir ao mal é absurdo; amar inimigos é impossível.

“Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã”. (cf. Mateus 6:34) A idéia é a de que Deus tomaria conta de nós assim como tomou das aves e dos lírios. Há o menor sentido nesta crença? Deus toma conta de alguém? Será que podemos viver sem nos preocuparmos com o amanhã? Arar, semear, cultivar, colher: isso é preocupar-se com o amanhã. Nós planejamos e trabalhamos para o futuro, para nossos filhos, para as gerações vindouras. Sem premeditação não poderia haver progresso nem civilização. O mundo retornaria às cavernas e à selvageria.

“se a tua mão te escandaliza, corta-a (...) se o teu olho te escandaliza, lança-o fora”. (cf. Marcos 9:43 e 47) Por que? Porque é melhor “entrar no reino de Deus com um só olho, do que, tendo dois olhos, ser lançado no inferno”. Há alguma sabedoria em arrancar olhos ou decepar mãos? Será possível extrair o menor grão de bom senso desses dizeres extravagantes?

“de maneira nenhuma jureis; nem pelo céu, porque é o trono de Deus; nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei”. (cf. Mateus 5:34-35) Aqui encontramos os conhecimentos de Cristo sobre astronomia e geologia. O céu é o trono de Deus, o monarca; a Terra é seu escabelo. Um escabelo que está numa rotação de mil milhas por hora e que viaja pelo espaço a mais de mil milhas por minuto. Onde Cristo pensou que o céu estava? Por que Jerusalém é uma cidade sagrada? Será porque seus habitantes eram ignorantes, rústicos e supersticiosos?

“...ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa” (cf. Mateus 5:40) Há alguma filosofia, algum bom senso neste mandamento? Isso é tão lógico quanto dizer: “Se um homem te processar e ganhar cem mil, dê a ele duzentos mil”. Só um maluco seguiria esse conselho.

“Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada. Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra”. (cf. Mateus 10:34- 35)

Se isso é verdade, quão melhor não seria se ele nunca tivesse existido. Como é possível que o mesmo indivíduo que disse “não resistais ao homem mau” tenha vindo trazer a espada? Como é possível que o mesmo indivíduo que disse “Amai a vossos inimigos” tenha vindo para destruir a paz do mundo? E colocar pai contra filho e mãe contra filha – ó, que missão gloriosa! De fato ele trouxe uma espada, a qual por milhares de anos permaneceu embebida em sangue inocente. Em milhões de corações ele semeou o ódio e a vingança. Dividiu nações e famílias, obscureceu a luz da razão e petrificou os corações dos homens.

“E todo o que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna”. (cf. Mateus 19:29) De acordo com o autor de Mateus, Cristo, o compassivo, o misericordioso, pronunciou essas terríveis palavras. Será possível que Cristo ofereceu a felicidade eterna como uma recompensa a todos que abandonassem seus pais, suas mães, suas esposas e seus filhos? Seremos bem-aventurados nos céus se abandonarmos aqueles que amamos? Precisa-se destruir um lar aqui para que se construa uma mansão lá? Contudo, diz-se que Cristo é um exemplo para o mundo. Ele abandonou seus pai e sua mãe? Ele disse à sua mãe:

“Mulher, que tenho eu contigo?”. (cf. João 2:4) Os fariseus disseram a Cristo: “É lícito pagar tributo a César, ou não?”. (cf. Mateus 22) Cristo disse: “Mostrai-me a moeda do tributo”. “E eles lhe apresentaram um denário”. Perguntou-lhes Cristo: “De quem é esta imagem e inscrição?”. Responderam: “De César”. E Cristo disse: “Dai, pois, a César o que é de César”. Cristo pensou que o dinheiro pertencia a César porque sua imagem e sobrescrição estavam estampadas nele?

O denário pertence a César ou ao homem que trabalhou por ele? César tinha o direto de requisitá-lo apenas porque estava adornado com sua imagem? Essa conversa faz parecer que Cristo realmente compreendia a verdadeira natureza e utilidade do dinheiro? Será que agora podemos dizer que Cristo foi o maior dos filósofos?

Fonte: Ingersoll - Sobre a Biblia Sagrada

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens: 4099
flag: Canada
Data de inscrição: 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A filosofia de Cristo

Mensagem por Convidad em Qui 18 Dez - 13:39

O vício toma conta do mundo e os bons tornam-se vítimas dos infames. Nenhum homem tem o direito de proteger-se, de proteger sua propriedade, sua família ou seus filhos. Governar torna-se impossível e o mundo está à mercê dos criminosos. Há algo mais absurdo que isso?


mais um texto de quem não conhece a bíblia ..... , é seu o texto ou veio de uma fonte que você não assinou ? lembre-se de que quando postamos e não assinamos , assumimos como nossas as palavras , e estamos sujeitos às críticas que se farão ao texto .

Pois bem , o texto acima é raso .... tremendamente .
a ordem de cristo 'dar a outra face' se refere ao PRÓXIMO , singularizando assim a uma pessoa , e não institucionalmente . Quanto à ordem , é dito : "obedecei às autoridades constituidas" , ou "levará ao meirinho , e este ao juíz , que o colocará em cadeia" , etc .....

Portanto a aplicação das palavras de Cristo são para aplicação em relações pessoais apenas . E mesmo nesta , está SUBSERVIENTE à lei maior que Cristo ensinou que não existe outra em superioridade : AMAR AO PRÓXIMO , assim se um ladrão quer subjugar sua esposa , é dever de um Cristo lutar , pois o bem de sua esposa está acima do bem do ladrão .

novamente , céticos tentando versar sobre matérias que não dominam .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A filosofia de Cristo

Mensagem por Luís em Qui 18 Dez - 13:42

Como mostra o pé do texto, ele é Ingersoll


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens: 4099
flag: Canada
Data de inscrição: 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A filosofia de Cristo

Mensagem por Convidad em Qui 18 Dez - 13:56

Luís escreveu:Como mostra o pé do texto, ele é Ingersoll

perdão , de fato notei agora .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A filosofia de Cristo

Mensagem por Euzébio em Qui 18 Dez - 14:06

Eu concordo que quem escreveu este texto ou não sabe nada da doutrina cristã ou o fez por pura gozação...

Euzébio
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens: 23
Localização: Avenida Paulista (não sei até quando!)
flag: Brasil
Data de inscrição: 24/09/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A filosofia de Cristo

Mensagem por dedo-duro em Qui 18 Dez - 14:09

Excelente texto. Mostra muitas das contradições da bíblia.

Creio que de Jesus Cristo a única filosofia válida é "ame ao próximo como a ti mesmo". Mesmo assim o "messias" contradiz a máxima em vários aspectos, como demonstrado no texto. Muito afirmam, também, que a regra de ouro já existia entre os filósofos gregos, sendo os judeus meros copistas dessa parte da cultura helênica.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens: 4236
flag: Brasil
Data de inscrição: 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A filosofia de Cristo

Mensagem por Luís em Qui 18 Dez - 14:13

.
Não que copiar coisa boa seja necessariamente 'errado', mas o arrogar-se o dono da idéia sem ser, isto sim é!

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens: 4099
flag: Canada
Data de inscrição: 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A filosofia de Cristo

Mensagem por Euzébio em Qui 18 Dez - 14:18

dedo-duro escreveu:Creio que de Jesus Cristo a única filosofia válida é "ame ao próximo como a ti mesmo". Mesmo assim o "messias" contradiz a máxima em vários aspectos, como demonstrado no texto.

Não há contradições, há desconhecimento da dotrina por vossa parte. E isto explica porque sois ateus.

dedo-duro escreveu: Muito afirmam, também, que a regra de ouro já existia entre os filósofos gregos, sendo os judeus meros copistas dessa parte da cultura helênica.

Acho que também os chineses ou os hindus já conheciam esta máxima, mas, como é algo filosófico - e portanto nascido do pensamento humano - não me admira que a mesma idéia fosse colhida em vários locais diferentes.

Euzébio
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens: 23
Localização: Avenida Paulista (não sei até quando!)
flag: Brasil
Data de inscrição: 24/09/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A filosofia de Cristo

Mensagem por Convidad em Qui 18 Dez - 14:23

dedo-duro escreveu:Excelente texto. Mostra muitas das contradições da bíblia.

Creio que de Jesus Cristo a única filosofia válida é "ame ao próximo como a ti mesmo". Mesmo assim o "messias" contradiz a máxima em vários aspectos, como demonstrado no texto. Muito afirmam, também, que a regra de ouro já existia entre os filósofos gregos, sendo os judeus meros copistas dessa parte da cultura helênica.


como já demonstrei , é texto de quem desconhece a bíblia . a Bíblia não é um apanhado de versos , onde os críticos apaixonados pegam só o verso que quer e desprezam outros ensinos correlatos , engraçado é que não fazem isto com qualquer outro autor secular . É o mesmo tipo de descontextualização que fazem quando Jesus diz 'não vim trazer paz à terra , mas sim espada' , porém no mesmo capítulo ele explana que isto é relativo à cisão de CRENÇAS que inevitavelmente ocorreria . é o mesmo tipo de desonestidade argumentativa que vemos neste texto , valida um verso , e deixa dez de fora que o completam e explicam que o amor ao próximo não implica em desconstituição do poder policial do estado , ou da defesa de outros , chega a ser uma crítica pueril .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A filosofia de Cristo

Mensagem por Luís em Qui 18 Dez - 16:18

.
Bahh, Art. Sobre a biblia tu é dotor, neim vamu discuti isto.


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens: 4099
flag: Canada
Data de inscrição: 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum